Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

25
Jul09

O Tour de France

Fátima Bento

Desde que me casei que me habituei a acompanhar, ainda que entre uma entrada e outra saída da sala, o Tour. O maridão adora ciclismo, ver e praticar - embora já não pratique há algum tempo, pendurou a bicla na parede da garagem, (agora dedica-se ao Body Pump e a Body Combat...)

 

Habituei-me, qual cãozinho daquele senhor que abanava a sineta, o Pavlov, a ligar o Tour às férias. Quando os senhores chegavam aos Champs Elisées, queria dizer que faltavam duas semanas para abrir a nossa época balnear.

 

No entanto, em quinze anos, aprendi realmente a gostar de ver. Se não apenas pela forma como o desporto funciona - com uma equipa toda a apoiar o "cabeça" da mesma, por exemplo - pela paisagem inerente. Há etapas de cortar a respiração!

 

E o caso é que neste momento estou aqui na sala, a escrever este post, de televisão ligada na Eurosport - de longe o melhor canal para acompanhar a volta, os três comentadores são fabulosos, então o francês, que fala um português sobrebo max cum sôtáqu frrrrancêx ,valem, só por si as horas que a tv fica ligada  enquanto uns desgraçados de uniformes de lycra suam as sete estopinhas...

 

Hoje, corre-se a etapa do Mont Ventoux, que já há muito não se fazia. As paisagens são excepcionais, nomeadamente quando começam a apróximar-se do topo. 

 

Ora atentem lá na beleza da coisa:

 

 

 

 

Surpresas, quanto à vitória, consagrada amanhã nos Champs Elisées, não há: será Alberto Contador, espanhol, que levará o mais que merecido galardão. Neste momento, a dúvida e supense prende-se com o facto de sabermos se o fantástico Lance Armstrong ficará no pódio, depois de três anos sem correr, e já com uma provecta idade para estas brincadeiras - 38 anos. O vencedor certo e sabido prometeu ajudar Armstrong hoje, nesta prova de estoirar cavalos - se não acreditem, dêem um pulinho ao Eurosport e atentem na cara dos ciclistas...

 

E pronto, fica aqui a minha homenagem a Armstrong, a Contador, a todos os ciclistas deste tour, e ao fabuloso trio que nos acompanha via televisiva.

 

B'jinhos,

 

Fátima

 

P.S: Acabou a etapa. Armstrong ficou no terceiro lugar do pódio. Yess!

24
Jul09

Aos que me lêem:

Fátima Bento

Pois eu sei que tenho andado assim um bocadinho desaparecida.

Prende-se o facto com situações pessoais que me entristeceram um pouco, mas também porque o blogue, de repente, tornou-se "um peso"... descobri isso no dia da declaração da Luciana e do Djaló, em que fiz imediatamente uma piada, bastante espirituosa até, sobre o facto, com o marido, e depois percebi que não a podia pôr no blogue. De todo. Se eu dizer que a mise-em-scéne do funeral do Jackson dava mau nome à raça negra foi interpretado como sinal de racismo da minha parte (e ainda não percebi como é que se pode chegar a essa conclusão a partir de tal frase), haveriam com certeza vozes que se levantariam de espanto, como é que consegues dizer uma coisa dessas? Consigo. Disse. Só não escrevi.

 

Felizmente o amigo João Cacelas pensou precisamente como eu, e se bem  pensou melhor o escreveu, no seu Hemiciclo. E eu fiquei a pensar que raio de liberdade é esta que tenho de pensar se posso ou não publicar uma piadola parva no MEU blogue?

 

O "Diário de uma dona de casa à beira de um colapso" fará 5 anos em Fevereiro próximo, e há os que me acompanham desde o princípio, os que me apanharam a meio, e muitos deste último ano. Exceptuando os que estão comigo desde o início e aqueles que se deram ao trabalho de ler o blogue de uma ponta a outra - e eu já tive quem me dissesse que o fez - acho que ninguém tem informação suficiente a meu respeito para me rotular (e logo, criar expectativas a meu respeito). É que os rótulos não me assentam. Eu sou tão, mas tão sui generis, que se cada um dos meus leitores (sinto-me tão pedante quando uso esta frase...) me classificassem, haveriam concerteza discripâncias imensas de adjectivo para adjectivo.

