Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

16
Set11

Eu lá tenho cara de rato????

Fátima Bento

Resolvi deixar-me em paz, 'largar do meu pé', como dizem os brasileiros. Se eu não gostar de mim, quem gostará (isto até parece um concurso de chavões...)?

De hoje até ficar melhórinha, só toco na cozinha. Ou seja, ele é loiça, roupa, e comida. Má náda. Nadica. 

Eu não sou hamster para ficar a correr na rodinha... porque se eu tentar fazer o que quer que seja, assim neste estado meio parvo em que me encontro (acabo a pílula hoje; ainda não 'recuperei' o sistema nervoso; 'tou dodói da sinusite, ou lá o que é), não vou conseguir fazer nada de jeito - não acabo o que quer que seja que comece, E vou ficar ainda mais irritadiça (spm oblige). 

Por isso, meus kidos, pelo menos durante o fim de semana, esperam-se sopas (e pouco mais que não estou para aventuras gastronómicas...) e descanso*.

 

* e em meio a isto tudo já reclamei a minha cama. Eu quero lá saber da bendita da coisa... do pescoço para baixo, não há nada que me não doa. Boa notícia: não me dói a cabeça {#emotions_dlg.ok}

15
Set11

É que não me faltava mais nada! MAIS NADINHA!!!!!!

Fátima Bento

Intervalo da melhor série que está a passar neste momento na televisão (por acaso no AXN), e eu a dar aqui um pulinho para me queixar. Ando chata. Mas desta vez sei que me vão compreender, e vai haver por aqui empatia aos mólhos...

 

Eu 'tou dó-dói da garganta. Ele é o calor, e mais o ventilador, e pronto, não há muito a contar, até tenho estado com febre. Ou seja, se há altura em que preciso de usar e abusar da minha cama, esta é ela.

E ontem à noite, a caminho da caminha entro no quarto e oiço o alarme-piccolina a plenos pulmões - a bicha nem dá um minhau, só pia como os pássaros, mas quando baixa o alarme, até os vidros abanam. Vejo a buzina a olhar para cima e sigo a direção dos renhaus em dolby sorrund, e ei-la: imperturbável, do alto da parede, um baratão de 6 cm (não estou mesmo  a exagerar), junto à sanca do teto. A Piccolina não se calava, e  tentava subir paredes, olhando para mim a intervalos regulares a inquirir-se porque cargas d'água eu não lhe dava uma mãozinha para chegar lá acima.

 

 

E eu, a fazer-me relaxada, abanco no meio da cama, pernas recolhidas, à espera que a aventesma ruiva continue o circuito e faça o favor de se posicionar sobre a porta do quarto, único lugar onde o meu campo de visão abarca o espaço suficiente para eu lhe dar uma valente sapatada com o chinelo e ver onde ela cai. E eu a fazer o filme todo, e a ver-me a gritar mata-mata-mata, e a saltar-lhe em cima até haver aquela coisa branca num raio de 50 metros, e a gata não saber o que fiz ao inseto. Ora estou eu nestes devaneios, sem mover os olhos da bisarma, e eis senão quando sua excelência pára, hesita, e resolve inverter o sentido de marcha. Ainda estende as patas da frente para o 'rodapé' (acho que é mais rodateto) de gesso, ou estuque, ou lá do que aquilo é feito, mas sente que a textura é demasiado lisa, e volta a meter as mãos (arghhh, mãos...) na parede. Mas completa os 180º, e eu vomito um 'pronto, Piccolina vai ter mesmo de ser assim e agora, senão hoje não durmo...' subo para cima de um banco, e é nesse momento que cruzamos o olhar. Digo-vos, meus senhores, que 6 cm de barata assim de perto deixa o mais corajoso sem pinga de sangue... levanto o chinelo, a Piccolina incita-me com MINHAUUUUUSSSSS em êxtase, faço pontaria e... acerto-lhe de raspão e a p*t@ da barata cai-me para trás do armário.

