Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

18
Out08

Atenção, atenção!

Fátima Bento

Este post é especialmente dedicado a quem vem aqui ao meu cantinho à pouco tempo, e ainda não conhece a minha família felina.

 

Por isso, aqui vai:

 

São duas meninas,

 

 

BLIMUNDA, 15 anos, 15 quilos. É a "defensora dos oprimidos". Ninguém pode levantar a voz cá em casa sem que ela se empertigue toda e "amande" uns miaus de impôr respeito. E tem sorte: num momento mais quente (sim, qu'isto até as familias c'um'à minha têm momentos que vai-lá-vai...) ainda não levou nenhum pontapé, nem palmada. É só uns "cala-te!" vociferados, a que ela faz ouvidos moucos...

 

 

(ela à noite, quando estamos na sala a ver televisão, põe-se nestes preparos. É claro que umas festinhas na barriga são sempre bem-vindas...)

 

A Blimunda, ou Beca, como é conhecida pelos amigos, não foi adoptada: é filha da primeira gata que tive quando passei a morar sózinha - a Pussy (e não fui eu que a baptizei). A dita andava dentro e fora de casa, e como eu não tinha $ para a mandar esterlizar, estava permanentemente grávida. Era eu que assistia aos partos, que ela recusava parir sózinha, e até avisava de véspera, e depois era tirar fotos às ninhadas, distribuir pelas lojas da zona e esperar adoptantes. Dava trabalho, mas resultava.

 

Esta, e o irmão Buzina, ficaram para a casa. O Buzina desceu para o quintal da vizinha do lado, e terá estado em contacto com um rato envenenado presume-se que com 605 forte, e morreu em agonia em casa, que não deu tempo de o levar ao veterinário. Horrívelmente inesquecível.

 

Mas a mana aí está, para dar e durar. Esterlizada, engordou, mas está tão "fina" que vai durar pelo menos até aos 20...

 

E agora a bébé da casa:

 

 

A MIA tem 3 anos - faz 4 no mesmo dia em que o meu afilhado também faz 4, em Fevereiro. Foi adoptada na Catus, com 4 meses, e foi a gata que mais "luta"  me deu, das dezenas que já tive: para começar, colo nem em sonhos. Contorcia-se até a porem no chão. Festinhas, só se fossem para a pôr a milhas. E se insitíssemos, era dentada de meia noite. Eu e o "pai" andávamos todos marcados. Ainda levou umas 3 ou 4 palmadas dele (qu'eu não bato a ninguém, sou a raínha da paciência), e então começou a perceber quando ia morder, e bazava. Aos poucos, fui-a habituando a festas, sem abusar, e de vez em quando, lá lhe pegava ao colo e punha no chão a seguir. De cada vez, era durante um bocadinho mais de tempo. Dentadas, também levei, mas levantava a voz e dizia, "Eh, pe-que-ni-na..." ou "ah, dó-dói", e ela largava... e bazava. Mas as mordidelas foram ficando mais esporádicas, e o tempo do miminho, maior.

 

 

Hoje já é uma docinha, e adora colinho e miminhos. A última vez que fui à Disneyland, 5 dias, recusou-se a comer, e desidratou... quando cheguei, ficou tão feliz de me ver, que nem sabia o que havia de fazer! Mas mais um dia e teria de ser internada.

 

Agora enquanto estive doente, esteve todo o tempo que eu estive de cama, esteve SEMPRE ao meu lado, encostadinha a mim, e a Blimunda, deitada aos meus pés.

 

 

E as férias? Não faço. Faço casa-praia, praia-casa. A Mia não sobreviveria a uma semana longe da "mãe". É a criaturinha mais mimada cá de casa, e se há coisas que lhe proíbem, como ir para cima de secretária da minha filha - porque às vezes estão lá trabalhos a carvão, ou outros, qu'a menina é de artes - quando eu entro no quarto, ela vai a correr e tumba, em cima da secretária da Inês a olhar para ela com ar de desafio...

 

E são bem tratadas: comida, só Royal Canin, Exigent.

 

Mas por muito que lhes dê, nunca lhes vou conseguir dar tanto quanto elas me têm dado  (deixem-me ser tendênciosa: principalmente a minha bébé!)!

 

E pronto, apresentações feitas!

 

B'jinhos,

 

Fátima

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D