 

Acreditem, passei 40 anos a querer ser "normal", igual aos outros, organizada, um lugar para cada coisa e cada coisa no seu lugar, horinha de deitar, horinha de levantar, refeições a horinhas certas, fazer limpezas no "dia das limpezas"(como se fazia na casa da mãe), e foi no um - quarenta e UM - que compreendi finalmente que primeiro, não posso alterar aquilo que sou, resultado do somatório de um sem número de experiências, muitas extraordináriamente díficeis, e mais, se pudesse, não alterava mesmo nada. Porque, sabem? Eu sou uma pessoa bonita. E tenho desempenhado bem o papel da minha vida, que é ajudar ao desenvolvimento dos meus dois rebentos, amá-los acima de tudo, e preparar a sua independência como pessoas, dar-lhes asas para voar.

 

Se eu fosse diferente? Não conseguiria provávelmente ter a capacidade analítica que ajuda a Inês a sair das crises que às vezes atravessa; não teria a bonomia de ir aos sites que eles me recomendam e perderia umas boas gargalhadas; não seria a mãe maluca que entra no quarto do filho e desata a fazer o grito de guerra da equipa de râguebi da Nova Zelândia, assim do nada (a expressão dele, e o que se riu, vai ficar comigo para o resto da vida); eventualmente perderia a capacidade de rir de mim e de macacar a meu respeito...

 

Mas que não hajam dúvidas : eu não sou a melhor amiga dos meus filhos: eu sou A MÃE. Com muita cumplicidade à mistura, mas uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

 

Senti necessidade de fazer este post, para poder re-encarar o meu blogue sem pensar "será que isto é para blogue ou não é?". Acabou.

 

Não encaixo em pré-formatos. Eu sou quem sou. Sou contraditória, muitas vezes.

 

Quem gostar, gostou. Quem não gostar, temos pena.

 

 

24
Jul09

À falta de inspiração...

Fátima Bento

... fui pedir emprestados "os dez" da revista Sábado. Hoje são os 10 vícios de um senhor de quem não gosto nada, João Braga...

 

Ora aqui ficam os meus 10 vícios...

 

(de http://olhares.aeiou.pt/)

  1. Dormir até tarde;
  2. Deitar-me (muito) tarde;
  3. Livros;
  4. Café. Qualquer lote Nespresso, mas adoro o "Roma";
  5. Internet;
  6. "a arte de não fazer nada" (ihihih)
  7. Revistas e jornais;
  8. Filmes do Clint Eastwood (da fase da realização, please...) 
  9. Filmes de Tim Burton (ah, é doença...)
  10. E finalmente... a minha gata Mia. Se durmo fora fico cheia de saudades... 

(de http://olhares.aeiou.pt/, o caminho, de Francisco Garret)

 

E agora, os meus 10 medos

 

  1. Perder faculdades mentais. O Alzeimer é um bicho que me mete medo, embora não pense muito nisso;
  2. Ficar cega; não imagino como seria não ver...
  3. Gafanhotos e Louva-a-Deus. Tem a ver com duas más experiências na infância. Já controlo perfeitamente as reacções, mas tenho mesmo fobia;
  4. Olhar para trás e achar que não fiz nada da minha vida. Isso apavora-me;
  5. De voltar a entrar em crise depressiva;
  6. Da morte dos outros. Dos que me são queridos. Sobreviver é muito difícil... de morrer, não tenho medo. Só destesto imaginar o impacto negativo que isso teria nos outros.
  7. De não crescer, de não me tornar uma pessoa melhor...
  8. Óbviamente, não poderia faltar a preocupação com a segurança dos meus filhos...
  9. De sobreviver a um acidente aéreo. Nunca, jamais.
  10. De desistir.

