Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

30
Mai09

E foi a final!!!!!

Fátima Bento

Pois claro, depois de andar a massacrar tudo e todos com o Britains Got Talent, o mìnimo que eu posso fazer é dizer quem ganhou, não?

 

Desenganem-se que não foi a Susan Boyle

 

 

Mas a senhora mencionada atrás - que esteve para desistir esta semana - teve a magistral interpretação abaixo

 

No entanto os meus favoritos eram

 

E mais um que no you tube neste momento, só sem faixa de audio... eu depois ponho...

 

 

29
Mai09

Aproveitem bem!

Fátima Bento

Ora bem, a minha amiga Sara, que provávelmente também é fã do gato - eu sou - também usou o gajo como a mensagem que eu também vou passar. São imagens diferentes, mas o bicho é o mesmo - também, não há mais nenhum como ele...

 

 

Por isso, aproveitem o solinho - cuidado com os escaldões, e não estou a brincar, o pessoal no primeiro dia quer logo levar o sol todo para casa - bebam muita àgua... e não se esqueçam de ir ao"...no país das palavras" que já lá tem um post de hoje, e amanhã e depois, ibidem.

 

Fiquem bem!

 

's

 

 (a sapa fatale disfarçou-se de movie star)

 

 

28
Mai09

TUNGA!

Fátima Bento

Isto sou eu mais logo por andar aqui a passear-me na blogosfera como se não houvesse amanhã!

 

 

Se querem saber... nem queiram saber!

 

Que se lixre já acabei o "Fuck it". Sábado "...no país das palavras"

 

 

 

28
Mai09

Magistral

Fátima Bento

Eu sei que vocês já estão fartos destes videos, e deitam o "Britains Got Talent" pelas orelhas... mas façam-me um GRANDE favor e vejam/escutem o abaixo.

 

É uma das canções mais difíceis de interpretar que conheço, do filme Showgirls, onde cabe a Jenniffer Hudson dar-lhe, magistralmente, voz.

 

Este menino supera-se.

 

Vejam.

 

E então? Pele de galinha? Ah pois é...

 

 

28
Mai09

O que me faltava dizer

Fátima Bento

Ontem recebi um comentário muito objectivo, que alguns já terão lido, mas que transcrevo a seguir, tão só porque me trouxe à lembrança um caso ocorrido em Braga, há algum tempo...

 
"De Zé da Burra o Alentejano a 27 de Maio de 2009 às 16:27
 
Em Portugal perdeu a justiça e a dignidade e não foi o primeiro caso: Lembro-me de um Padre na Madeira condenado por pedofilia e assassínio de uma criança que depois fugiu pró Brasil, tendo aparecido depois na praia a botar "postas de pescada " contra a justiça portuguesa; o caso da menina Maddie, desaparecida no Algarve e cujos pais botaram depois também "postas de pescada" acerca da justiça portuguesa; o caso do anterior presidente do Benfica Vale e Azevedo, que se refugiou em Inglaterra, onde também tem botado "postas de pescada" acerca da justiça portuguesa.
Os nossos Tribunais têm cumprido as leis, mas, na realidade, não têm sido capazes de fazer justiça, não tanto por culpa ou incompetância dos seus profissionais mas dada a baixa qualidade das leis que os nossos políticos têm produzido, muitas delas completamente divorciadas de realidade. Há máxima que passo a transcrever: "Os Tribunais existem para vigiar a aplicação das leis". Por isso, se as leis forem justas é feita justiça quando o Tribunal as aplica, porém se o não forem, os Tribunais podem aplicar as leis mas não é feita justiça. COMPETE AOS POLÍTICOS A CONCEPÇÃO DAS LEIS.

Zé da Burra o Alentejano"


Ao comentário, dei duas respostas; uma, que de facto concordava com a  opinião do autor do mesmo, nomeadamente porque a mesma estava implícita no post. Mas depois lembrei um outro caso... e acrescentei:

 

De novinha em folha a 28 de Maio de 2009 às 11:45

 

Bom, lendo de novo o seu comentário há uma pequenina coisa de que me lembrei.

Aqui há uns anos, não sei se se lembra, havia (e acho que ainda há) um juíz em Braga que, desse lá por onde desse, negava TODAS as adopções que lhe eram pedidas, desde que a família biólógica desse um passo à frente. Independentemente de qualquer tipo de abusos provados e comprovados, contra esses meninos, por parte dos progenitores, já que ele achava que "é no melhor interesse da criança ficar com a familia com a qual tem laços de sangue".

