Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

27
Fev09

Dois prémios e um desafio

Fátima Bento

Ora a minha amiga Bó Fá premiou-me com mais dois selinhos:

 

 

e

 

 

Tão bom! mais dois prémios!

 

Obrigada e assim um mega-, ok?

 

Além disso, deixou-me um desafio: ora as regras rezam da seguinte forma:

 

 

  • Linkar o blogue que nos desafiou - 'tá no início do post
  • Reproduzir as regras deste desafio
  • Contar seis coisas aleatórias sobre nós
  • Indicar os seis blogues escolhidos
  • Avisar os mesmos sobre a publicação

 As minhas 6 coisas:

  1. Adoro cinema. Andei aí feita maluca a correr atrás dos nomeados para os ver todos, e (bolas!) não consegui. Mas falhei por pouco, e ainda ando atrás do "pleno", lol.
  2. Adoro ler. O último que comprei foi o premio fnac 2008, "A Casa do Esquecimento", mas ainda mal o comecei. Também comecei "A última aula", que ganhei naquele concurso da revista do Correio da Manhã, e que já andava a querer comprar há algum tempo, mas ainda não passei do princípio...
  3. Sou a rainha da paciência, e raramente perco a compostura. Prefiro virar costas a entrar numa discussão, a menos que o tema me revolva as entranhas. Não me considero cobarde: em certas coisas, só não quero descer à altura do/s outro/s que me provocam.
  4. Sou um nadinha snob. Um nadinha pequenino, entenda-se. Se calhar snob até não é o adjectivo certo...
  5. Acredito que, se é para fazer uma coisa, que seja bem feita. Seja lá o que for!
  6. Não consigo viver sem paixão - por gente, coisas, projectos...
  7. Esta 7ª vai de bónus - o desafio é só seis - gatos. Não posso viver sem gatos.

Agora seis bloggers que vão receber os prémios acima, e vão ser desafiados:

  1. Angela Soeiro, Por cá
  2. Life Inc - é para as três, ouviram?
  3. Alexandra Blog de ALGo
  4. O homem das obras
  5. Be Happy
  6. Paula C. Outra Margem de Mim

Voilá!

 

Quanto a avisá-los, vai ter de ficar para mais logo ou amanhã... que já passou da minha hora de me começar a despachar.

 

B'jinhos,

 

Fátima

 

23
Fev09

Óscares 2008

Fátima Bento

O sapo tá marado e comeu-me o post. Por isso vou resumir as minhas apostas:

 

Melhor actriz secundária: Amy Adams, "A Dúvida" (primeira surpresa da noite, Penelope Cruz arrecadou o Oscar)

 

Melhor actor secundário: Heath Ledger ,"O Cavaleiro das Trevas" (na mosca!) - por mim era Philip Seymour Hoffman "A Dúvida..."

 

Melhor filme de animação: Wall-E (Bingo!)

 

Melhor Actor: Mickey Rourke "Wrestler" - por mim preferia Sean Penn, "Milk" (Ai qu'eu 'tou tão feliz!!!)

 

Melhor actriz: Kate Winslet "O Leitor"  (voilá!) , OU Meryll Streep, "A Dúvida" - mas eu gostei muito da interpretação de Angelina Jolie "A Troca"

 

Melhor realização : Danny Boyle ,"Quem Quer Ser Bilionário" (off claro!)

 

Melhor filme: "Quem quer ser Bilionário" (ora e foi merecido!) OU O "Estranho Caso de Benjamin Button"

 

Para todo o tipo de cusquices, vá a www. oscar.com

 

Eu vou dormir, que daqui a umas hoas vou trabalhar.

 

B'jinhos,

 

Fátima

18
Fev09

Não são rosas, senhor...

Fátima Bento

 

Habitualmente quando me fazem um comentário que não gosto, como o pessoal já sabe,
  1. baixo o nível,
  2. transcrevo e
  3. disseco.
Aconteceu isso ontem. Magoaram-me. E não, não foi no meu blogue, por isso não vou transcrever nada. E mesmo que tivesse sido aqui, também não transcrevia. Por que eu até tinha a pessoa em questão em conta de ser minha amiga. Sim, que isto de amizades bloguistas criam e alimentam-se, ou não estivesse eu agora no Starbucks á espera da Rita do “O Diabo...”, não tivesse uma viagem a Santarém na calha, e mais um abração para ser dado aqui onde me encontro, com uma pessoa também muito especial. Não esquecendo o cafézinho com a minha querida Xana, que está mais que prometido. Mas é claro que nem tudo são rosas...
 
Dizia eu que a Paula me magoou. Já me tinha interposto o rótulo de lamechas, e o diabo a quatro.
 
