Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

25
Set09

Arcas e utilização + receitas de bases (parte 1)

Fátima Bento

Nestes tempos que correm, uma excelente maneira de poupar tempo e dinheiro, é investir numa arca congeladora. Se tem espaço, faça o pino, se for preciso, mas compre uma! Abaixo, dois modelos que descobri em  naWorten , meramente a título de exemplo

 

 

 

 
 
Modelo horizontal: Whirlpool AFG 522 C/H PVP 259,00 (Maio/2009)Modelo vertical: FRV140WH Becken PVP 249,00 (Maio/2009)
 
Ora senão, vejamos...
 
Crise não deve ser sinal de má nutrição. E ninguém gosta de passar horas na cozinha. Assim, e para simplificar, digamos que decide tirar um dia do fim de semana para cozinhar. Se fizer em quantidades generosas, até podemos estar a falar de dois por mês...
 
Refogado de tomate (base para inúmeros pratos tradicionais)
 
 
 
 
A comprar:
  • Tomate em lata - o do Minipreço, marca Dia em pedaços, tem uma excelente relação qualidade-preço;
  • Polpa de tomate - aqui não tenho preferências. É ver na prateleira qual tem o  preço mais baixo (só não gosto da de marca do Continente) ;
  • Cebola - uso congelada em cubos, Continente ou Pingo Doce, ou às rodelas, Du Jardin; Cebolas frescas, para quem tem tempo, paciência e não fica com cara de besugo depois de as cortar, ficará, talvez, um pouco mais económico.
  • Alho - aqui, eu gasto demais: compro a pasta de alho da Margão - mas no Pingo Doce o frasquinho custa menos 1 euro que no Continente... Também uso alho "à séria", ou massa de alho - neste último caso, corto-me na quantidade de sal;
  • eventualmente, louro;
  • Azeite.
E aqui começa a nossa pequena odisseia:
 
Numa quantidade respeitável, e num tacho de tamanho equivalente, salteamos a cebola no azeite (dois sacos de cebola picada) juntamente com três ou quatro colheres de massa de alho ou 5 ou seis dentes de alho picados na 1,2,3 - pode ser mais, consoante se goste mais ou menos de alho. Depois da cebola ficar translúcida, juntamos duas latas de tomate em cubos, e uma garrafa pequena de polpa. Deixamos apurar, e posteriormente, arrefecer. Distribuímos por caixas tipo tupperware, e arca com elas.
 
Ou seja, ficamos, pelas minhas contas, assim de cabeça, com  4 caixinhas, podendo cada uma ser usada numa refeição para quatro pessoas.
 
Mais:
 
 
Base para sopa
 
 A comprar:
  • Batatas
  • Cenouras (eu compro congeladas, do Continente ou Pingo Doce);
  • Courgettes, para que as prefere às batatas... ou para quem gosta de utilizar ambas as coisas;
  • Abóbora;
  • Nabo;
  • alho francês - descobri que além de mais prático não é mais caro, o congelado do continente.
Corta-se tudo em pedaços pequenos, cobre-se com àgua e leva-se ao lume até estar bem cozido. Passamos com a varinha mágica, dividimos por caixas, deixamos arrefecer  e congelamos.
 
-atenção, podemos variar os legumes, ou combiná-los, não os colocando todos juntos...
 
 
 
 
Variantes:
 
Base para pimentada:
 
Juntamos ao refogado de tomate tiras fininhas de pimento verde, vermelho e/ou amarelo, a gosto. Deixamos apurar, e como antes, arrefecer e congelamos.
 
Para quem faz bolognesa ou chilli:
 
Comprar carne picada e salteá-la sem tempero, e não demasiado tempo. deixar arrefecer e congelar.
 
Quando chegar a altura de confecionar a refeição, retiram-se as bases, deixam-se descongelar à temperatura ambiente, e metade está feito.
 
