Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso



Segunda-feira, 03.02.14

Michael Bublé Day { Domingo, dia mágico } parte 1/2

Ok, ok, ok, ok...

Ontem, um nadinha antes da meia noite já eu estava agarrada aqui ao teclas, mais propriamente no Facebook, a postar uma foto do concerto. E uma hora depois, instagramava outra.

Impossível era escrever sobre o assunto aqui... cheguei a casa com os olhos cheios de estrelas, e o Tico e o Teco estavam ainda em êxtase, decidi dormir sobre a experiência e guardar para escrever sobre o concerto hoje.

Contado como se fosse uma história: eu e o marido fomos para o Parque das Nações cedo, mas como estava um ventinho fresco, e solinho qu'é bom, só se andássemos a correr atrás dele, acabámos dentro do Vasco da Gama a comer gelados, para começo de conversa.

[na varanda, melher? Ná! Mudámos de ideia em dois tempos (acho que foi mais um e meio, mesmo...)]
Demos umas voltas, com umas paragens para conversar, e pouco depois das seis já procurávamos local para jantar, que o concerto estava agendado para as 20:00h
(... yá, pensei eu e pensam vocês, oito da noite! Com os atrasos do costume estás com sorte se começar antes das dez...),
e queríamos entrar no Pavilhão por volta das 19:00h, ou pouco depois disso
(sim, eu sei, a minha costela masoquista em acção, pensais vós...)
E pronto, passavam uns bons minutos das sete quando passávamos o último 'controlo' dos bilhetes e éramos brindados com chocolates gentilmente oferecidos pela Meo, por umas meninas desvestidas a rigor. Dirigimo-nos à nossa secção 16, onde o marido fotografou aqui a 'vedette'
Faltavam dez minutos para a hora marcada, e começaram a chamar as pessoas aos seus lugares - esta coisa vai começar a horas!!!!!! pensei eu, aparvalhada.
E começou. 
Saltando já para o P.S. do post seguinte, diverti-me aos mólhinhos
(tive três lugares só para mim - gaija de sorte, parece queforam dos poucos em que quem comprou não compareceu),
cantei o concerto TODO
(mas no fim ainda tinha voz!)
Dancei, ri, gritei, aplaudi, e fotografei. E eu que até pertenço àquela 'escola de pensamento' que defende que através da lente não vês, nem vives o momento, dei graças aos céus pelos telemóveis com câmara, e não perdi nada por isso.
E, numa frase
o concerto foi
pura magia...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Fátima Bento às 07:19




Follow on Bloglovin

 E aqui:

   

   

 


Sou mãe

 

 

 


 

www.maesportuguesas.com



Estive aqui

 

 


Quem procura... geralmente encontra...

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728

No baú, mas sem naftalina (detesto o cheiro)