 

 AIVÁLHAMOOSANTO!!!!!!

 

Escusado será dizer, para encurtar a estória, que adormeci às 4:00h, e posso dizer que dormi de olhos abertos, com o alarme presente e sem dar um pio, mas aquela coisa em zoom não me saía - nem sai! - da cabeça...

Agora alguém me explica de onde aquela porr@ saíu? Eu passo o verão com a janela aberta, sim, MAS com estores bem encostados em baixo, e aquele rinoceronte não cabia nas frestas do estore. Será que existe algum espaço vazio na caixa do mesmo por onde aquele elefante se tenha esgueirado? Garanto que não vou verificar, não vá me cair alguma em cima. Pelo sim pelo não vou agarrar na porcaria (é mesmo porcaria) do veneno em gel, e espalhar pelos cantos recônditos do quarto - onde nem o alarme nem a sua tia cheguem - a ver se o T-Rex é atraído pelo 'doce' da coisa, se empantrurra e morre bem morridinho, qu'eu não gosto cá destas brincadeiras.

 

É que não me faltava mais nada! Dividir o meu quarto com um baratão! Escusado será dizer que não sei muito bem como é que vou conseguir adormecer hoje... chamem-me maricas, força! Eu queria ver-vos a olhar uma besta daquela olhos nos olhos...

Argggghhhhhh!!!!!

(e com isto tudo, aquela estória do "ben-u-ron e cama" 'tá-se mesmo a ver, não tá? Hoje andei a paracetamol, mas mal parei em casa, e quando cá estava, era sentadinha no sofá da sala, com as mialgias do meu corpinho a berrarem: Cama! Cama! Cama! e eu a fingir que não ouvia. Acho que vou ter de ingerir um valente suporífero, senão é mais uma noite p'ó bochecho, e se não descanso, amanhã ainda acordo a sentir-me mais dó-dói...)

 

Podem deixar-me bouquets de simpatia nos comentários, sim?

Assinado, uma Fátima bué assustada

15
Set11

Isto de ser gaja tem muito que se lhe diga...

Fátima Bento

Situemo-nos: conhecem o Barreiro Retail Park? Situando-nos ainda melhor, não é no Barreiro, aquilo é mais Coina.

 

 

E ainda mais específicamente: conhecem o MacDonalds do BRP? O revestimento do chão do estacionamento do MacDonalds do BRP?

 

Aquilo não é piada, aquilo é mesmo atentado!

 

Já lá fui sem saltos - torci um pé. 

 

Já lá fui com saltos - não, não é desaconselhável: é mesmo de gueixa, um péziiinho atrás do outro, e contamos com mais 30 minutos para o almoço, 15 para ir do carro à porta do restaurante e 15 para o caminho inverso.

 

Hoje fui de cunha, daqueles sapatos-à-prova-de-quase-todo-o-terreno. Parecia uma tontinha, pé aqui, pé ali, **tunga!**, pé aqui...

 

Ou seja, falta experimentar com ténis, mas mesmo de ténis quem tiver pés pequenos e/ou estreitos, não vai estar muito confortável...

 

Rai's parta o HOMEM que projectou aquela me*d@. Só pode ter sido um gajo, de pé grande e largo à la barbatana. Daqueles que não imagina o que é andar em cima de uns saltos e muito menos imagina o que é calçar um 36 (não é o meu caso...).

 

E se fosse fazer companhia aos senhores do widgeo, hmmm? Se calhar não era má ideia...

 

- calçada portuguesa? Acreditem, é a única coisa que consegue ser mais perversa...

 

Chiça!

 

(ah, o blogue novo foi atualizado ontem à noite -> aqui )

14
Set11

Qu'é que é esta me*d@????

Fátima Bento

Atão não querem lá ver?

 

Cada vez que abrem o meu blogue, alguém ganha dinheiro às custas d'outrem - sendo, neste caso, minhas e do sapo.

 

Ó coisinhos do widgeo, e se fossem levar no rabinho, não era bom? não?

