Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

28
Ago07

Portugal, país do Terceiro Mundo (agora e sempre...)

Fátima Bento

" SOS Animal

Verão de 2007 é o pior de sempre no número de animais abandonados
Nunca os portugueses abandonaram tantos animais como este Verão, garante a fundadora da associação de protecção de animais SOS-Animal, que hoje levou a cabo mais uma campanha de adopção de cães e gatos"
in Sol, 26 de Agosto de 2007
É nisto que se reflecte o nosso 3º mundismo...
É aquela velha história: podes tirar o país de dentro do terceiro mundo, mas não o terceiro mundo de dentro do país.
Temos TANTO que aprender...
Fátima
26
Ago07

Paresse, douce paresse...

Fátima Bento

Domingo.

Ainda falta uma semana de férias, e depois é preparar a rentrée dos putos.

(e a minha. É voluntário mas é trabalho...).

Vai daí "óspois", tou assim a modos que totalmente em branco. Ou quase.

Podia escrever aqui umas coisas sobre a Estação nova que se avizinha e as peças (que EU considero chave) para a mesma. Mas fact is, tenho que ir fazer o jantar, e entre o delicioso "A mim não me enganam - um ano sem ir às compras", que já referi num post anterior, e que acabei de pousar, e a Vogue, mais a Activa e a Lux Woman (as duas últimas acabadinhas de sair do forno), não esquecendo a Elle e a Máxima, a verdade é que não me apetece falar de moda.

Por isso, vou fazer umas fantásticas, magnificas, deslumbrantes e deliciosas bruschettas acompanhadas de salada para o jantar, e pode ser que ainda escreva qualquer coisa hoje.

Ou amanhã.

Enfim...

Fátima

25
Ago07

Nestes últimos dias...

Fátima Bento

Paraíso!

O ex-prof de Filosofia da minha pikena deu-lhe um endereço que é um espectáculo!

Confiram:

www.esnips.com

É o paraíso dos borlistas de stuff para o MP3! Podem procurar, que encontram tudo, ou quase tudo o que imaginam! Estive aqui sentadita 2 horitas e agora tenho pastas fantásticas de Duran Duran  - do meu tempo (ai que soa tão mal!), Spandau Ballet, The Cure, Barbra Streisand... e musicas soltas de Michael Bublée, Donna Summer, Michael Jackson ( One day in your life e Heal the world), Reach da Gloria Estefan, Cherish e Bad woman, dos Kool and the Gang, três versões do Ain't no mountain high enough (sendo uma, óbviamente, da diva Dianna Ross... )Tudo o que me lembrei.

Andam no meu leitor há 2 dias e é uma delicia, melhor que viajar no tempo!

Bom, tá mais que visto, entre as aulas de condução, a praia, o dentista (extraíram-me uma raíz... com uma broca! Fiquei KO uma tarde inteira... mas isso foi na segunda, já lá vai...), as consultas de alergologia dos miudos e o tac do pikeno, isto de inspiração, tá escasso.

Mas prontos, amanhã estarei mais inspirada, se as musas aasim o ditarem (esta foi de peso... deve ser da estupidez pegada do 'Grindhouse'' (VO) do Tarantino, que tenho estado a ver, e que é uma delicia, imperdível, de culto! Mas eu sou suspeita gosto muito do Tarantino - só não me convenço a ver os 'Hostel')

Prontos, vou dormir, que isto hoje já não se aproveita nada... tou CHEIA de sono...

Inté,

Fátima

 

 

21
Ago07

E por falar em animaizinhos...

Fátima Bento

Só para que não pensem que não ligo nenhuma a quem se dá ao trabalho de aqui vir clicar, resolvi mostrar publicamente as peles em que luxuriantemente passo as mãos e encosto o rosto...

 

 

Mia, nasceu a 18 de Fevereiro de 2005. De todos os felinos que tive até hoje (e foram umas dezenas) , foi quem me deu mais luta... selvagenzinha, foi preciso muita psicologia-de-trazer-por-casa para nos conhecermos uma à outra... mas o ano passado, quando nós quatro fomos à Disneyland, recusou-se a comer, entrou em desidratação, e se tivessemos demorado mais um dia, batia as botinhas. É a minha "coisa mais boa"...