Ora e quem quiser sentir-se desafiado, deixe uma notinha, que é para eu ir cuscar...

 

 

 

22
Jul09

A transição de ano com 8 e mais negativas...

Fátima Bento

Segundo veicula o "Correio da Manhã" de hoje:

"Educação: Professores pedem clareza na avaliação

Cem passaram com 8 negativas."

Segundo o "Público" de ontem

 

"Escola de Vila Nova de Anha passou um aluno com nove negativas e garante que foi a melhor solução."
 
Em relação à notícia de hoje, o CM online não adianta muito. Há bocado estive na banca, mas não olhei para o jornal, senão tinha-o comprado mas como daqui a bocado vou ter de ir à rua, e faço-o então.
 
Já em relação à notícia de ontem, tenho uma opinião formada, pela simples razão de que esta vem bem explanada no Público online:
 
Não estando, como é óbvio, na posse de mais elementos que não os que a notícia fornece, parece-me que:
  • o aluno "é acompanhado pelos Serviços de Psicologia do agrupamento desde o 2.º ciclo";
  • "vive uma situação 'sócio-familiar grave' que se agravou ainda mais este ano";
  • ficou decidido "que o jovem irá frequentar no 9.º ano um curso de Educação e Formação, que o prepara para a vida activa e 'que tem características especiais' "; 
Diz o despacho normativo n.º 50/2005: "A retenção deve constituir uma medida pedagógica de última instância".
Ou seja, neste caso, não me parece que seja um descalabro, o Conselho de Turma ter decidido transitar o aluno de ano. Dado o dito contexto famíliar complicado, que para preservação da privacidade do mesmo, não é explanado, parece-me que a decisão terá sido positiva. Dado que o menor não irá simplesmente transitar para o 9º ano, mas vai ser inserido num percurso escolar diferente, com preparação específica para a vida profissional, e 'com acompanhamento especial' - e isto, palavra de honra, deixa-me a adivinhar... quer isto dizer que vai ter apoio mais efectivo de um psicólogo? Que vai ter um professor tutor? Que a turma é mais pequena (que nos cursos profissionais o são), e assim, vai usufruir de maior atenção do professor?

 

 

Situações como as de José, serão difíceis de entender. Deverão ser enquadradas sociológica e psicológicamente, e às mesmas dar a sequência indicada. Parece-me que este Conselho de Turma agiu em conformidade com a lei, e na defesa do interesse do menor.

 

Já em relação à notícia do Correio da Manhã, neste momento não tenho nada a dizer.Talvez depois de a ler na íntegra...

 

 

 

21
Jul09

A raínha no palácio das correntes de ar...

Fátima Bento

Novidades: uma mão-cheia delas... ainda não tinha dito mas a Inês já não está no Starbucks. Isto é só para ninguém se lembrar de ir lá à procura dela...

 

Mais: nesto momento a pikena está de férias, uma semana com o mais-que tudo na casa dos avós do dito. Com direito a um rio e um barquinho a remos, mesmo a pé da porta. Resumindo: eu estou de ferias... qual quê! Ando tão desaustinada que nem assim! A ver se manhã faço alguma coisa que se veja.

 

Pois que como toda a gente viu, não me apeteceu escrever nem no domingo, nem na segunda. Não apeteceu, pronto.

 

No domingo, no rescaldo da "directa de sábado", ainda tentei mas não consegui: li 386 paginas do "A Raínha no Palácio das Correntes de Ar", e arrumei com a trilogia do Stieg Larsson. É extraordináriamente difícil escrever sobre um livro de que gostámos tanto. Stieg Larsson contava estórias. E dizia Lobo Antunes, "um mau livro é aquele que conta uma estória". E aqui a excepção confirmará, talvez, a regra.

 

A ler, mas só vale começar do primeiro. É difícil atinar com os nomes dos personagens, e dos lugares, sueco é uma lingua estranha (e já decidi, vou aprender sueco, logo a seguir a acabar com o alemão). As estórias dos três livros têm um fio condutor comum... difícil responder: "de qual gostaste mais?" Adorei este último. Amei de paixão o primeiro pela descoberta. O segundo deixa-nos a pensar "daqui a uns meses logo sei o resto". Este deixa-nos orfãos de Millenium, a salivar pelos sete que o autor não chegou a escrever, e quase quase a achar óbvio que a morte dele não tenha sido de causas naturais.