 

- é que até aqui abria a pagina da Fnac, e assim c'um'ássim, eu já lhes dou tanto destaque, que não estava nem aí... mas agora é uma tanssísse qualquer de um concurso ou de um sorteio, ou não sei o quê...

 

Eu tirei o Mezz. Eu mudei o contador. Eu tirei a janelinha dos seguidores do facebook. Tutti, tutti.

 

Ó PEDROOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Eu não quero dar dinheiro a ganhar a estes gajossssssssssssssss!!!!!!!

14
Set11

O que é que acham? Hmmm?

Fátima Bento

Então é assim: uma gaja entra na Nespresso decidida a comprar o lote Djhana, novinho em folha.  

Compra efetuada, perguntam-me (sim, a gaja em questão sou mesmo eu) se aceito um café, como de costume. Pois que sim, que até tomo um Volluto. Enquanto me tira o café, o empregado pergunta: e um pacote de açucar, chega? Arrhan... estão-me a perguntar se um pacote de açucar para um Volluto CHEGA???? Ô pessoal, eu sei que os pacotinhos de açucar da marca só têm 3g, mas eu pedi um Volluto (já devia estar a r€c€b€r por tantas vezes dizer o nome do lote) que tem a que eu pensava ser o menor índice de intensidade - mas afinal é o Cosi - de modos que chhhiiiiiiimmmmmm, um pacote de açucar chega!

 

Fiquei qu'aquilo na cabeça: será que estou a precisar de perder peso ou tenho cara de gulosa?

 

(eu cá inclino-me mais para a segunda hipótese... se bem que menos três quilinhos e não se perdia nada o pior é que atrás dos três vêm cinco, seis... e lá volto eu a ficar com cara de cadáver. Deixa estar assim que está bem).

14
Set11

A oitava maravilha (sample do blogue on a budget #1)

Fátima Bento

Não gosto, nem tenho paciência para grandes complicações. Seja na cozinha, seja onde for, quando posso facilitar, facilito. Já há algum tempo que elegi os meus cosméticos favoritos, todos multi-usos: o contorno de olhos além de ser anti-rugas, também disfarça os papos e as olheiras; o hidratante tem cor; o desmaquilhante é micelar; encontrei, recentemente, um creme duche que dispensa passar hidratante no corpo... não tenho pachorra para preciosismos.

 

Ora, descobri aqui à tempos um produto na (e da) Sephora, que se chama "Crème Hydratante qui fait tout/Head to toe Hydrator". A promessa: mãos, pés, corpo, rosto (inclusive, numa camada mais espessa, pode servir de máscara), pontas do cabelo... e mais o que vos passar pela imaginação.  

 

Pois bem, quando passei o dia em Évora, levei a minha embalagem, a estrear, comigo. Depois de almoçar, estando à sombra de uns chaparros (por acaso até eram plátanos, mas chaparros combina melhor com alentejo, não acham?) abençoados, senti a pele das pernas áspera e os coitadinhos dos pés a precisar mesmo de miminhos. Tirei o selo da embalagem, e 'bora lá experimentar a coisa.

 

- Primeira impressão: o aroma. É agradavelmente suave, não nos ataca pelas costas quando estamos desprevenidos nem fica agarrado que nem uma lapa durante todo o dia (quem já usou o Strivectin sabe do que falo...)

 

- Segunda impressão: a textura. Funde-se facilmente na pele, não deixa resíduos gordurosos.

 

Apliquei nas pernas, mantiveram-se suaves durante horas. Nos pés, fiquei admirada, nos pontos onde a  pele está mesmo endurecida, não costuma absorver nada, a menos que tenham sido submetidos a um banho morno antes para amaciar a coisa... mas absorveu. Não vou dizer que é milagroso, as peles duras continuaram a necessitar de outro tipo de miminhos mais precisos, mas os pés ficaram muito mais suaves ao toque, e com um extra: sem escorregarem dentro das sandálias - quem ainda não calçou umas sandálias de saltos altos depois de hidratar os pés e andou a patinar dentro do calçado, hmm?

