Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

14
Abr05

São mulheres portuguesas, concerteza!

Fátima Bento

Já ando a "moer" este artigo à uns dias, desde que conheci a irmã de uma amiga. A moça teve um acidente quando era miuda ( que ela é mocinha para menos de 30, mas maesmo assim o acidente já foi há uns anos ), e perdeu ambas as pernas. Para além disso, é completamente estrábica, e, 'a cereja no topo do bolo', engravidou e o gajo deu à sola, de maneira que agora tem uma criancina quase com um aninho, que vive com ela e com os avós.

Gostava de poder pôr isto tudo de uma maneira mais bonita, mas não posso. A história é de arrepiar um bocadinho. E no entanto, vão vê-la.  É a prova viva de que o que nos move (ou não) é a maneira como nos encaramos o que nos acontece, e não a situação em si. Ela é uma pessoa forte, positiva, e da qual não é possivel ter pena. É que nem sequer é possivel pensar "coitada, a gente a queixar-se de barriga cheia, e depois conhecemos casos destes..." Não. Na terça feira tinha comprado uns sapatos novos e estava muito satisfeita, porque se vê grega para comprar sapatos que encaixem bem nas próteses. Ora toma! Quem não quiser ouvir que tape os ouvidos, e quem não quiser ver que olhe para o outro lado.

Eu considero-me uma pessoa cheia de sorte por ter o previlégio de conhecer pessoas assim, e ter a sorte de privar com elas. Fazem-me olhar a vida de uma maneira que de outra forma não olharia.

Por outro lado...

Tomei eu ontem café com uma (outra) amiga que me contou que a vizinha de baixo está a passar por dificuldades financeiras graves. De tal forma que os filhos ( dois, um a fazer 2 anos e o outro quase com 11), nem bolo de aniversário vão ter ( quanto mais presentes...). Não têm dinheiro nem para comprar leite para o mais novo... a minha amiga vinha do supermercado, onde tinha ido comprar umas coisas para os miudos, leite, yogurtes, cereais, essas coisas, e mais umas quantas tortas, para a criança saber que se lembraram do aniversário dele. A mãe trabalha, e tem um salário inferior a €500. O pai não trabalha, e tem uma pensãozeca qualquer, que deve pagar os €250 da prestação da hipoteca, se miuto. O mais novo está numa ama, que não recebe à 3 meses. Faz-me confusão... mesmo muita confusão. Principalmente porque o pai, que não trabalha e não fica sequer a tomar conta do filho pequeno, fuma 3 a 4 maços por dia. E os dois já só falam em suicídio.

No meio de tanta desgraça, o caso da irmã da minha amiga é uma lufada de ar fresco, que apetece sorver profundamente e devagar. A familia dela é uma familia pobre, ainda há 2 semanas atrás a minha amiga mandou um cabaz de compras básico ( do Minipreço, pois então!) para eles, que eles não tinham comida em casa, nem dinheiro para a comprar. Mas não andam a chorar pelos cantos - e gerem muito bem o pouco que têm.

Quando for grande quero ser assim :o)))! 

A minha mais sincera homenagem a pessoas como estas.

Fátima

13
Abr05

Hein?

Fátima Bento

Isto está bonito, está!


Voltei à bocado do Continente, onde fui buscar os ingredientes que me faltavam para o jantar. Vou experimentar uma receita nova que vem na "(Vaqueiro) Saberes e Sabores" deste mês, mais própriamente na pag 15, 'Lombo com ginger ale e arroz de alho francês' (assim, a vermelho, itálico e tudo). Supostamente, pela receitra, levará 30 minutos a fazer. Não acredito. N-Ã-O--A-C-R-E-D-I-T-O!


Prontos.


E agora, que já comprei os ingedientes todos, está-me a dar (ih que vergonha!) uma perguiça de começar, que vai lá vai!


Pois vou.


Que remédio.


Até logo.


Angel (Ná, esqueçam) Fátima

12
Abr05

Aqui d'el Rei!