Quanto ao resto, prometo dar as receitas de
  • feijoada de legumes
  • chilli
  • bolognesa
  • almondegas de pimentada
  • bifinhos de cebolada
  • as minhas sopas.
Só mais uma coisa no que diz respeito aos legumes para sopa:
 
 
 
Quem gosta de comprar aquelas saquetas de misturas de legumes pré-preparados para sopa, e não gosta de ir muitas vezes ao supermercado, pode deitar o conteúdo de cada um dos sacos numa panela, cobrindo com àgua (pouca, só mesmo para cobrir), e levar a levantar fervura durante dois a três minutos. Depois de arrefecer, verte os legumes e a àgua da fervura para uma caixa por cada saco. Congela.
 
Bom, voltarei muito em breve com as receitas prometidas. Até lá.
 
(escrito no dia 12 de Maio deste ano, no meu blogue "A Dona de casa no País das Palavras")  
 
B'jinhos,
 
Fátima

23
Set09

Gripe A: as escolas e os planos de contingência...

Fátima Bento

 Como todos sabem eu tenho dois filhos: um com 13, e uma com 18, que andam em escolas diferentes. Atendendo ao risco de pandemia como insistem em se lhe referir, cada escola recebeu uma serie de instruções - que podem ser lidas aqui, e um reforço financeiro, como não poderia deixar de ser, para preparar as escolas para tentar conter o que se espera que aí venha. Todas as escolas só deveriam iniciar o ano lectivo depois de existir um plano de contingência, e medidas adequadas à prevenção da disseminação do vírus.

 

 

Então começo por contar como está ser na escola da Inês.

 

O ano lectivo teve início no dia 16 deste mês. No primeiro dia foram dadas indicações de todo o tipo, e passados filmes sobre o H1N1, tudo com o acompanhamento de Técnicos de Saúde. Em todos os pavilhões, em ambos os pisos existe um "garrafão" de gel de álcool para os meninos desinfectarem as mãos, bem como nas casas de banho, que se encontram neste momento todas abertas, para que a proximidade das mesmas leve a uma lavagem de mãos mais frequente. Todas as salas, independentemente da estação do ano, vão funcionar com janelas e portas abertas, para evitar o ambiente condensado e fechado, que só leva à propagação do vírus.

 

O único ponto menos positivo: como está previsto, os pais e encarregados de educação também devem ser elucidados e envolvidos nos procedimentos, e até agora não existiu qualquer contacto da escola nesse sentido.

 

E agora, como está a ser na escola do Tomás.

 

Agora não a tenho ao pé de mim, senão dizia a data, mas a verdade é que recebemos uma carta com o plano de contingência para a gripe A, atempadamente. Eu até mostrei algumas passagens ao Tomás, sem o querer alarmar em excesso (ele é um nadinha hipocondríaco), e esta segunda-feira, dia 21, lá deram início ao ano lectivo. Como? Com aulas. Passaram-lhes a informação de tinham de lavar as mesas no fim das aulas, e que tinham de tomar duche após as aulas de Educação Física (hello? Já no meu tempo era assim, e no ano passado também). Ah, e estão proibidos de emprestar material escolar uns aos outros.

 

Voilá. Filmes? Népia. Técnicos de Saúde, o que é isso (e o Centro de Saúde é paredes meias com a escola).

 

Indicações sobre lavagem de mãos? Qué??? Garrafões de gel de álcool - deve ser para rir. Como diz o Tomás, "ó mãe, nós nem temos como lavar as mãos depois de limpar as mesas!" Casas de banho? Duas, uma para meninos e outra para meninas, numa escola de mais de 2000 alunos - as outras estão todas fechadas. E claro que, tirando a carta com o plano, que mais não é que areia para os nossos olhos, os pais não foram contactados para nada.

 

Hoje adoeceram dois colegas do Tomás - não será, acredito nada grave, o grave virá com os primeiros frios - e o puto já diz que se começam a aparecer mais colegas doentes, não quer lá meter os pés.

