Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

14
Fev08

O primeiro amor dela

Fátima Bento

Pois é. Já estamos no dia de São Valentim.

 

Nem vou dizer que não gosto da efeméride, que p'ra mim, quando gostamos à séria é todos os dias.

 

Mas às vezes o romantismo tem destas coisas e eu lembrei-me de uma cena linda de um dos meus filmes favoritos, My Fair Lady, em que, depis de voltar do baile, Audrey Hepburn, alias, Eliza Doolittle, canta:

 

I could have danced all night!
I could have danced all night!
And still have begged for more.
I could have spread my wings
And done a thousand things I've never done before.
I'll never know What made it so exciting;
Why all at once My heart took flight. I only know when he
Began to dance with me I could have danced,
danced, danced all night!

 


Lindo, não?

 

B'jinhos,

 

Fátima

 


13
Fev08

Comentários, canudo!

Fátima Bento

Vou-me queixar.

 

Prontos.

 

Eu escrevo. Pode até não ser grande coisa mas escrevo.

 

Mas, bolas, o contador tá avariado e acusa visitas-fantasma, ou o pessoal não gosta de mim  ???

 

É qu'isto de comentários anda uma miséria tão grande!

 

Vá lá, deixem um beijinho, um tabefe, mas deixem!

 

(não é contigo, Rita, nem com a Raquel)

 

Puleeeezzeee  !!!!

 

Fátima

13
Fev08

Se eu gostar de mim...

Fátima Bento

... quem não gostará, lá diz a segunda versão do anúncio - quero eu com isto dizer que se eu não me publicitar, quem me publicita?

Isto é só para informar que há post novo na

(foto roubada, shhhh...)

http://ligaantisacos.blogs.sapo.pt/

 

versando a entrevista que a Soraia Chaves deu à Máxima.

Ide espreitar, ide!!!!!

B'jinhos,

Fátima

P.S. São 16:40h e eu acabei de "ajuntar-lhe" umas fotos... (esta é mesmo publicidade rasteirinha...) Ide vê-la...

13
Fev08

Colombo parte 2

Fátima Bento

Ah, pois, é que não contei tudo de anteontem.

 

Omiti dois pequenos incidentes daqueles tipo-grrrr!!!!!

 

Por ordem cronológica:

 

- Pinkie - Entro na loja e vejo as etiquetas de rebajas 50%, e resolvo procurar um colete para a filha, qu'anda há c'anos a pedir um. Encontro. 12.95 euros. Agarro no dito, dirijo-me à caixa e pergunto: os 50% SÃO sobre o preço marcado, CERTO?

Pois que não, que o preço já inclui o desconto - e onde é que isso está escrito? Pergunto eu, a invocar os meus direitos -a moça encolhe os ombros. Eu começo a ferver em lume muito brando, lembro-me das vezes que como consumidor me passaram por cima.

 

E peço o livro de reclamações - sem levantar a voz, nem me alterar.

 

(há uma primeira vez para tudo- refiro-me a usar o dito livro...)

 

Vem a chefia. que deve ter metade da minha idade. A ideia, nestes casos, é dissuadir dissimuladamente o cliente de usar o livro "cor-de-rosa", mas nem se esforça na tentativa.

 

Uso o livro.

 

Desculpem lá, mas quem é que prefere levar com a ASAE a fazer um desconto de 6 euros? Só quem é muito novo. E quem deve um nadinha à tia inteligência...

 

- Sephora - quando entrei na perfumaria já bufava de cansaço, mas pronto, não sendo a loja-de-doces-fnac, é a loja-de-doces-sephora. Não existe o perigo de me "perder" como na primeira, mas é sempre um prazer. Sendo a minha intenção comprar uma base, investigo, e acabo no counter da marca da loja (ia para a Bourgeois, mas já agora, experimento esta, pensei). Agora, euzinha, para escolher a cor preciso sempre de ajuda, sou branquela, e tenho andado um 'cadito em baixo de forma, o que me deixa azulada, vai daí, que nem pensar, AJUDA!

Dirijo-me a uma funcionária e explico. "Olhe eu estou (indecifrável), mas aguarde um pouco que uma colega vem já ter consigo".

Aos 5 minutos começo a passar-me. 6,7,8,9... aos 10, dirijo-me á caixa e digo à menina (cheínha de vontade de lhe torcer o pescocinho) "doucement" mas com veemência: "olhe, estou há um quarto de hora (estas são as unicas alturas em que a inflação dá jeito...) à espera da ajuda que me prometeram para ajudar a escolher o tom da base, e, palavra de honra, é um bocadinho demais, não concorda (empatia, meus amores, empatia...)? Pois que sim, claro, acompanhou-me e em 30 segundos tinha a base no cestinho.