E acabou por dar buraco, pois. Que acabou em morte.

E a revista Notícias Magazine, fez um número dedicado ao caso, com uma entrevista com o juíz e várias reportagens, e acompanhou processos durante dois anos.

E tudo isto por quê? Porque em casos como este, de adopção, decisão de atribuição de poder paternal, O JUIZ DECIDE. O que até faz sentido, porque há que fazer o ponto de equilíbrio entre a razão e a emoção. E analisar com humanidade cada caso, que não são formatados, cada caso é um caso.

É aqui que caem as leis e entram os homens (leia-se juízes). Há os que têm medo de abrir precedentes. E há-os com eles no sítio (eu conheço um caso que foi muitíssimo bem acompanhado, a menina teve reuniões coma família biológica, cada vez mais espaçadas por manifesta falta de interesse dos mesmos, e foi dada a adopção ao casal meu amigo).

Porque é por isso que eles são juízes. Para decidir, depois de ouvir as partes e analisar a lei. E ponderar.

Outros valores 'mais altos" se impuseram. Mas neste tipo de casos, o juíz tem de ser soberano. 




 

P.S: Se alguém se lembra exactamente do caso que estou a mencionar, agradecia que me indicassem pormenores sobre o caso. Obrigada.

27
Mai09

A menina Alexandra

Fátima Bento

 

Vi ontem, no noticiário dahora do almoço, na Sic, a repetição da reportagem que na véspera não me tinha sido possível ver.

 

E a minha reação foi a mesma de largos milhares de portugueses: nausea.

 

Nada disto tem a ver com o que nos é dado ver: isto é politica, pura e dura (e já no caso Maddie não foi assim?), em que a menina Alexandra é só um numero - e neste caso, será o numero 1 - e por isso não lhes interessa nada. Aparte o repatriamento, que era assunto prioritário. E o governo Russo teve o que queria, finalmente: pela primeira vez conseguiram recuperar uma criança descendente de um nativo da grande pátria, Russia, de volta à  mesma. E onde é que eles conseguiram que a lei tal premitisse? Neste país de m***a, com um código penal igualmente fétido (e utrapassado, antigo, omisso em tanta coisa tão importante...)

 

Porque este, meus amigos, é o país que temos. E as aventesmas que elegemos para a Assembleia da Répública, criadora de leis por excelência, estão mais preocupados em discutir o sexo dos anjos à exaustão, de que em propôr alterações ao código penal - ah, dá muito trabalho!

 

E nos continuamos a elegê-los e a colocar nos assentos, mais do mesmo, que também alternativas não há, e remetemo-nos à nossa bonomia de robe e chinelos, aos nossos brandos costumes, em que ninguém perde realmente a cabeça além da vociferação de alguns impropérios, mesmo quando está a ser f****o (caso BPP e BPN)...

 

Desenganem-se se acham que eu estou a fugir ao assunto: o caso Alexandra deu-se porque ninguém se dá ao trabalho de alterar o nosso código penal, e o Sr. Putin (que presidente ou primeiro ministro, "ele é que é o presidente da junta", e quem manda ali é ele) viu a abertura e mandou esgueirarem-se por ela e conseguir uma vitória para a mãe Russia.

 

Porque aqui as pessoas não interessam nada.

 

Mas  pessoas somos nós.

 

Aquela mãe, se o fosse realmente (para lá de ter aberto as pernas e feito força) aquando da aflição da Alexandra no Aeroporto, tinha seguido sem ela. Mil vezes perder um braço de que sujeitar um filho meu a uma aflição e sofrimento tamanhos.

 

Quanto às imagens na Russia, o que se vê ali é o pouco interesse da mãe, subjugado ao grande interesse da pátria. Vê-se uma criatura ébria a defecar diarreia mental. Vê-se a mesma criatura a dar umas palmadas à Alexandra.

 

Mas o grande problema, não é o que se vê... é o que não se vê!

 

Longe de acabar, que os média só largam o osso muito depois dele já não ter carne há muito, acredito que este caso está, de facto, "arrumado". Porque, em termos práticos, o lado humano NUNCA se sobrepõe ao legislativo. E a brecha estava lá. E o juíz foi uma besta.

 

E agora já está.