 

Nas mãos, cumpriu. As minhas mãos andam demasiado secas por isso, vou apenas dizer que cumpriu.

 

Por experimentar ficou o rosto, em hidratante ou máscara, e as pontas do cabelo.

 

Agora a pergunta de um milhão de dólares: quanto custa essa 8ª maravilha? Pouco. €8,70 a embalagem de 125 ml.

 

Agora a rentabilidade depende da utilização. Se para rosto, mãos e pés, a embalagem acredito que chegará para um mês de utilização (não estou a incluir a aplicação em máscara no pacote, que utiliza uma maior quantidade de produto). Já se o for espalhar regularmente no corpo...

 

 

Classificação (de € a €€€€)

 

- Eficácia: €€€

- Praticidade: €€€€

- Qualidade/preço:€€€

 

Adenda:

Perfeito para levar de férias! No vanity: água micelar, champô suave (os de bebé são ótimos para esta época do ano em que lavamos o cabelo pelo menos uma vez por dia, e têm preços simpáticos), creme de duche, os protetores da praxe, e esta maravilha.

Juntar apenas um iluminador, um pó bronzeador, um gloss e uma máscara de pestanas.

 

Voilá!

 

(Como este blogue ainda está em fase de experimentação, agradecia comentários com feed back para aqui. Obrigada)

14
Set11

Mesmo, mesmo aí a rebentar...!

Fátima Bento

Ok. 

Mesmo aí ao virar da esquina está o blogue novo. Eu queria 'inaugurá-lo' assim todo certinho e direitinho, e coiso, com direito a fotografias certinhas, preços atinadinhos, e apoios. E tutti, tutti!

Só que no mundo real das pessoas reais e de carne e osso e a sério, as coisas não têm por hábito saírem perfeitas, lindas e coiso, a menos que se dediquem meses à preparação das mesmas, e que se crie uma rede de contatos valente a qual se saiba usar. Não se trata bem de pôr a secretária no quarto do puto, montar a cadeira, voltar ao meu quarto que ficou revirado - para combinar com  resto todo - e **EUREKA!!** bora lá, tunga, o blogue 'tá aqui.

 

Pois que não está. Pois que não vai estar TA-DA!!! - talvez daqui a um ano ele esteja como eu queria que ele começasse agorinha mesmo.

 

Por isso daqui a uns dias a coisa estreia. E daqui a um ano, e coiso, faço um concurso, ofereço umas t-shirts, lanço um mólho de balões e ponho fotografias, e inauguro o estaminé, boa? Por agora, iremos fazer o caminho... caminhando.

 

Por enquanto, vou deixar umas 'amostras' do que vos espera lá no cantinho novo, aqui neste espaço. Gostava muito que me dessem feed back, ok?

 

Até já...

13
Set11

Comédias e água benta...

Fátima Bento

Pois que hoje fui ao cinema. E já vai algum tempo sem falar de fitas, não leva? Então também não esperem grande coisa hoje, ok?

 

Depois de me 'terem vendido' que o filme Bridesmaids/A Melhor Despedida de Solteira era a comédia mais inteligente do ano, e de, após tê-lo visto, ter-me quedado com vontade de usar a minha estupidez ao peito como uma medalha, por oposição os elogios rasgados ao QI da pelicula, hoje entrei na sala de cinema avisada por uma amigo cinéfilo que Horrible Bosses/Chefes Intragáveis não passava de uma promessa por cumprir, e preparadinha para tal isso.

 

Afinal, fico na dúvida se o alfinete de peito não será mesmo merecido, porque se o primeiro me deixou com uma sensação de deja vu, e de que algo bolorento tinha passado por mim deixando um rasto a naftalina no ar, este foi refrescantemente despretensioso. É uma comédia que é uma comédia, sem pretensões a nada mais que isso. Não há cá espaço para  críticas rasgadas nem vénias bacocas, porque não é - de todo - disso que se trata.