Fátima Bento

Não sei quantos viram ontem o levanta-te e ri nº 100. Eu sei que estava alegremente a zappar, já com o zolpidem no bucho, e dou com um Herman loirissimo como se tornou hábito, e mais 'queen' a cada dia que passa, a contar uma serie de piadas que, tanto quando me pude aperceber, custaram a aquecer... mas às quais todos se vergavam, numa vénia ao Rei do nosso país pequenino.

Entrei com a piada "Quando venho parar a estas coisas, sinto-me sempre o pai deles todos...pai e mãe, que há ali um que não me importava de pôr a mamar - tou a brincar", que me fez abrir a boca e levantar o sobrolho. Mas a audiência lá se rendeu e  aplaudiu o senhor, numa piada de mau gosto, género o que ' tá dito, tá dito..." - cá para mim o gajo está até agora a morder a lingua... 

E, claro, já não mudei de canal.

E não, não pensem que eu não gosto do Herman... gosto. Gostava muito, e quero lá saber das suas opções sexuais, que o que cada um faz, é consigo, e não percebo a relevância da coisa... a "bichice" é que me incomoda um bocadinho, porque acho muito pouco estética, e a estética é muito importante num mundo que está construído em cima da imagem, como o é o da televisão...

Mas adiante.

O que eu não gosto, é de ver, de há uns anos para cá, o grande génio do humor em Portugal vender o seu talento ao kilo, a um passo do pague 1 e leve 2. Acho que é um bocadinho como o cérebro, se a gente não usa, embrutece... e duvido que neste momento o nosso Herman ainda consiga ser genial.

E tenho pena.

Tenho mesmo muita pena.

Angel

12
Abr05

A culpa é das amigas!

Fátima Bento

O Vitor já não pode ouvir o meu telefone tocar, que até fica mal disposto. Eu, às vezes, já nem posso ouvir o meu telefone tocar, que já fico mal disposta. Ele já nem atende o fixo, diz logo que é para mim e não mexe um músculo. E, como eu digo acima, a culpa é das/os amigos/as. Há dois anos atrás se me dissessem que estava nesta situação agora, eu não acreditava; nessa altura as minhas duas melhores amigas eram a Karla, que vive no Indiana, e a Dianna, que vive no Conneticut. Mais, tinha uma larga rede de cyber-amigas, todas americanas, de típica mentalidade rural americana (estilo, quando se levantam a primeira meia hora é passada a fazer as suas morning devotions). Tenho inclusive uma "Women''s Devotional Bible - um mimo, e não estou a gozar - da igreja luterana que a Karla frequenta, e que pertencia à mãe dela. Foi mais uma tentativa para eu largar o meu cepticismo ateu. Debalde.

Ou seja, eu até tinha amigas, mas longe. E nessa altura o Vitor também não atendia o telefone, porque volta e meia era um, "Hi, Fatima ( fatima, tipo fatia, sem acento). passava os dias em casa, com os putos e à frente do monitor nas horas vagas. Até que um dia, a trocar emails em português, com uma conhecida que até mora perto ( a dois ou três quarteirões de distância ) trocamos um daqueles tipo 'gosto muito de ti', e eu reparei que nós nunca dizemos às pessoas, na cara, o que dizemos na net. E mudei a minha maneira de agir. E passei a dizer. E o engraçado, é que as pessoas não ficam a achar que nós somos tolinhos, como nós receamos! Não, não ando rua fora a dizer ao pessoal 'gosto muito de ti', mas também não guardo nem escondo. Vai um bocadinho de encontro à teoria de que a vida é demasiado curta para perdermos tempo a ser emocionalmente somíticos. Porque é. E quando as pessoas morrem a gente pensa - 'bolas, não lhe disse'. E eu sei o que é isso, porque as minhas duas melhores amigas morreram, com um ano de diferença. Uma com leucemia, e a outra num acidente de automóvel.