 

Desenganem-se os que ainda acreditam que no dia 3 de Outubro de 1990 ao ser derrubado o Muro de Berlim, ficámos todos unificados, juntos. E que com a Perestroika (reestruturação) e a Glasnost (transparência) , políticas introduzidas por Mikhail Gorbachev, que culminaram com a queda da União Soviética, a  26 de Dezembro de 1991, tinhamos um mundo novo, e o fim da Guerra Fria.

 

Tretas.

 

A História repete-se, esse é um facto adquirido. E a Guerra Fria está a levantar-se de novo, devagarinho, como um submarino a imergir em silêncio.

 

E a Alexandra passou a ser um pequeno grande símbolo do poderio russo.

 

Criou-se neste momento, uma petição online para a Alexandra - nº de assinaturas até  agora, 459...

 

O blog oficial é este

 

 

 

 

 

E sim, tenho vergonha da justiça portuguesa. E de quem a faz, e de alguns que a aplicam.

 

E por ora, é só o que tenho a dizer.

 

 

26
Mai09

Ás vezes os dias parce que têm mais horas... palavrinha!

Fátima Bento

Ih, canudo, o que o meu dia rendeu hoje!!!!!

 

De manhã, depois de dar a volta à blogosfera, e estando à espera das entregas do Continente, como a filha estava em casa, aproveitei e fui comprar pão e tomar a sacrossanta  primeira dose de cafeína do dia.

 

Quando cheguei a casa, ainda não tinham chegado as entregas. Mas não demorou muito mais.

 

Ora e foi um vê se te avias, arruma o conteúdo dos sacos na despensa e na arca - e vai mais uma prova de como é possível meter o Rossio na rua da Betêsga - dá o almoço ao puto, apanha a roupa, estende roupa, e liga a máquina de secar para as peças pequenas. 1 da tarde. Vai tomar um duche, que tens depilação às duas. Zuca.

 

Duas menos quinze, saio de casa e vou tomar um café num establecimento meio escondido, no caminho para a cabeleireira/esteticista, e vi a repetição da reportagem da menina recambiada para a Russia, mas sobre isso não vou falar agora, só de pensar fico agoniada. Mas falo, ó se falo!

 

Vou devagar, e quando olho para o relógio, já perto, vejo que são 14:05. Buga lá a mexer esse trazeiro... Bom entrei, a cabeleireira oferece-me um café - olha a perguntar ao cego se quer ver! - e desço para o gabinete. A senhora é fantástica, às 14:20h já estava na rua, e com o trbalho bem feito! Tu vai lá vai!

Acto continuo, dirijo-me ao reino de bué-bué-longe, onde fica o sapateiro que é suposto furar o cinto que eu comprei para o homem grande cá da casa. Furos feitos, penso: vou tomar um café com a Fátima, e lá fui eu. Retomado o caminho para casa, a meio,  penso"e se fosse hoje à escola de condução em vez de ir amanhã?"

Tunga.

Para renovar a licença, é preciso um atestado médico: é terça feira, o meu médico está na clínica. Irrompo por ali dentro, e "informo" que quero falar com ele.

 

Ora e agorinha (e sem me cobrar um chavo por isso), tenho aqui ao lado o meu atestado, que vou amanhã entregar na escola, juntamente com os 50 euros necessários para a renovação da licença. Here we go again...

 

Resumindo: eu só saí de casa para tirar os pelos a sul do equador - não todos, entenda-se - e fazer uns furos no cinto do homem. E agora estou aqui, já a preparar-me para me atirar ao livro  e cds de código, para repetir o exame - canudo, será que é a terceira vez que passo à primeira? Parece anedota, MAS NÃO É: FOI SEMPRE À PRIMEIRA.

 

G'anda reviravolta.

 

G'anda dia!

 

Tou minha fã!

 

 

 

P.S: Parabéns Angela, e olha, já consigo fazer com os dedos dos pés!

 

26
Mai09

Gala 2

Fátima Bento

Canudo, 'inda ontem falei no homem, e eis senão quando já está disponível no youtube a segunda meia final, onde o meu favorito entrou.

 

Entrou e espalhou-se. Ao comprido.

 

Quem ganhou, ganhou lindamente. Senão vejam: 

 

 

E depois, o juri teve de decidir entre os segundo e terceiro  mais votados pelo público, e decidiu-se por este menino:

 

 

E pronto. mais dois que se juntam à Susan Boyle, e a mais alguém que agora não me lembro...

 

 

25
Mai09

Susan Boyle - mas é que é mesmo impressionante...

Fátima Bento

Ok.