Mas isto é assim: das duas três: ou eu deixo de ser quem sou, e faço um blogue que não seja lamechas, e não estico a mão quando preciso de ajuda e/ou mimo, ou ponho a minha máscara de todos os dias, que quando estou sozinha já nem expressão tem, e faço o numero em que está tudo bem, não há queixas, nem lamechisses – porque detesto quem se queixa, e se faz de vítima - quanto mais não seja porque eu podia fazê-lo e não o faço. Só aqui, assim, um bocadinho, é que deixo o facto de ser carne e osso vir ao de cima. E queixo-me, e lamento-me e choro se for preciso.
 
PORQUE O BLOGUE É MEU E EU FAÇO NELE O QUE QUERO. É o meu quintal, são os meus brinquedos, quem manda aqui sou eu. “PRONTOS”.
 
Estou numa fase muito má, tão má que só me apetece fazer inversão de marcha, e ainda assim espetar-me contra um muro.
 
E ELA SABE.
 
No entanto... há coisas fabulosas, e o apoio que tenho recebido de tanta gente tem sido fantástico. Superou todas as minhas expectativas.
 
 
 
Quero agradecer pessoalmente ainda que por mail a cada ombro, mas ainda não o fiz por uma questão logística: o PC-mãe foi formatado, e enquanto isso enviar emails aqui do pikenino é uma confusão... é que o meu é mesmo o Asus Eee PC series mais pequenino, o que tem as colunas nas laterais do ecran, o que faz com que o ecran seja minúsculo, e coisas como emails são complicadas de organizar... Mas agora, só me falta “arrumar a casa” do meu back up no PC-mãe, e fá-lo-ei de seguida.
 
Vocês são um espectáculo, e não é uma maçã bichada que estraga a macieira.
 
B'jinhos,
 
Fátima
 

 

17
Fev09

Premios

Fátima Bento

Palavra de honra que até estou com medo de fazer este post.

 

EU SEI que me vou esquecer de agradecer a alguém. E eu sei que não vale a pena pedir desculpa. Mas se de facto me esquecer de alguém e esse alguém me perdoar, deixa aí um comentério a dizer qualquer coisa como "Atão ó minha g'anda bimba-mal-agradecida, eu também te ofereci (o em questão)". Combinado?

 

Bem, então comecemos pelo começo

 

 

Este foi oferecido aqui à je a 22/12/2007, pela Rita, das Catraias da Moda. Como foi o primeiro, até a data está bem registada.

 

Depois vieram outros...

 

 

Da Bó fá e da Angela Soeiro

 

 

Da Be Happy

 

 

Também da Bó Fá , da Angela Soeiro e da Paula

 

 

 Esta taça veio da Angela Soeiro e da Paula

 

Este veio da Paula

 

A todas um grande beijinho, e um imenso obrigada.

 

  

Obrigado e desculpem o atraso na publicação dos agrdecimentos.

 

B'jinhos,

 

Fátima

 

(eu depois publico a quem entrego, sim? agora já não consigo...)

16
Fev09

Visita de médico

Fátima Bento

Novidades, há.

 

Culturalmente, e sei que me vou esquecer de algum, vi o"A dúvida", "Austrália""Quem quer ser bilionário"(hoje) e conto ver esta semana pelo menos "o casamento de rachel" ou "o leitor". Também tenho aí o "wrestler",e ando a ver se alguém me arranja o "milk". Tudo antes de domingo, que é a entrega, e quero estar avalisada para botar opinião. Ah, e vou a meio do rapaz do pijama às riscas. 

 

Mais:

 

Sei que me ofereceram quatro ou cinco lindos prémios, que devido à "tempestade", ainda não tive cabeça para postar - é assim, eu guardei-os logo, fiquei muito contente, mas eu gosto de elaborar um bocadinho à volta das coisas e com a vida estúpida que tenho tido, e como infelizmente não estou todo o dia no escritório á frente de um monitor, as coisas não correm como quero. Já me chamaram mal-educada por isso, e lamechas por pedir prémios; quem segue o meu blogue que me julgue.

 

Juntam-se acontecimentos vários, com maior ou menor relevância (já esteve outra vez mau tempo no canal...) e aqui a je está literalmente rebentada. Ontem foi uma noite longa e angústiante.

 

Fátima

 

 

12
Fev09

Fabuloso!

Fátima Bento

Hoje estou absurdamente cansada. Tão cansada, que mesmo cheia de ideias não as estou a conseguir escrever.

 

Por isso acabei no you tube e descobri isto. Resolvi publicar não só pelo facto de o adjectivar com o titulo do post, mas também porque sei que o vou querer ouvir/ver mais vezes, e escuso-me ao emaranhado do you tube.

 

 

12
Fev09

A musica que me trás uma lagriminha ao cantinho do olho...

Fátima Bento

E para começar o dia - estou agora a preparar-me para sair de casa - nada melhor de que umamusica que, para mim, é das mais bonitas escritas até hoje.