Agora tenho amigas e amigos - e há uma diferença entre amigos e conhecidos-  ( o Vitor diz que são amigos-esponja, que sugam até ao tutano ), e como eu sou só uma, vejo-me grega para dar assistência a toda a gente. Mas depois há aqueles momentos mágicos, tipo na última quinta feira na Escola de Pais, em que, quando se falou dos problemas que temos com os putos, toda a gente disse a frase "como eu já tinha dito à Fátima..." Eheheh, soube  mesmo bem!

Por isso, e daqui vai um BIG beijo para os amigos que lerem isto! 

( e já agora, para a Sofia, a Sylvia, o Calvin, a gOlden e a Di(ana). Gosto muito de vocês! :o))))

E "prontos" ( é melhor pôr umas aspazitas senão o pessoal ainda pensa que eu não sei escrever, com a quantidade de gralhas que povoam o meu blog... È QUE EU NÃO USO O EDITOR DE TEXTO! Mas o prontos é SEMPRE de propósito...) , agora que já toda a gente sabe que eu me chamo FÁTIMA, bou m'imbora.

Inté,

Angel

11
Abr05

Na cozinha

Fátima Bento

Pois, e depois não me ligam!!!

Bom, acabámos de jantar (e é pornográficamente tarde para acabar de jantar...). Jantámos com 6 - SEIS - olhos no Jay Leno, com umas risadinhas à mistura. Agora tá o Will Smith a fingir que canta e a Inês está de olhos esbugalhados.

Na cozinha, eu e a Inês: eu a passar a ferro a 5ª camisa do Vitor (vai lá vai...), e a Inês a saltear o bacon para juntar ao macarrão. Na sala, o Tomás, atarefadissimo a aniquilar automóveis na Playstation2 no "Driven to destruction" . A palavra à gaja-filha: "Mãe, este ano é uma diferença tão grande em relação ao ano passado! Dou-me bué bem c'os rapazes, não me chateio com o que as raparigas fazem para me chatear, agora emagreci, estou mais bonita..." Faz-se ouvir o mano: "isso pensas tu!!" seguido de um ataque de riso.

Bem metida, penso eu.

Mas, devo acrescentar, ela ESTÁ mais bonita.

Angel

11
Abr05

Muito a propósito...

Fátima Bento

...de ontem ter falado no Rock in Rio ( ou talvez nem por isso ), acabei de ser informada que estou intimada a comparecer no concerto dos 'Da Weasel' nas comemorações do 25 de Abril no Seixal. O argumento que a minha filha usou ( vejam lá se pode...) é que a primeira parte é feita pelo Paulo de Carvalho - "e tu até gostas de Paulo de Carvalho, não gostas mãe?".

Gosto. A minha musica portuguesa favorita é dele - o " E depois do adeus", que (obrigado-obrigado!!!), é obrigatória numa comemoração destas. Mas o dito a fazer uma primeira parte? Explicação: Ele faz o aniversário do 25 de Abril, e às 00:15 começa o rap.

Mmmmm...

O Tomás está em pulgas, e "cagadinho" como ele é, que nunca se deixou pôr aos ombros, diz que vai para os meus ( senão já percebeu que não vê nada...) mas não vai para os do pai [que já concordou em ir comigo ( sim que quem precisa de companhia sou eu!... vou dar liberdade de soltura às 3 teens, e combinar uma hora para nos encontrarmos, que estou farta de gritinhos histéricos e de 'onde é que está o giro?' ' ih, aquele é podre!' e afins. Já faço a minha parte com a minha teen em casa, agora com três, dispenso...)]

Acho que o puto sofre de vertigens.

(são só mais 15 cm, dos meus ombros aos do pai, mas pelos vistos é uma GGRRAAAANNDE diferença às entranhas do puto...)

Bom, bou indo

Inté,

10
Abr05

Só para não estar calada...