 

Diferenças entre estas duas escolas? São as duas no mesmo concelho, embora em freguesias diferentes, mas estão as duas tuteladas pela DREL, e obviamente pelo Ministério da Educação, co-adjuvado pelo Ministério da Saúde.

 

Estou piurça, claro que estou piurça.

 

 

Assim como se me revolveram as entranhas quando o meu filho me disse que criaram uma turma com todos os piores alunos da escola. Não deve haver nada mais anti-pedagógico.  É uma carta de desistência para os miúdos. Os professores como não lhes conseguem dar aulas, vão passando faltas colectivas, até ao limite. Limite passado, meninos chumbados, têm de continuar a ir à escola, que era obrigatória até aos 15 anos de idade mas parece que agora é até os 18. E o que é que eles vão andar lá a fazer? A perturbar os outros alunos, das outras turmas!

 

Sabendo eu de antemão que é extremamente difícil dar aulas a crianças problemáticas inseridas numa turma regular, e que com isso, todos perdem em termos de desempenho, será menor a perda de que esta atitude absurda e inexplicável que a direcção de uma escola decide. Falamos de alunos que se plantam em frente à escola, do outro lado da estrada, a beber álcool, a fumar tabaco e haxixe, e que vão para as aulas completamente alterados.

 

Palavra que tudo isto é aflitivo a todos os níveis. Mas não é com facilitismos, criados pelos e para os professores que lá vão.

 

Bom, no que diz respeito à gripe, e à escola do meu filho, vou começar a mexer-me: na sexta já vou ligar para lá, para tentar falar com alguém da direcção. Se me começarem a barrar a entrada, vai uma cartinha para a Drel, do que soube pelo Tomás e a Direcção não me deu hipóteses de corroborar.

 

Agora a grande merda no meio disto tudo, é que no próximo domingo é dia de eleições, e até à tomada de posse do novo governo, parece-me que a Drel não vai funcionar: vai funcionando. E quando aqueles gajos todos assinarem lá o livro de honra e jurarem por sua honra o costume, e tomarem posse, já de gabinetes redecorados, a pandemia já estará aí. E à primeira morte, vai ser o pânico geral.

 

E das duas três, ou o Senhor Engenheiro já não se está já a ver como Primeiro Ministro e quer passar a batata quente à Manelinha deslavada, ou então, já tem um discurso preparado, decalcado daquele que usou para explicar(???) porque é que em Portugal a recessão só foi declarada um ano depois de o ter sido no resto do mundo industrializado...

 

Estou piurça? Ah pois estou!

 

Filhos da p***!

 

Vá, portugueses, votem PS no domingo, votem!

 

Arrgh!

 

Fátima

 

(ah, eu tenho de fazer uma correcção a respeito da minha intenção de voto: há uns posts atrás, falei que ia votar Bloco. Pois é que com pacto secreto com o PS ou sem ele, a minha cruzinha não levam. Só quando entrar no gabinete de voto, é que decido o que faço...)

 

23
Set09

JANTAR E CONCURSO

Fátima Bento

Então é assim:

 

Jantar

 

Preciso MESMO de saber quantas pessoas irão ao jantar até domingo, tops. Acontece que o nº de confirmações até agora não justificam que o mesmo seja feito (com grande pena minha, óbviamente). Digam ao menos que não, que é para eu saber, ok?

 

Concurso (sem vencedores, vai haver uma lembrança para todos os participantes)

 

O prazo para entrega termina também no domingo à meia noite. E eu gostava muito que houvesse mais gente a escrever! Já recebi um texto, uma "short message", tenho mais um prometido... mas gostava mesmo de receber mais! Vá lá...

 

E prontus, já disse tudo sobre estes assuntos.

 

B'jinhos,

 

Fátima

 

22
Set09

Wish list 2009

Fátima Bento

Pois e como já só faltam 9 dias para o meu aniversário, está na altura de dar umas guide lines aqui à famelga, quanto ao que a menina-dos-anos gostava de receber.