 

 

Blimunda: tem 14 anos, e manias de velhota. A última: estacionou-se no  tapete da casa de banho e só se move dali para comer (desconfio que se vai ao caixote de litter, é quando o pessoal está a dormir, que não vejo tal isso há bué...)

É meiga, e se alguém levanta a voz a sério a alguém, vem de trás do sol posto onde estiver (agora, será do tapete da casa de banho...) apruma-se toda em frente ao "gritador" e ralha uns miaus de fazer respeito! Regra geral resulta, acabamos todos a rir, mas às vezes quando o "gritador" está mesmo, mesmo zangado, é pior a emenda que o soneto. Salta um "Blimunda, cala-te!" e ela às vezes, até se cala.

Para encerrar, a minha pikena... se tivesse som vocês ouviam:

 

 

 

"Gosto muito de ti, Dona!"

(eheheh)

Fátima

15
Ago07

Peles verdadeiras, D.Clara Ferreira Alves????

Fátima Bento

Desta vez, quem caiu nas garras do " implacável-lápis-azul-da-Fátima ", foi a "Máxima" de Setembro.

Terça-feira de manhã, na praia, li o que faltava de cauda a rabo. E duas pérolas se me depararam:

 

Na pagina 77, a coluna "Prosas Incompletas", assinada pela Clara Ferreira Alves, intitula-se este mês "O casaco de peles".

 

E eis senão quando, às tantas, a senhora diz, e passo a citar:

"(...) existe um impedimento tácito em comprar um casaco de peles em Junho, e eu nem uso peles. Não por causa dos animaizinhos e sim por causa das peles propriamente ditas. As que eu poderia usar são muito caras e as que não são caras despedem o distinto odor da decrepitude e de tias lamurientas à saída da missa com o seu hálito de naftalina".

Foi nesta altura que se me embrulharam os intestinos à  volta do estômago , e assim 'a modos' que fiquei algures entre o nauseada e o furibunda.

É que eu gosto de peles. Juro. Mea culpa. Quando era uma teen incon'ciente a minha mãe satisfez-me o capricho de comprar uma estola que era constituída por duas raposas argenté lindíssimas, forradas a seda, um pêlo imenso, alto, suave, de morrer. Dava vontade de ter aquela coisa sempre à volta do pescoço, e acariciá-la até cair. Um sonho.

Lembro-me dessa sensação até hoje. Comprámo-la numa casa vintage que muitos conhecerão, a "Madame Bettencourt", ali no Largo da Trindade ao Chiado antigo, logo acima da praça Camões. Nunca mais a vi, que das desavenças constantes com a minha mãe, ela "refundiu-ma", e nunca a cheguei a usar em público.

Eu disse que foi numa casa vintage , o que quer dizer que a estola teria já tido pelo menos uma dona, e que eu era adolescente, aí pelos 17, 18 anos no máximo. Já lá vão uns anitos, portanto, e entretanto esta que aqui escreve aprendeu umas coisas, viu outras tantas, e agora nem um casaco de pele de coelho compraria.

Presumo que a senhora Clara Ferreira Alves  seja das que não abrem emails com anexos, torçam o nariz à PETA, e acham que todo o folclore à volta da protecçaõ "dos animaizinhos" não passe de manobras da reacção. Ou então não sei compreender a frase que pus a negrito.

A razão porque não tenciono voltar a sentir aquele imenso prazer (quase me atrevo a chamar-lhe luxúria) de acariciar um casaco, estola ou quejandos, de pele verdadeira será APENAS E SÓ por causa dos animaizinhos. Eu já vi. E quem já viu, e foi a correr olhar para o fundo da sanita a seguir, não consegue. É desumano, o que se faz a seres indefesos em nome da vaidade e do egoísmo de quem pode pagar. Mas quanto a isso, já foi tudo dito e escrito. Ou quase. Eu pelo menos não tenho a veleidade de achar que posso acrescentar algo de novo e inspirado que possa fazer alguém mudar de ideias.