Tinha custado muito? Tinha?

De quebra, como já sabem, ainda trouxe a base da base, e o exfoliante.

Vai lá, vai, qu'há dias de manhã, qu'uma pessoa à tarde não pode sair à noite (esta é velhinha, mas gosto muito de a citar...)

Arrrgghh!!!!

Fátima

 

12
Fev08

Colombo

Fátima Bento

Ontem fui ao C.C. Colombo. Não foi de propósito, tive de ir tratar de uns assuntos à capital, e dei lá um pulo.

Já não me lembrava o quanto os Centros Comerciais (mesmo vazios!)  conseguem ser chatos, cansativos e exasperantes (excepção feita aos Chiado e Rio Sul Shopping, muito provávelmente pelo tamanho...).

Comprei, pois comprei... - e quem é que vai a uma catedral de consumo e não o faz?

Primeiro, comprei o que precisava: uma base de maquiagem (que a minha ainda era a do Verão e dava-me aspecto de ter uma máscara na cara, por isso não usava nenhuma) e um iluminador que é a base da base, completamente transparente (perguiçosa como sou, vai ser lindo apicar as duas depois do hidratante, eheheheheh). Para "ajuntar ao mólho de bróculos", ainda comprei um esfoliante corporal com aroma thé vert citron: uma delicia! Isto tudo na Sephora, claro!

Depois fui á FNAC, reclamar de uma situação algo grave: fiz uma encomenda online, paguei, vieram entregar, como não estava ninguém em casa, foram tocar ao lado. casa vazia, foram tocar ao R/ch, e deixaram a encomenda ao vizinho. E e não estivessse ninguém no prédio, continuavam rua acima ou rua abaixo? Ou deixavam na tasca da frente? E se eu tivesse algum diferendo com os vizinhos??

Lá preenchi o livro de reclamações, pediram-me mil desculpas, e como havia um artigo para troca, ainda lá fui dentro com o vale (ai que horror, a Fátima na Fnac é um puto numa loja de doces!!!!!!), mas portei-me MUITO bem. Trouxe um livrinho delicioso, chamado "Guia da Elegância", escrito em 1964!!!!!!!!!!! (oh felicidade, ainda não era nascida!), e recebi o troco do talão na caixa.

Depois, passei na Springfield e vi as calças mais fantásticas ( a um super preço) para o marido... zuca, 2 quartos de hora numa fila...

Faltava o mais difícil (acreditem, se tal for possível!): o homem da casa queria uma pulseira Swatch bijoux de homem, que diz no site, existe no quiosque da mesma marca do Colombo.

Pessoal, eu corri o Colombo à procura do c*b*ã* do quiosque (também, cansada como estava, já nem me orientava!) e não é que, alguns quilómetros palmilhados depois, a simpática mocinha me diz que "não temos, deve estar para chegar a Portugal..." (nunca detestei tanto um sotaque brasileiro).

AAAAARRRRGGGGHH !!!!!!!!!

Ainda tive coragem de descer à Imaginarium e comprar um fabulástico buggy telecomandado para o meu afilhado, que faz 3 anos dia 18, mas já não fui capaz de procurar uma prenda para o avô do mesmo, que faz anos no dia seguinte.

UFAAA!!!!

Mas pronto, desci à plataforma do metro, e chegou logo um, e subi à plataforma da Fertagus e faltavam 4 minutos para o próximo combóio!

Cheguei a casa moooorta.

Acho (...acho...) que vi a minha série favorita, "Mentes Criminosas", mas não me lembro de NADA. Ah, lembro-me do anuncio de que ia dar o CSI Miami a seguir, o que quer dizer que levei a coisa até ao fim.

Acho que antes de o Horatio dizer o primeiro cliché, já eu ressonava!

Que dia!

B'jinhos,

Fátima

(e agora editar isto tudo? É que 'inda estou de Shopping-Center-Lag...)

(pronto já está assim-a-modos-que-pouco-mais-ou-menos-editado...)

08
Fev08

Pinky dedão-dedinho...

Fátima Bento

Dizia eu hoje de madrugada...

(já repararam na hora a que eu publico, últimamente? E nas calinadas ortográficas? Isto enquanto não for o exame, vai ser toque de alvorada às 03:30h, e na dormes mai' nada! )

...que acho que vou cortar o dedo mais pequenino do pé direito. Assim com uma tesoura de poda, daquelas bem fortes (mas prometo que desinfecto bem o aparato antes). O gajo não faz cá falta nenhuma, e já o parti duas vezes, e a dor é - a melhor expressão é mesmo em inglês:

-EXCRUCIATING!!!!!!!!!!!!!!