 

(talvez o favorito seja mesmo este...)

 

Toda a trilogia assenta num trabalho de pesquisa, diria que jornalístico, e não tenho dúvidas de que todas as lebres que ele levanta a longo da trilogia, pudessem ser corroboradas pelo próprio, e estivessem documentadas nesse sentido. E ele mete as mãos em mais de que um ninho de vespas...

 

Não vou, como já calcularam, falar da estória, da trama, não vou elogiar o estilo de narrativa, que é uma narrativa fluente, sem arabescos nem embalos.

 

A Trilogia Millenium É.

 

Só isso.

 

E sabe mesmo a pouco...

 

 

18
Jul09

Tour de France

Fátima Bento

Pois é, parece que o presidente francês, Nicholas Sarkozy

 

 

é fã incondicional de Lance Armstrong

 

o americano que além de já ter vencido o Tour de France uma série de vezes, também venceu um cancro num testículo e dois tumores, um no pulmão e outro no cérebro. E que, restablecido, está apostado em vencer de novo o tour, este ano.

 

E diz o Presidente a respeito da hipótese de Lance estar envolvido em dopping:

 

"Afinal, até Asterix tomava um pouco de poção mágica antes de enfrentar os romanos!"

 

Tóóóiiin!!!!

 

Ora bem, parece que o senhor abaixo

 

 

 

já vai tendo digno sucessor...

 

Vai lá vai...

 

(o que eu escuto a acompanhar o marido no visionamento do Tour! )

 

 

 

17
Jul09

BLIMUNDA

Fátima Bento

Para que a "menina tia" não fique chateada por não ter os holofotes virados para si, hei-la, "a 15/15" (15 anos, 15 quilos)

 

(há 2 anos)

 

(na semana passada)

 

E foi assim que eu reparei que tinha de passar a Swiffer ao pé do sofá

 

 

16
Jul09

Não vou repetir...

Fátima Bento

...que ando cansada. já ninguém tem c* para ouvir falar do meu cansaço. Nem eu.

 

No entanto a coisa é de tal forma grave que até o blogue me pesa. E hoje ao olhar para o contador e ver as vistas a 60 e poucos % do habitual, fiquei um bocadinho desanimada. Não que os números queiram realmente dizer o que quer que seja, mas sabe-me bem saber que sou lida. Faz-me companhia. Satisfaz-me o ego. Muitos dias funciona como a ligação ao mundo exterior, às pessoas lá de fora. Até saio, e vou às compras, mas as duas ou três palavreas que troco com a mocinha do minimercado ou da padaria não me povoam os dias de gente. As conversas tantas vezes desgastantes que tenho com a Inês, o gravitar à sua volta, não conta como "vida própria". Gosto das horas que passo nas paginas do(s) meu(s) livros. Gosto de comentar os blogues dos amigos. Gosto que me comentem. Fico triste quando deixo de ouvir por parte de algumas amigas bloguistas que desaparecem e deixam de escrever. Ás vezes porque não percebem o que escrevo, e nem com uma explicação posterior a coisa lá vai.

 

Se calhar estou a ser paranóica.

 

Mas neste momento sinto-me sózinha.

 

Pois que sim, o filme até foi bom, o 3D não me desiludiu, e o puto está contente com as prendas, parece que a louca da madrinha lhe vai dar a coisa que ele mais queria, que era uma guitarra eléctrica.

 

Mas eu estou mesmo esgotada.

 

E sózinha.

 

E não vale a pena tentar explicar ao marido que está sentado aqui ao lado, que ele começa logo a tentar ajudar, e eu não quero falar no assunto. E não vale a pena cortar as vazas à Inês, já que ela não tem culpa, e eu, ao não saber exactamente os seus limites, aguento, como, e calo.  