Só quis aqui deixar o registo da minha indignação. Não é normal que uma senhora que escreve tanto e tão bem como a cronista em questão tenha deixado cair aquele comentário assim como uma malha numa meia de seda. E se deixou, devia saber mais e melhor. Já tem idade para, como eu, ter vivido e visto umas coisas (muitas mais que eu), que a fizessem pensar antes se deixar ir ao correr da pena.

 

 

Para acabar, eu voltei a usar, mais ou menos pela mesma altura, uma casacão de raposa argenté que me ficava aí uns 4 dedos acima dos tornozelos, e que costumava usar com uns jeans esfarrapados Fiorucci (ainda existia a loja no Amoreiras, vejam bem!), que deixava toda a gente a olhar para mim como se tivesse fugido de um hospício ( isto em 1985, ainda não havia muita gente a usar calças esfarrapadas, muito menos com um casaco de peles até aos pés por cima, lol ).

Até hoje.

 

E, nunca digas nunca, mas até sempre, enquanto for gente.

Fátima

 

PS : da segunda pérola, muito mais light, falarei no próximo post.

FALSO.
13
Ago07

Espírito Pimba (mas pouco)

Fátima Bento

Ai que estas férias estão a ser um regabofe de entusiasmo!

 

Praia nem vê-la (mentira, fomos duas vezes), E de resto... vêem-se uns filmes, tentam ler-se uns livros

 

(a Danielle Steelle dá cabo de mim... comecei a ler o segundo livro que me emprestaram, e  primeiro capitulo: família perfeita americana - qual quadro de Norman Rockwell...

 

 

 

...e zás, no meio daquela perfeição e felicidade imensas, morre a pikena de meningite no espaço de 24 horas.Tau! Ainda tenho mais dois para ler. E viv'á silly season, qu'eu devo 'tar muito silly para me perder no meio daquelas paginas...)

 

Mas ontem foi "A NOITE" das férias. Perdi a oportunidade de passar um dia á beira da piscina da mana, num "dolce fare niente" por isso, mas valeu a pena. Olh'aí:

 

 

 

 

 

Ah que prazer foi vê-lo e ouvi-lo tantos anos depois da última vez!

Eu passava sempre férias em Pedras da Raínha, e todos os anos assistia a uma actuação dele.

 

Aquela "Eu Nasci p'ra Musica" fez as minhas deícias, tantas vezes, escova de cabelo circular nas mãos e asas nos pés, de porta fechada e garganta a toda a brida!

 

É nestas coisas que a Câmara Municipal do Seixal marca pontos: Este Verão vi os Anjos (simpatia pessoal) e agora o Zé, ambos à borla, même comme il faut. E se tivesse pachorra para enchentes, ainda ía a Corroios ver o Abrunhosa, mas não tou mesmo a ver.

 

Ah, e prontos, também vi os My Chemical Romance no Coliseu, mas aí gastei €100 para que os dois crianços tivessem "a melhor noite da minha vida" segundo ambos. O mais pikeno repetia de olhos esbugalhados: "eu não acredito que estou a ver os MCR ao vivo!"

 

Valeu os cem euros!

 

E pronto. Como o dia hoje, na praia, só se fosse para vir doente, vou até à outra casa tirar mais um 'cadito de lixo (bem, agora já não é tanto lixo, é mais mobilia...),  e vou ao shopping, qu'o marido vai comprar um MP3 (também aquele não pode ver nada ...), e comprar um piercing p'a gaiata pôr no buraco que fez nos anos.

 

Indeus, inté ao meu regresso,

 

Fátima

 

 

 

10
Ago07

Um presente VOGUE!!!!!!!!

Fátima Bento

No mês passado, mês em que a revista Vogue ofereceu - mediante o pagamento simbólico de € 1 - um saco de palha para a praia muito interessante, a Vogue anunciava a oferta deste mês:

 

 

E eis senão quando, saiu a edição em questão, e hoje lá comprei a Vogue mais a carteira, embalada num saco de celofane plastificado, colado à dita por, penso eu, vir prensada entre diversas revistas. Dirijo-me ao café mais próximo, prontinha para saborear a revista enquanto tomava um café ( eu a beber uma bica dá um post inteiro... um dia destes volto ao assunto...), e começo por desembalar a pérola.