A primeira vez, ainda morava na primeira casa (o que quer dizer que não devia estar casada há muito tempo). Manhã, eu a dormir, toca o telefone na sala, eu levanto-me a correr, a perna direita foi mais lenta na saída, mas mais rápida na pontaria com que acertou na aduela da porta.

Prontos.

É claro que até hoje não sei quem telefonou.

E por sorte era Verão e eu podia andar de chinelos e sandálias.

 

A segunda vez:

Vou a sair da cama lançada para ir à casa de banho, enquanto lutava afincadamene com o Doutor, ou Professor, ou lá o que é, Paul Ricoeur, num trabalho para a faculdade, enrola-se-me a perna direita no lençol, eu puxo, puxo... e ela sai disparada, acertando o meu "pinky" na trave da cama. Sai-me um palavrão BUÉ cabeludo, logo seguido da frase: "esta dor não é nada com tentar compreender aquele c***ão daquele filho da p**a!", isto, enquanto as lágrimas de dor saltavam nos olhos.

Mais grave: Inverno, ténis do marido. Um martírio: de um 39 que eu calçava na altura para um 43, não há quem aguente. Claro que acabei por comprar qualquer coisa que servia sem magoar... demaisiado.

Agora, há três dias - vá adivinhem como foi... - a sair da cama rodando sobre a mesma, por perguiça de dar a volta à cama, tunga na trave.

Agora não partiu. Tou c'um batatão qu'áté as sabrinas magoam - e vê-se à vista desarmada o alto.

E ontem, descalça para deixar o dedão "dedar" à vontade, vou acertar com o dedinho-que-agora-é-dedão no c***ão do pé da cama!!!

Agora, só ténis.

Haviam de me ver hoje, jeans cigarrette pretos, casaco Chanel rosa, brincos, pérolas rosa, écharpe em veludo preta com um arabesco bordado a preto nos extremos... carteira size L vermelha, a condizer com as luvas em pele vermelhas... e nos pés, ténis. Pretos.

O que vale, é que são uma cópia de um modelo Miss Sixty

(só que não são bota), com aplicação de sequins igualmente pretas, qu'até consegue não estragar tudo.

Mas expliquem lá para que diacho é que o filho da p**a do dedo serve?

E pior:

Esta semana comprei três pares de botas e dois de sapatos. Tudo stilettos vertiginosamente altos  (mesmo bom para a baixa Lisboeta...)

Chiça!

Corto ou não corto?

Fátima

05
Fev08

Segunda escanhoadela...

Fátima Bento

 

Como eu sou uma mocinha muito original hoje fui ao cinema.

Outra vez.

 

 

 

 

E para vincar bem a minha originalidade, fui ver o Sweeney Todd.

 

Outra vez, eu.

Desta vez com o marido, que ainda não tinha visto.

Ontem foi a filha com o mais-que-tudo.

 

 

...E alguma coisa me diz que não foi a (minha) última...

Fátima

04
Fev08

ATENÇÃO:

Fátima Bento

Para quem não se lembra, de há uns meses para cá eu tricoto.

Para que conste:

Não tricotem de brincos pendentes.

Principalmente daqueles rebuscados, cheios de curvas e contracurvas... eu acabei agora uma luta titânica com uns pendentes que (oh inteligência!) tinham uma meia lua na ponta mais comprida.

Eu fiquei com um olho negro, mas o INEM acabou de sair daqui a fazer reanimação aos dois brincos, ao saírem a porta ainda os ouvi falar  em qualquer coisa...ibrilhador, mas nem  quero saber.

Rai's parta os brincos compridos!

Fátima

04
Fev08

Loucura aos montinhos... e ajuda à mólhada (OBRIGADA, OBRIGADA, OBRIGADA!!!!!)

Fátima Bento

Bom, das duas três: ou amulherdetrintaanos (isto não é um link, não os sei fazer,) não foi ver o Sweenwy Todd, ou não gostou.

Prontos.

Agora a estória/drama do fim de semana:

no meio de uma altercação mais altercatada, esta alminha, na véspera deste blogue fazer 3 aninhos (2 de Fevereiro, Parabéns blogue!), eu apaguei o gajo.

A-P-A-G-U-E-I.

Kaput.

Na manhã seguinte, aflita, três anos 'down the toilette, envio um mail do PDA (às escondidads debaixo do edredão) à fantástica equipa do Sapo Blogs, e, Shazzam, tá cá tudo.

Amazing!

Brigado, guys!

B'jinhos,

Fátima

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D