Ladies and gentelmen, I give you, Michael Jackson, a criança que nunca cresceu - e agora virou aberração - com "Heal the World"

 

 

 

A canção ou não é lidíssima? Tanto talento desperdiçado...

 

B'jinhos, e continuem a ter um bom dia!

 

Fátima

10
Fev09

E depois de levantada a lebre

Fátima Bento

(Este post, surge na sequência do texto publicado no anterior, e que gerou um comentário que me fez divagar à volta de uma realidade que me fez lembrar um filme que já esteve em exibição neste blogue. Como pode ser lido na minha resposta ao comentério em questão - e para perceberem têm mesmo de recuar um post e ir aos comentários...- não é nada de pessoal ou particular).

 

E pronto, já não se pode falar em escola, em alunos, canudo, sem que volte tudo aos professores, às greves dos professores aos direitos dos professores, e o diabo a quatro.

 

Chiça, já em Dezembro de 2007 houve um desaguisado aqui sobre o assunto.

 

Quem não se lembra, pode começar por vir aqui ao post "educa...quê?" e não passar sem ler os comentários, e seguir para o post seguinte, "disparates à pazada de quem não sabe fazer os trabalhos de casa" - mais uma vez, lendo os comentários.

 

Tudo isto só para dizer que o tema já foi exaustivamente debatido, e que 14 meses depois ainda anda tudo à batatada em nome já não se percebe bem de quê, já que o motivo original foi-se perdendo em meio às guerras que se foram criando em torno deste assunto, e só me apetece dizer - Mas quando é que o Sr. Mário Nogueira se vai dar por satisfeito?

 

 

Já nem sonho em voltar à "normalidade de outros tempos", dos primeiros anos do básico dos meus filhos, porque no meio de tanta agitação, já ninguém se lembra de como era levar o papel de professor para fora da sala de aula (é claro que continuo a levar em consideração os que assim não agem...), e quem esqueceu já não vai recordar, porque, nesse sentido, as coisas ficaram mais fáceis assim, e venha lá quem quiser dizer o contrário!!!!

 

Amiga, eu acredito que sejas a educadora de Infância dedicada que és, só que não é o teu papel substituir-te aos pais, e não é isso que deve jamais ser pedido, quanto mais exigido aos profissionais da educação deste país. Os pais não podem nunca demitir-se do seu  papel, e despejar as crianças no portão e esperar que saiam de lá educadas "ou tanto faz".

 

A responsabilidade desse aluno do 2º ciclo NÃO PODE NUNCA SER IMPUTADA A UMA CRIANÇA DE 7 ANOS, pois se até a lei a proteje!

 

  1. Em primeiro lugar, onde estava o/a auxiliar de acção educativa que deveria previnir que um aluno se fosse intrometer numa aula que não é a sua?
  2. Em segundo lugar, existe registo da situação familiar do menor (não oficial, só "umas luzes") para perceber em que contexto familiar este se insere? Se assim é, foi analisado?
  3. O Encarregado de Educação foi chamado à escola? Se não compareceu, foi por uma razão válida, ou uma desculpa "esfarrapada"?

Depois desta "análise", das duas três:

  • ou a criança faz parte de uma familia interessada, que funciona tanto como célula, como com a escola quando lhe é solicitado - e se não tiver comparecido terá uma excelente razão,
  • ou é uma familia desinteressada, que tanto faz, que quando vai à escola é obrigada, e não se coíbe de usar a linguagem que eles repetem depois no seu dia a dia: a violência, fisica e/ou verbal.
  • ou, o terceiro caso: que é uma familia em que ambos os pais trabalham o mais que podem, com salários miseráveis que tentam esticar através de horas extraordinárias infinitas, e que saem de casa a empurrar crianças meio adormecidas porta fora, e que chegam do trabalho para encontrarem crianças já adormecidas.

 

Tempo para conviver, ensinar a viver, a amar, a comportar-se, a agir correctamente?

 

O primeiro caso, que é geralmente o dos bons alunos, tem-no, e fá-lo.

 

O segundo caso quer é "que não me chateiem" e são os meninos dessas familias que acabam por dar mais trabalho, porque querem, fazem tudo por atenção (carinho, ainda que arrevezado, eles aceitam tudo, passadas as primeiras barreiras). São o maior desafio, porque a sua "lingua materna" não é aceite pela sociedade, que pune e muito bem, a violência em qualquer das suas formas.

 

O terceiro caso, funde-se com o grupo que o aceita, a maior parte das vezes o segundo, e imita-lhe o comportamento.

 

E é aqui que o professor, educador, quem esteja em contacto com estas crianças, deveria puxar dos valores morais e de cidadania, e tentar ajudar de alguma forma mesmo quem (parece) não querer ser ajudado.

