Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

03
Dez11

É que não há maneira, mesmo...

Fátima Bento

Se isto fosse um concurso tinha ganho.

Prontx.

Já fizeram contas comigo.

Depois das angústias dos últimos 30 dias, devia estar a dançar, dar pulinhos enquanto batia os calcanhares no ar.

 

Devia, não devia?

 

Então porque é que não estou? Porque é que me sinto intoxicada por esta toda energia negativa que andou a rondar, a rondar-me, e chegou a enfiar-se debaixo da minha pele?

Será que vai levar muito tempo a desaparecer?

 

Será que se aplicar o exfoliante corporal a seco e esfregar com força, ajuda?

Porr@, pá, era mesmo para estar contente, feliz e aliviada,

e afinal, estou só...

...agoniada.

 Triste, a sentir-me sózinha e com a sensação que ninguém consegue imaginar como me estou a sentir...

03
Dez11

Sabem aquela frase, quando a gente 'tá em baixo até os cães nos mij@m em cima? Pois, é mais ou menos isso...

Fátima Bento

Toda a gente sabe que eu sou apanhadinha pelos meus rebentos, certo? Não falo dos de quatro patas, falo dos de duas.

Toda a gente sabe que sou a fan nº1 da minha piolha que está a viver na Terra dos Bifes, e que acredito que ela venha a receber no mínimo um Bafta e um Óscar, e tutti, e tutti a que tem direito.

E que sou doida por este gajinho que vive cá em casa e que me deixa doida (chiçaqu'a adolescência deu-lhe com força, realmente às vezes só apetece fechá-lo num armário, deitar fora a chave, e ainda ficamos na duvida se atiramos ou não o armário escada abaixo. Quem tem adolescentes, daqueles 100% pure teen, sabe do que falo...) mas adooooooro aquele puto que há-de ser 'um rei'!

Um dia 'acordei' e dei por mim a pensar que aquela ligação quase dois-em-umque sempre tive com a Inez ia acabar. Não pela a quilométrica (são só duas horas e meia e pouco mais de €100); não pelo contato ser difícil: telefone, MSN, skype, facebook... não, ela estava a seguir com a vida dela, e eu não estava lá para ir acompanhando, como é normal e recomendável. Eu ensinei-a a voar, e ela agora está a voar - e que prazer é vê-la lá no alto, mesmo quando o meu coração está mais pequenino.

Mas às vezes há pequenas coisas (que muitos podem não considerar tão pequenas quanto isso) que nos apanham de surpresa, e doem um bocadinho.

Porque o timing é mau, tão mau.

Porque a gente já se sente a última das criaturas,

Porque o mundo está todo viradinho contra nós,

Porque a nossa saúde (ou falta dela) anda pelas ruas da amargura,

Porque o coração ameaça saltar-nos pela boca e acompanhar com uma animada dança o nosso último estertor...

Por tudo isto e por uma razão que qualquer mãe conhece lindamente:

PORQUE SIM!

Por isso estou triste. Estou mesmo muito triste.

(Inez, porra!)

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D