 

Tenho medo de voltar a ter uma crise depressiva. Acho que isto é só cansaço, solidão, e sou um ratinho num labirinto que sabe que não vai encontrar a saída.

 

Preciso de ir dormir.

 

Fátima

16
Jul09

O meu puto faz anos!!!!

Fátima Bento

O Tomás hoje, às 18:16h fez 13 anos.

 

E onde é que passámos uma boa parte da tarde? No hospital, na consulta pós-operatória. G'anda pinta !

 

E a quantidade de porcaria que tiraram daquele nariz ? Como eu lhe disse, se ele quizesse baptizar os orangotangos todos, não conseguia arranjar tantos nomes!

 

E para a semana vai tirar mais !

 

Bom mas voltando ao aniversário, como a mãe é muita maluca, ofereceu ao filho o pesadelo da maioria dos pais:

 

 

Segundo dizem, é o jogo mais viciante de todos os tempos. O pessoal não come, não vai à casa de banho... só dormem porque o site FOI OBRIGADO A FECHAR DAS 4 ÁS 10 DA MANHÃ. Sempre têm seis horinhas de sono...

 

E pois, foi o que ele pediu, foi o que ele recebeu. Desta vez não houve gande debate entre mim e o Vitor. Andámos às aranhas "o que é que lhe damos, o que é que lhe damos", e "o que é que queres?". Às tantas acordámos que o puto ia pesquisar na net para ver o que queria (é surrealista, não é que ele tenha TUDO, é mais que os interesses dele estão bem delimitados). Ás tantas lá descobriu um  Comando ProGamer para o computador na Fnac. Um verdadeiro mimo. Mesmo antes de eu encomendar, virou a 120º, e pediu o acima (presumo que tenha falado com os companheiros de jogo). Já instalou os Cd's do namorado da irmã, e está aproveitar o time trial de 10 dias. Com o original que lhe demos hoje, vêm mais 15 dias grátis. E depois, são €26,90 por 60 dias - mesmo comprando os jogos, tem que se renovar a coisa a cada 2 meses. E depois vão saindo expansões... A caixa grande na foto, trás a base e uma expansão - existe mais uma que estava esgotada (e mesmo que não estivesse, não a comprava). A caixa de cima é o cartão de jogo para dois meses.

 

O Vitor ficou um bcadinho abananado quando viu que a coisa tinha de ser recarregada a cada dois meses, para além da compra destes CD's, e da eventual compra das futuras expansões. Ficou verde, mas acreditem, eu este ano não estava mesmo para a conversa "mais vale o comando", "mas ele gosta mais do jogo", e rebéubéu pardais ao ninho. Fomos à Game, e comprámos.

 

Pronto.

 

Esta noite o puto quase não dormiu na espectativa de receber o jogo (que afinal já andava a jogar há dois ou três dias...). Ás 10:30h foi ter comigo ao quarto para eu lhe dar o jogo. Ás 11:30h fui ao quarto dele, e ele tinha adormecido em cima da cama com o jogo nas mãos...

 

E agora às 21:30h, vamos ver "A Idade do Gelo 3".

 

 

Confesso, aindo só vi um filme em 3D uma vez - na Disneyland, o "Querida, Encolhi a Audiência", que penso ainda estar em exibição. Mas deve estar para sair e procederem à reposição de "Moonwalk", com o MJ, que a minha irmã apanhou das primeiras vezes que lá foi (ela é veterana nesta coisa das viagens à Disneyland), mas eu não, vi das duas vezes que lá fui o mesmo filme.

 

E vai daí estou cheia de medo de ficar desiludida com a qualidade do mesmo. Mas olhem, os bilhetes e os óculos já estão dentro da bolsa que me vai acompanhar, por isso, pé na bola e fé em deus.

 

Bom, mas PARABÉNS AO TOMAS E O RESTO É CONVERSA!

 

 

 

(claro que eu preferia ir ver este  mas como o aniversariante não concordou... hoje que manda é ele! )

 

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D