 

Mais de que casos dificeis, existem de facto, casos perdidos à partida. Deveria haver uma interligação entre a Escola, a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens, o Sistema Judicial, que deveria punir os pais, neste caso, responsáveis pelos educandos até que estes completem a escolaridade obrigatória (se deixarem a escola) ou até aos 15 anos (no mesmo caso)*. Estes pais deveriam ser obrigados, pelo sistema judicial, a frequentar um conjunto de palestras ao estilo de "escola de pais", para aprenderem aquilo que ainda não atingiram. As vezes que fossem precisas - só que isto obrigaria à criação de uma rede coerente e adequadamente sustentada de "Escolas de Pais", para fazer cumprir a sentença...

 

Falta, no entanto essa coordenação, e foi nesse sentido que trabalhei durante um pouco mais de 2 anos, num projecto que acabou por ser substituíido por outros mais politícamente oportunos.

 

Espero ter deixado o que penso, de alguma forma, clara... mas desconfio que amanhã quando ligar o PC tenho um razoável numero de comentários menos agradáveis...

 

Enfim, é o país e a (des)educação que temos...

 

Fátima

* no caso dos alunos que continuam no sistema escolar além da escolaridade obrigatória, a obrigação legal por parte do encarregado de esducação estende-se à maioridade, i.e. 18 anos - tal como nos restantes casos, fora da escola.

09
Fev09

E porque hoje é domingo...

Fátima Bento

... todos os domingos desço a rua, vou tomar café ao sítio do costume, e leio a revista do Correio da Manhã. É o que há, é o que marcha; ao sábado é o Vidas, ao domingo, é o Domingo Magazine.

 

Hoje foi diferente. saí, enfiei-me no bus e fui para o Almada Fórum - estive lá na sexta-feira e fiz uma compra desastrosa na Zara (também, estava assim um bocadinho zombie...) e como aqui nesta Zara, já não há saldos, só uma banca de ciganos no fundo da loja, lá fui eu trocar a túnica (ah, g'and'aldrabona, o que tu querias era ir ao Starbucks, maldito vício...).

 

Bom, eu fiz assim:

 

Cheguei e fui comprar o Correio da Manhã, e depois, tratar da Zara - e perdi tanto tempo lá!!!! Mas trouxe um casaco linnndo! - de caminho ainda trouxe uma t-shirt da Bershka para a pikena.

 

Depois, e com toda a tranquilidade, fui para o Starbucks, Caramel Machiatto em chávena grande feito com leito magro e duplo caramelo (é para equilibrar...lol), e lá tirei a revista do Correio do saco, e abri assim quase directamente na carta da semana. E estava lá: FÁTIMA BENTO. ah, ganhei! Ganhei! Um livrito, mas canudo, cada tiro cada melro: cada vez que escrevo, jornal ou revista, tenho o prazer de ver impresso.

 

Não é por nada, mas estava mesmo a precisar de um miminho!

 

O texto, apesar de ligeiramente "reduzido"(conforme se pode ver pelo riscado), segue abaixo:

 

Os meninos da era moderna

 

 

"Em frente a uma folha em branco num domingo de manhã, quero debruçar-me sobre o tanto que não é feito pelas nossas crianças. Fala-se dos professores (oh se se fala dos professores, que eles não deixam esmorecer o assunto), fala-se de indisciplina, crianças mal educadas, que não sabem estar em aula, que mandam os professores para onde não devem, que fazem e acontecem, e levantam-se processos disciplinares, e suspensões, e chamam-se os encarregados de educação dos meninos “problemáticos” à escola, sabendo de antemão que eles nunca aparecem. E não aparecem porque não lhes interessa, ou porque têm horários de trabalho díspares, que a obrigação de trabalhar mais de que 8 horas por dia, ou mesmo sair de um emprego e ir para outro não lhes deixa espaço sequer para conhecer os filhos, quanto mais para ir à escola, de certezinha para ouvir falar outra vez mal do educando...

 

Quem cuida destes meninos da era moderna “sem pais” presentes, que lhes ensinem a estar à mesa, a comer de faca e garfo, a não interromper os outros quando falam, que lhes espantem os monstros que se escondem debaixo da cama, que lhes expliquem dos outros monstros que andam lá fora à espreita? Quem lhes dá o beijo de boa noite e lhes diz “gosto muito de ti”?

 

Ninguém. A escola penaliza-os, adicionando às suas dores a critica, o desprezo, e vira-lhes costas ostensivamente, quando às vezes era preciso tão pouco...

 

Mas a comunidade educativa agora só faz aquilo para que lhe pagam (abençoados os que assim não são...)

 

Fátima Bento"

 

 

 

Gostaram? Eu, definitivamente, gostei.

 

B'jinhos,

 

Fátima

 

 

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D