Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

06
Out08

Anne Hathaway e a depressão

Fátima Bento

Tenho acompanhado o trabalho de Anne Hathaway desde os Diários da Princesa,

 

  

 

que volta e meia revejo (facto a que não é alheia a presença de Julie Andrews), e depois devorei com gosto o Diabo veste Prada

 

 

(facto a que não é alheia a presença de Meryl Streep, para mim a melhor actriz da actualidade).

 

Os desempenhos da mocinha têm sido agradáveis, talvez ela se venha a revelar uma excelente actriz, mas... a Activa deste mês fez-me cair tudo ao chão.

 

 

 

A propósito do lançamento do perfume Magnifique, da Lancôme, do qual a actriz personifica a imgem, a revista dedica 5 páginas à actriz que:

 

- Não são uma entrevista

- Não sendo uma entrevista, de onde saem as citações que ilustram as fotos?

- A serem verdadeiras as citações, a terem saído da boca da menina, burrice tem limites!!!!

 

Ora na página 41, reza o seguite texto:

 

«Lutou contra a depressão na adolescência.

"É tão negativamente narcisista consumirmo-nos com nós próprios!"»

 

Como disse??????

 

Das duas, três:  a dita NUNCA LUTOU CONTRA A DEPRESSÃO EM NENHUMA ALTURA DA VIDA, senão nunca proferiria tal barbaridade.

 

Considerar a depressão uma consumpção narcisista, é pior que cuspir na sopa ou bater na avó... a depressão manifesta-se fundamentalmente por uma total e absoluta ausência de auto-estima que redunda em tendências autodestrutivas. Não raro termina em suicídio. 

 

O que é que isto tem de narcisista????

 

Ó menina, cinja-se a fazer  o que aparentemente faz melhor, representar, ou assim, porque já lá dizia o outro, 'quando falas melhor é quando estás caladinha...'

 

(eu até percebo que se possa filosofar que o acto de suícidio será o acto supremo de narcisismo - opinião que não partilho, mas que discutiria de bom grado. Mas não me venham com tretas, qu'ela não é assim tão inteligente.)

 

E depois, o que foi, foi que alguém lhe disse que era cool ter tido uma depressão, e dizer qualquer coisa que levasse o pessoal que a ouve/lê, a não querer passar por isso. Tal como se a doença fosse assim uns Manolo's comprados com o dinheiro guardado para o supermercado daquele mês, e então, sim "É tão negativamente narcisista consumirmo-nos com nós próprios", enquanto deixamos a família a passar fome para exibirmos uns sapatos de perder a cabeça...!

 

As barbaridades que se lêem...

 

Fátima

 

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D