 

Eu sei que há muita gente que não gosta da senhora. Que a acha feia - e diga-se de passagem, ela não deve, de facto, muito à beleza. mas também, o que é que isso interessa????

 

Mas às vezes a gente tem de baixar os braços e entregar os pontos  (onde se lê "a gente", leia-se os que não gostam dela).

 

Por isso, fiquem com a primeira gala dos "Britains Got Talent", ganha pela mesma, e, ó vozes discordantes, calai-vos, canudo!

 

 

 

Pode ter começado menos bem, mas acabou... bom, e pensar que ela nunca teve uma aulas de canto!

 

Não sendo a minha favorita, gosto dela, mas estou a torcer por Jamie Pugh - o homem que cantou um tema de "Les Miserables, lembram-se? 

 

 

Mas é claro que Susan Boyle vai ganhar.... os britânicos estão loucos com ela, e contra factos não há argumentos...

 

 

25
Mai09

O meu fim de semana foi assim...

Fátima Bento

Sábado.

 

Saí de casa de manhã, ainda antes do marido ir para o gym, e fui tomar o pequeno almoço ao café: suminho delaranja acabado de espremer, e uma torradinha de pão caseiro. Cheguei ao café tipo pinto - 1ª molha do dia. Saí do café e fui comprar o jornal - o 'i' ao sábado, é incontornável, além da qualidade inquestionável, traz uma revista com uma qualidade muito acima da média. Escusado será dizer, 2ª molha. Daí fui ao supermercado (chuvinha de mohar parvos, não conta como molha) e quando ia a sair do dito, chovia gatos e cães, como dizem os ingleses. Mas aí, esperei que a coisa abrandasse. quando abrandou, fui à farmácia (3º molha), e lá voltei para casa - agora com umas gotas tão espaçadas que nem os parvos molhavam.

 

E lá fui eu ao cabeleireiro com o piolho, para aparar as pontinhas da guedelha - mas foi mesmo só as pontinhas, para lhe dar alguma forma - e cortar o meu, que estava com as pontas todas espigadas. É claro que SMSei o marido para nos ir buscar ao cabeleireiro, qu'a filha da minha mãe não é burra, e apanhar chuva saída do cabeleireiro, não tinha mesmo piada nenhuma.

 

Chegámos a casa, comemos, e ala para o hospital ver a mana (eu lá ia c'uma cara menos de caixão à cova que nos dias anteriores, o cabelito novo deve ter ajudado), e estivemos com ela práticamente três horas. Como eu digo piadas muito séria, iam-lhe saltando uns agrafos, mas não saltaram...

 

A seguir, jantar na sogra, e casa.

 

Ás 22:00 já ressonava.

 

Domingo

 

Acordei às 7:30h (pois claro!) perguiça daqui, perguiça dali, ler um bocadinho, passar uma t-shirt branca para o homem levar para o gym, e de caminho, deixou-me no Rio Sul. Pequeno-almocei um scone quentinho e um café, fui à Bertrand cuscar, e ala para o hiper, buscar o que tinha faltado na sexta (eu explico: como a roupa de homem estava com 50% de promoção, fiquei com dinheiro no cartão suficiente para justificar ir lá uma segunda vez).

 

De quebra, comprei quatro prendas de Natal - eu começo as minhas compras mesmo cedo...

 

O marido foi-me buscar, e 30 minutos depois de chegar a casa fomos com o crianço para a piscina, para se encontarar com a equipa e ir para Alvalade, para o G8, um torneio de escolas de natação. O meu pikeno acabou os 50 metros bruços em que participou, em 2º lugar, mas ali o que conta é a prestação da equipa. Que neste momento está em 4º lugar de 8.

 

Foi de longe a piscina com menos condições para a assistência onde estive - e o ano passado também fizémos os G8. Os miudos queixaram-se que a àgua estava gelada, e era pesadíssima (o que quer que seja que isso queira dizer, mas quando acabavam a prova saíam da piscina esbaforidos). Mas como me disse a minha irmã, os clubes grandes só investem no futebol, o resto não existe...

 

Voltámos para casa, todos moídos do calor absurdo e húmido a que estivémos expostos, eu fiz o jantar, e depois por teimosia, vi o "Atreve-te a Cantar"(e foi a última vez, qu'a coisa práticamente não tinha intervalos e agora a gente até se esquece do que estava a ver...)

 

E foi assim, o meu fim de semana.

 

(que post tão chato, eu hein?)

 

 

 

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D