Fátima Bento

Domingo, final do dia, a caminho da cozinha ( em exactamente 15 minutos ), para fazer o jantar. Bifes medicci acompanhados de batatas fritas e bróculos ao vapor. É daquelas refeições em que os infantes comem até cair para o lado, e o marido também, por isso é melhor jantar antes das 9. Só passei para dizer qualquer coisa, e agora não sei o quê...


Ah, já sei!!!!!


                                  ffsheep_2.gif


Perdi 2 quilos e meio desde segunda feira! Mas o melhor é que o que eu perdi foi a barriga ( não é fantástico?) e os pulsos. Sim, leram bem, os pulsos.


Eu pareço uma montagem... sou cheeeeeia ( por igual) até aos cotovelos, a partir daí sou finiiiinha. Tenho pulsos de criança ( eu uso relógios infantis às vezes) e é dificil comprar anéis para os meus dedinhos... Os pulsos  (e as mãos)  não condizem. E agora que ando com relógio da Inês do "Rock in Rio" ( foi uma g'anda malha, não foi pessoal?) há uma semana, e já o punha no último furo, menos dois quilos e meio depois, o dito dá a volta ao pulso... porque é que a gente só perde onde não faz falta perder? Não me estou a queixar, a barriga não faz falta nenhuma...


( ah, já viram um jogo de futebol com sets? Aqui saltita-se da TVI para a Eurosport com uma rapidez que eu não sei se a Davenport tá a marcar um golo, se o Benfica fez um erro não forçado. Fim de parentesis.)


Mencionei eu que o Rock in Rio foi uma g'anda malha...O pior foi o dia em que eu fui - sim, só fui um dia, que aqui o pessoal é pobrezinho - no dia "d'os dama dos play back" em que levei com a miuda, com as três miudas Sugar Babes e com os Black Eyed Peas - não gosto mas foram MUUUUITO bons... e então se comparados com o resto!! No dia seguinte tava amuadissima em casa a ver o Sting via tv - caneco, é O meu musico de eleição, até fazemos anos no mesmo dia! - e o Alejandro Sanz nem via tv vi, que não tenho Tv Cabo, tenho Netvisão...


2004_0605_180821AA.JPG

Para o ano vou 2 dias. Uma c'a gaija, que já está a juntar dinheiro para os dois bilhetes - sim, que foi ela que pagou os dois no ano passado - e outra c'o maridinho, para namorar à vontade... Se calhar ainda vou +1 dia, se o Tomás quiser ir e pagar o bilhetito à mãe... G'anda parasita!!!!


Pronto, tá na hora de ir fazer os bifes... Senão não me calava... e ainda se dissesse qualquer coisa que se lesse...


Inté,


Angel

09
Abr05

ò c'um caneco!

Fátima Bento

História de fadas.


Era uma vez um principe que um belo dia conheceu uma bela menina e se apaixonou por ela. Quis o destino e a família que os seus destinos se não unissem, e que ele desposasse outra. No entanto, o seu amor forte prevaleceu através dos temps. O principe divorciou-se da esposa, e, contra ventos e marés, casou com o amor da sua vida. E viveram felizes para sempre.


Não fosse o nome do principe ser Carlos, o da princesa-esposa ser Diana, e o da amada ser Camilla, e a história era de facto encantadora, de fazer chorar as pedras da calçada. Não fora toda a trapalhada a que a familia real é propensa, e todos os entraves que levantaram sempre à relação dos dois, Camilla seria desde o inicio princesa de Gales, e não teria havido na história uma sempre infeliz Diana a morrer em circunstancias dubias, e a alimentar as teorias conspirativas.


( E, ainda que não seja nada relevante, eu adoro conspirações!)


Hoje os dois casaram [ acho eu, que ainda não vi televisão, mas segundo o Calvin, sim senhora, eles pelo menos chegaram à igreja ( para a celebração da cerimónia civil... isto lá faz sentido??)] finalmente!!!!!


Felicidades aos noivos, mais que não seja pela preseverança!!!


Angel


P.S - Já deu para perceber que eu fiquei mais bem disposta depois de ter aberto a alma... desculpem lá o desabafo!

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D