 

Dá gosto, sempre, ver o Kevin Spacey. Sempre. O Colin Farrel está de-li-ci-o-so no boneco que interpreta, impagável. É pá, estão todos bem, no QB que a pelicula pede, e até o excesso de botox no rosto de Jennifer Aniston (porquecargasd'agua...) a gente perdoa - a gaja até fica muito gira morena.

 

Pronto.

 

Ri-me e não pedia mais que isso.

 

Agora façam um favor à tia Fátima e metam o Bridesmaids no rabinho, sim? 'brigados.

12
Set11

StressE, stressE e mais stressE*

Fátima Bento

(sim, porque agora é assim que se escreve...!)

 

Então é assim: no sábado, cedi. Lá fui eu à farmacia comprar aqueles comprimidos-que-não-margem-de-manobra-a-não-ser-cair-de-sono. A verdade é que desde terça-feira que não descansava, os acupressores lá faziam o seu papel (a sério, aquela coisa funcemina mesmo!), mas mal abria a pestana, ficava a 500 km/h. É que não conseguia estar 20 segundos na mesma posição, era de deixar qualquer pessoa que estivesse ao pé de mim com o sistema nervoso esfrangalhado. Para além disso, cheguei a um ponto em que já não articulava bem o discurso, atirava com as palavras como se estivesse na barraca dos tirinhos, e às tantas para acertar uma era um castigo. Ao coro de 'tens de descansar', 'estás esgotada', e ao sentimento de ter a mioleira em papas de sarrabulho, lá fui comprar os autorizados SOS's que p'a desmamar são uma bosta. Mas quando é preciso, é preciso. E o meu psi, aquando do último desmame disse que o tinha feito de forma muito sensata, por isso,estou a fazer o que devo.

 

Vai daí que desde sábado consigo descansar. Ontem de tarde deitei-me, e se dormisse dez minutos, já acordava a babar-me - e o último comprimido que tinha tomado tinha sido sábado ao deitar!

 

No entanto...

 

... ele são caramelos de chocolate - tenho um saco mesmo aqui ao lado- ele são chupa-chupas, daqueles espalmadinhos do minipreço... a sogra mandou pastéis de feijão - oito! - ontem, e como mais ninguém gosta... bom, neste momento, a caixa só tem um. E não são miniaturas.

 

Para fim de conversa, a minha amiga da frente, fez torta de côco e trouxe-me três fatias. Aivalhamosantinho, qu'aqui a melher qualquer dia arrebola...

 

Pretantech, dá p'a ver qu'aqui eu 'inda 'tou toda esfrangalhadita dos neurónios, e a alargar a olhos vistos. Se eu não acalmo os nervos e começo, tipo, a fazer umas caminhadas, ou coiso, depois aiaiaiaiaiaiai...

 

Enfim... mal por mal ando docinha... acho eu...

 

*POR ACASO até não é. É ESTRESSE. Tenho dito.

12
Set11

Quick update

Fátima Bento
  • o pai já está em casa. Correu tudo bem.
  • eu já consigo descansar, depois de ter andado meia maluca por exaustão; não há hipótese, tudo o que afecta o meu pai, morde-me forte e feio...
  • ontem foi a 'comemoração' do decénio sobre o onze de Setembro. Não escrevi, nem escrevo nada sobre o assunto, porque, depois de dez anos a observar o que os 'senhoras do mundo' fizeram com ele, não ia concerteza entrar mosca, o que por exclusão de partes faria sair asneira...
  • o puto tá fixe, ainda sem saber quando começam as aulas (só aqui, mesmo, só aqui...)
  • a Inês tá na crewe do Danny Boyle durante quinze dias, a acompanhar a filmagem do novo filme do realizador (não me perguntem o nome do filme que sei mas não me lembro... ok, é 'Trance', prontx)
  • tá um calor do canudo, qu'até 'tou com preguiça de ir até à praia... erghh...

E é tudo por agora. Inté.

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D