 

Vejam MESMO bem a ideia do que seria o brinde::

 

 

DEVIAM TER MUITA VERGONHA NAQUELAS CARAS!!!!

 

 A Vogue é, sem possibilidade de argumentação, o paradigma da imprensa ligada à moda. O anúncio "nada está na moda sem a Vogue dizer que está", assenta-lhe na perfeição. Não sendo a minha revista preferida (é a Máxima), folhear a Biblia é um prazer que trezanda ao luxo que representa. Ali aprende-se o que se vai procurar na Zara, na Mango e afins, de maneira a "look like a thousand dollars", gastando uma ninharia. Ali aprende-se tudo o que é novo, o que vinga e o que vai.

 

A Vogue não é uma revista: é uma Instituição, respeitável, respeitada e recomendável.

 

E situações como esta sujam a Vogue. E o nosso país, uma vez que esta é a Vogue portuguesa.

 

Passo a explicar:

 

Eu, que já entrei numa loja chinesa, e já fiz compras em lojas chinesas (curiosamente, a carteira/porta moedas que uso agora, foi comprado numa, e já cá anda à uns laaargos meses...), nunca vi nada assim tão mal acabado, tão, tão, tão... blherrrgh!!!!

 

Este brinde não era digno nem da revista "Maria"!!

Estou tão, mas tão chocada e indignada, que esta coisa que me coube, que vai direitinha com uma missiva condizente, ao cuidado da Directora, D. Paula Mateus. E amanhã vou adquirir SÓ a carteira que vai direitinha para a Condé Nast International, a denunciar as maravilhas que aqui se fazem para dignificar a imagem da Vogue´.

Estou zangada.

Se calhar devia ser igualmente incisiva com outras coisas que me ferram mais perto... mas mal por mal...

Enfim...

Fátima

 

09
Ago07

"ÓVBIAMENTE"...

Fátima Bento

Que no dia em questão não fomos à praia, tamanha a ventania.

Mas, 24 horas decorridas, we prevailed, e lá decidimos nós a ir comer umas pazadas de areia. Valeu a areia ingerida, que os putos lá fizeram um 'cadito de exercicio para lá do típico cama-sofá-tv-quarto-playstation-sala-Wii, entrecortado por umas idas à casa de banho entre níveis, e por uma dentadas em qualquer coisa comestível com a mão livre.

(eu, a mãe, devia ter vergonha, mas já desisti de mudar as coisas. Deixa estar que elas acabam... as férias, claro...)

E hoje de manhã, voltámos. Ma-ra-vi-lha. Tou c'uma dor de cabeça do camandro, mas nada garante que seja daí. Àgua friiiiiiiia, solinho queeeente, e eu a ouvir musica e a ler a Caras (a tal que só compro durante as quatro semanas de férias), enquanto os outros três membros da familia jogavam raquetes, basebol, bodyboard... boa!

Fixe!

Yess!

Agora, o outro lado das férias:

Esta que vos escreve vai mudar de casa. Mas a casa para onde esta que vos escreve vai viver (e que mais não é que a casa onde esta que vos escreve nasceu), passou por um processo moroso de despejo, e tal e coiso, e então, o presente veio devoluto em bruto: ou seja, com a porcaria (e acreditem, porcaria é mesmo o termo) lá dentro. Incluindo  mobilia assim do tempo da Sé de Braga, com inclusivé roupa dentro, que os "birrentos" não quiseram nada. Escusado será dizer que esta que vos escreve, ia tendo uma apopléxia quando lá entrou, e raciocinou que tinha que tirar tudo lá de dentro, antes sequer de ter ideia do que há realmente para ser remodelado depois (i.e., tudo).

Mas a coisa engrenou, parece que fica tudo vazio até ao fim de semana, e depois é a doer (mas de outra maneira). Ontem passámos a tarde a arrumar, ensacar, desmontar, deitar fora, com as mãos i-m-u-n-d-a-s e sem àgua para as lavar.

