Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

28
Mai08

Esta agora...

Fátima Bento

Pronto.

 

Apesar desta confusão à minha volta continuar a mexer-me com os nervos, hoje já me "voltei a pôr o pé no (meu) trazeiro" e a empurrar-me porta fora, em direcção ao ginásio. Fiz o meu treino - hoje já aumentei uns quantos pesos (eu bem sentia que aquilo era uma brincadeira de crianças...), e fiquei a sentir-mr bem melhor.

 

Agora, parece que me vou zangar com o meu ginásio.

 

Eu meti baixa durante dois meses, que entreguei no final desse periodo de tempo. Destaque-se que durante esses sessenta dias nunca ninguém foi à minha conta buscar a mensalidade (que sempre esteve disponível), coisa que podiam ter feito, uma vez que eu não lhes tinha fornecido qualquer informação no sentido de não o fazerem, e tanto quanto sei, contrato é contrato. Recebi um telefonema, mais ou menos a meio dos dois meses, em que expliquei à mocinha que estava doente e entregaria a baixa posteriormente, ao que ela pediu para o fazer tão breve quanto possível. O "tão-breve-quanto-possível" foi quando voltei ao ginásio, no dia 6 de Maio, sendo imediatamente descontada a mensalidade respeitante a esse mês. Agora recebo um email a pedir para regularizar as mensalidades em atrazo.

 

Como disse?

 

  1. Se eu estava doente era normal que não me pudesse deslocar ao ginásio para entregar a baixa;
  2. Se deviam descontar as mensalidades nas datas previstas, porque não o fizeram?
  3. Agora querem cobrar-me quase noventa euros, aparentemente, porque sim?

A desculpa apresentada é que como a baixa só foi apresentada aquando do retorno "ao activo", não terá sido aceite.

 

Como disse?

 

Qualquer dia começam a pedir a declaração de doença de véspera, tipo " não vai ser possível à paciente frequentar o ginásio durante 60 dias a partir de depois de amanhã, uma vez que vai ficar doente..."

 

Só podem estar a gozar!

 

Ficaram de entar em contacto comigo. 'Tou mesmo  ver a cena: vai de argumento a Livro de Reclamações, passando pela desistência dos dois do ginásio. Acho que o bom senso vai imperar, e eles vão abdicar de uma imposição tão ridicula. Se não abdicarem, passamos da teoria aos actos, e desde Gabinete do Consumidor à ASAE e a mais quem de direito, passando pela desistência efectiva de ambos, vale tudo. E um bocadinho de má publicidade também entra na mistura...

 

Ah, não sabem no que se metem...

 

Fátima

 

 

 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D