 

Assim, e ajuízadamente, que não estamos em épocas de desbarato, aqui fica a wish list do momento - o que não receber vai passar para a de natal...

 

Uma continha Pandora para o meu cordão de couro da marca. Esta cobrinha é um espectáculo!

 

Um livro - este é assim dqueles para desanuviar... e fico já com a desculpa para comprar o seguinte, "Louca por Compras e a Irmã", lol

 

 

 

Um filme: um dos meus favoritos; já o tinha, mas perdi-o...

 

Um IPod destes para me acompanhar nas caminhadas. É só clipar na cintura, e esquecer...

Um relógio: Nunca são demais, e estes dois são uns mimos!

 

 

 

Um perfume: e como eu adoooooro este!

 

 

 

Uma destas também caía muito bem... e compra-se na Fnac, na Worten...

 

 

Et voilá!

 

B'jinhos,

 

Fátima

 

21
Set09

Começar a semana com boa disposição

Fátima Bento

Ora senão vejam:

 

 

(ninguém trava um homem com um sonho!)

 

 

(alguém diz à senhora que , ó fana como deve ser ou é melhor estar "sogadinha"?)

 

 

(que é enquanto não derrete...)

 

 

(sem palavras)

 

 

(palavras PARA QUÊ??)

 

 

(essa marca não conheço...)

 

Boa semana para todos,

 

Fátima

20
Set09

Eu confesso

Fátima Bento

...sou apanhada. Apanhada por ter a despensa (e a arca) sempre atestada. Eu confesso que cada vez que vou à rua tenho de passar pelo minimercado, ou pelo supermercado, e nunca saio de mãos a abanar. Eu juro que, quando o marido diz: "temos de cortar nas despesas" vou a correr ao hipermercado a pensar " ...mas na comida não... mas na comida não!"

 

Não sou uma boa dona de casa, como é do conhecimento dos meus amigos que por aqui têm passado, sou boazita a dar conselhos de organização (no blogue "...no país das Palavras", que ainda está de férias), mas não muito boa a segui-los... mas no que diz respeito a comida, é que são elas. Eu assumo, fico assim p'ó doente quando me sinto a apróximar da fasquia miníma... e começo a ver espaços vazios na prateleira, e gavetas da arca menos de meias.

 

À conta disto, fui convidada para ir ao programa da Júlia Pinheiro na TVI. Acreditem, na próxima quinta-feira, "As tardes de Júlia" vai ser um regabofe. O que eu já me ri na sexta, na entrevista! Esta terça, vêm cá a casa fazer um apontamento de reportagem que vai fazer a introdução da minha intervenção, e na quinta, algures depois das 14h, estarei no ar.

 

 

Agora tenho de fazer um pedido aos meus caríssimos amigos que por aqui passam: alguém consegue gravar aquela coisa e enviar-me o ficheiro zippado? É que nem eu sei, nem tenho, como o fazer, nem conheço ninguém que mo possa filmar.

 

Se alguém puder fico eternamente agradecida! É que se não, não me vejo!

 

Bom, fico espectante à espera que alguém me diga: sim, Fátima eu faço-o!

 

Pleeeze!

 

 

B'jinhos,

 

Fátima

20
Set09

The Lost Symbol de Dan Brown

Fátima Bento

Para que não digam que eu não conto nada, estou a ler o último livro do autor de O Código Da Vinci desde quinta-feira passada.

 

 

E se me é permitido levantar um pouco o véu da coisa - descansem, que mesmo que quisesse, não consegia levantar muito, já que eu vou começar o capítulo 36, e o livro tem 133... a minha opinião até agora é esta: Dan Brown é brilhante. A sério.