E assim vão as férias...

Fátima

P.S. Eu não ando aqui a dormir; ainda não escrevi sobre a Maddie porque não quis. Hei-de escrever. Estou à espera de novidades, de queixo pouco caído, porque eu, como boa portuguesa, acho que esta história já tresandava há séculos...

 

Enfim...

05
Ago07

'Bamos' a la playa!!

Fátima Bento

F-É-R-I-A-S!!!!!!!!!!

Ah, e eu estou mesmo a  precisar!

(já agora, alguém mete uma cunhazita ao S. Pedro por um solinho? Sexta esteve fantástico, ontem bom, hoje... pessoal da Grande Lisboa, tudo a correr a espreitar á janela! Como diria o Calimero, 'é uma injustiça!')

Bom, artilhados até às orelhas de cadeiras de areia, chapéu de sol HUGE, pára vento, geleira, toalhas, fatos de banho, the works, e... o c***ão do meu MP3 deitou-me a lingua de fora e, "queres musica? 'atão toma!"

ARRRGGGHHHH!!!!!!!!

Praia sem musica, NÃO VALE!

Esta semana, nous les côtes - sendo côtes uma apróximação livre para cotas - fomos à praia. Ora, nous les côtes, hablamos pelos elbows, por isso, não houve qualquer necessidade do aparelhómetro que debita sons agradáveis à escolha.

Agora, é diferente!

Mañana vai a famelga toda. Lagarto de toalha, sou só eu

(e às vezes a Inês, o  que reforça a necessidade de repousar os meus tímpanos do blá-blá-blá da adolescente de serviço),

por isso, enquanto o people vai à àgua, aqui a menina fica imóvel ao solinho...a ouvir musica.

(o meu novo chouchou é a Carla Bruni, e gosto mais do album em francês, "Quelqu'un m'a dit". Mas também ainda não tive tempo de me habituar ao novo...)

Bom, dizia eu que o meu Creative Zen me fez um belo "TOMA", e eu fiquei "no mato sem cachorro", com um beicinho de dar dó. E prontos, rumámos à Worten, para comprar um aparelho muuuuuuuuuito barato, já que era só para a praia (no dia a dia, o Qtek S200 - ai que tiiiia! - tem essa função, e 2 G chegam e sobram).

32.90 euros, fixe, e lá fui eu para casa, Natal em Agosto, desembrulhar a prenda. E que prenda!

Aquela m***da obriga a um curso de código morse para conseguir "controlar" a coisa, (e mesmo assim ponho as minhas dúvidas...) sem curso, e usando TODA a paciencia de que fui capaz, andei uma ou duas horas, um toque dois toques, tecla da direita, esquerda, baixo, centro,e

PORRA! Até chorei!

E pronto, à noite lá rumámos nós (outra vez...) à Worten, e troquei aquela bosta por um Creative Muvo que, à custa do design já estar "queimado", com um giga custou só 42,30, e pronto, amanhã já posso ir à praia com um sorriso de orelha a orelha.

IRRA!!

Tu vai lá vai!

Inté,

 

Fátima

01
Ago07

RESMAS!!!!

Fátima Bento

... de novidades!

(pronto, não são assim tantas, mas são algumas...)

Indice cultural: 5.75/10. Pronto, 6/10(à conta do livro da Levine...)!

Fui ao cinema ver:

  • O Harry Potter;

  • Os Transformers;

        (e não, os Simpsons, não me apanham...!)

Li, pela primeirissima vez um livro escrito por Danielle Steel (sp?)

'Tou a ler o "A mim não me enganam, um ano sem compras", da Judith Levine, e, por sentir necessidade, o "Não desista dos seus sonhos", do Augusto Cury, e por maior necessidade ainda, "O código da Estrada".

E... HOJE COMPREI A CARAS!

(P-A-S-S-O-U_S-E!!)

E vivá silly season!

(agora vou p'á aula de código, p'a ver se amanhã já começo a conduzir...ná... conduzir só mais lá para o fim da semana...)

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D