 

A estória parte de uma cientista que tem um laboratório secreto onde faz experiências em nóética, que, dito de forma simplista, é a força da mente sobre a matéria (e aqui, sei que esta corrente ciêntifica e filosófica assenta em dados partilhados por milhões de pessoas à volta do mundo, neste momento, e que tem como imagem mais simplificada, o fenómeno de vendas 'O Segredo' de Rhonda Byrne. No entanto, a Noética é algo muito mais amplo, e a corrente de pensamento paralela a que me refiro está para 'O Segredo' como musica erudita para musica pop...).

 

Por outro lado, tomamos conhecimento de que Pierre L'Enfant, o arquitecto que projectou D.C., fê-lo tendo como base símbolos maçónicos e a sua geometria em que nada é deixado ao acaso. Entretanto, Robert Langdon está em Washington D.C. a braços com vários enigmas que envolvem a Maçonaria, na tentativa de salvar o seu amigo que caiu nas mãos de um lunático ansioso por poder (onde foi que já vi isto???)

 

Portanto, a partir daqui, começou a correria contra-relógio.

 

Concerteza que o livro tem muito mais para dar de que o que li até agora, e que me agrada.

 

(estou a omitir promenores que acabariam por actuar como 'spoilers', e neste, como em qualquer livro, não devemos mesmo saber demais...)

 

** Facto curioso: na caixa da minha nespresso não vinha o George Clooney, mas no "The Lost Symbol"  vem o Tom Hanks. A sua voz é clara, naquele seu sotaque muito próprio... já no "O Símbolo Perdido", tradução para português que sai no dia 29/30, dúvido que venha; eu pelo menos não estou a ver o homem a falar português... **

 

Piadolas à parte, o livro vale mesmo a pena. E se a escrita de Dan Brown está longe de ser brilhante, embora muito agradável, tenho um imenso respeito por qualquer escritor que leve 6 anos para lançar uma obra, pesquisando tudo, verificando tudo, para que nada seja deixado ao acaso.

 

Por isso, logo nas primeiras páginas do livro, ainda antes do início da narrativa, deparamos com a seguite informação:

 

"FACTO:

 

Em 1991, um documento foi trancado no cofre do director da CIA. O documento mantém-se lá ainda hoje. O seu texto codificado inclui referências a um antigo portal, e a sua localização subterrânea desconhecida. O documento também contém a frase "Está enterrado algures".

 

Todas as organizações mencionadas neste romance existem, incluindo os Maçons,o 'Invisibel College', o Departamento de Segurança, o SMSC e o Instituto de Ciencias Noéticas.

 

Todos os rituais, ciência, arte e monumentos mencionados nesta obra são reais."

 

-  mais alguém está ler este livro? se sim, gostava de partilhar a experiência, e falar um bocadinho sobre o assunto. Deixem um comentário abaixo...

 

Fátima

19
Set09

E agora que o meu aniversário se apróxima...

Fátima Bento

Vai sendo altura de começar a pensar em fazer uma wish list. Mas ainda não é hoje - ando mesmo com falta de imaginação, e só me lembro de coisas ... €€€€€... por isso, deixa lá baixar à terra primeiro...

 

Mas a falar com um amigo aqui da blogosfera, o Grey Cat, lembrei-me da paixão que tenho por... gatos azuis!

 

Por isso se alguém tiver um gatinho azul para dar, avise (é que eu nem sou esquisita):

 

(british shorthair)

 

(azul russo)

 

(chartereux azul)

 

 

(azul chartereux bebé)

 

Mas não é que eu possa ficar com ele... é só para eu chorar desalmadamente durante uma semana por não o poder ter!

 

Disparate, não é? Mas eu tenho duas coisas:

  • uma tara por gatos azuis;
  • uma gata tão mimada que até os miudos têm ciúmes dela...

Portanto, não posso combinar as duas situações...

 

Ah, mas ainda não contei: vou fazer uma tatuagem, depois das eleições. De quê? Da minha gata!

 

Eu depois mostro!

 

B'jinhos,

 

Fátima

 

B'jinhos

 

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D