Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

16
Abr12

Piccolina: uma história em três fotos

Fátima Bento

#1

 #2

#3 
Legenda:
#1 - acabadinha de trazer da rua, com uma pneumonia e um olhinho vazado por um cigarro. Banhinho tomado e figas feitas a ver se sobrevive.
#2 - 2 ou 3 semanas depois, já um membro da família de pleno direito - não que não o fosse desde que lhe peguei ao colo para a trazer, mas de já de pedra e cal.
#3 - 484 dias depois, coisa mái linda!
To be continued, por mais 16 anos, se durar tanto com a 'tia' Blimunda...

15
Abr12

Hoje

Fátima Bento

Acordei.

Primeira constatação: a dor-de-cabeça continuava no lugar (pareço uma velha chata que só fala de maleitas... eargh...).

Segunda constatação: ai o que eu dava por umas mãos, uns dedos a percorrerem a minha zona lombar com sapiência! 

  
Esta semana já é a segunda ou terceira vez que acordo com esses desejos. Ando 'à rasca' da lombar - e a cervical, apesar da almofada ser fabulástica e ter melhorado bastante a situação, já viu melhores dias...
Quer isso dizer que:
- Lombar: preciso de trocar de colchão, aquele ja deu o que tinha a dar;
- Cervical: mudar o sofá para a outra parede e comprar duas cadeiras relax destas, para (re)pousar a cervical.
Agora só falta a minha carteira concordar comigo...
**sigh**
B'jinhos!
Ps1: a dor de cabeça, mal entrei na cozinha e vi o sol, passou como por magia!
Ps2: a dor de cabeça, voltou, 15 minutos depois, quando caiu uma pequena abada de água...
Ps3: a dor de cabeça, está outra vez de partida, o sol descobriu de novo.
[acham ue estarei a ser parva se disser que estas enxaquecas são por sensibilidade à (falta de) luz?]
Assim c'um'assim, vou já meter o paracetamol na carteira, que não sei como o tempo esta para as bandas da Cova da Piedade...
Inté!

14
Abr12

Via Sacra do mês: done! (e, ah, é verdade, hoje é DIA MUNDIAL DO CAFÉ!!!!!)

Fátima Bento

Acordei febril e com dores de garganta. Não liguei nenhuma. O marido já estava a pé, mas as gatas estavam uma aos pés da cama e outra em cima da mesa de cabeceira a ver se eu acordava. A ração tinha acabado ontem à noite, de modo que o meu último pensamento antes de adormecer foi amanhã acordo, enfio-me na roupa e saio porta fora para lhes ir comprar comida antes que comecem a pedinchar...

Pois, está-se mesmo a ver, acordei toda torcida de ressaca do dia de ontem, sais a correr, sais, é que é já a seguir! Enfiei-me foi dentro da despensa - sim, a minha despensa dá para a gente se meter dentro - a vasculhar o caos em que as prateleiras se encontram (bad, bad Fátima!) à procura de uma qualquer couvette de paté  (que elas não gostam e eu comprei há um ror de tempo, e por lá andou até que, como constatei à bocado, deitei fora), ou uma qualquer ração rejeitada - é habito haver uma ração rejeitada, planeada para usar nestes SOS's, que nunca se encontra quando é precisa, mas ACHEI! Tunga de ração do Minipreço nas gamelas, elas lá comeram quatro bolitas cada uma, a Piccolina ainda andou atrás de mim a piar em ponto de interrogação (a gata não sabe miar, faz piu em diferentes tons) , mas eu só abria as mãos com as palmas viradas para cima: 'a avójinha não tem! A avójinha já vai cumpar, tá bem?'(sim, eu falo assim com as gatas e ratas; para a Mia sou a Nôna, e para as ratinhas, a tia Fátima, que lhes dá minuínzi e mananinhas - por isso deslarguem-me).

Tirei o café (ah é verdade, hoje é DIA MUNDIAL DO CAFÉ!!!!!), peguei no iogurte liquido,fui para a sala, pegeui no pc, fiz o jigsaw do dia, respondi a emails e comentários, vi os meus blogs favoritos na diagonal, e, então sim, vesti-me e comecei a via sacra. Era meio dia.

E hop, que vamos lá ao Rio Sul Shopping, qu'é mesmo aqui ao virar da esquina, 3 minutitos, com o laranja da reserva acende-apaga, acende-apaga...

Lá chegada, loja dos animais, comprar duas saquetas Royal Canin Beauty, qu'as gajinhas comem meia saqueta cada uma ao pequeno almoço: uma para lhes dar mal chegasse a casa e outra para amanhã de manhã. Para o resto do mês, compro no Almada Fórum amanhã, quando for buscar o café (ah, é verdade, hoje é DIA MUNDIAL DO CAFÉ!!!!!) para moi e para os sogros - ali, a Royal Canin é MUITO mais barata.

Sigo para a Modalfa, que está com -50% nos artigos assinalados, mas não tinha nada de jeito. Já a Tezenis hoje tem os soutiens todos a €5, mas como só têm copa B, não dá para mim.

E então, Continente. Quando vou ao Continente fazer compras à seria é uma epopeia. Ela lê os rótulos, ela compara os preços todos, divide até à grama, multiplica até ao peso final para ver qual das embalagens fica mais económica, vê a quantidade de açucar, de gordura, as kcalorias, o diabo a sete. Já para não falar que quando está quase na Well's se lembra que ainda não pôs a ração das renhaus no carrinho, e tem de atravessar aquela coisa até ao extremo oposto. Ou seja, quando me dirijo à caixa, poiso a pistola no sítio e passo o cartão Continente, estou prontinha para cair para o lado. Qual, ainda falta passar os cupões de desconto... que, é claro, têm de ser inseridos à mão pela funcionária amorosa (a serio, são todas amorosas). Seeeeeeeeca! Bom lá faço o pagamento e saio de carrinho cheio de compras e uma pilha de sacos plásticos. Páro na tabacaria - obrigatório, atão a gaja saía sem uma revista? - para comprar a Biba de Maio, e sigo até a Rocinante. Vontade de pegar no carrinho em peso e vira-lo para dentro da bagageira, não me faltava, mas tive de ensacar as compras primeiro.

AHHHHHHH!!!!!!!!

Quando acabei e me sentei no banco do carro deu-se-me uma tontura valente e volto a sair e a ir à bagageira a buscar um yoggi. Verifico o talão de compras enquanto bebo o iogurte: de um total de €132,21 pago €124,81 depois de descontados os vales, e trago de saldo no cartão €18,36. Palmadinha nas costas, not bad, dear, not bad at all.

Raciocino: e agora? Ah pois, gasolina. Na Galp, que todas as sextas e sábados e ao 3º domingo do mês marcam os combustíveis a menos 5 cts/litro. Isso e o talão viceversa, sempre são menos 10 cts/litro. €40,26, pago 39,09 e trago um talão para descontar no Continente de €1,17.

Sigo para o Pingo Doce para comprar o café para  marido levar para o trabalho e não resisto: agora também já têm capsulas de chá, trago uma embalagem p'ó gajo fazer um brilharete na segunda. Isso, e um ensaio da Maria Filomena Monica sobre a morte, são os dois extras que permito. No total €15,87, venha ao Pingo Doce my ass...

Dirijo-me por ultimo ao Lidl, para ir comprar alhos (pois, em meio ao resto, esqueci-me), os gelados da promoção deste fim-de-semana - duas caixas que ficariam em €4,98, a €3,00, mais uns croissants, e nozes, €9,68.

Voltei para casa, estacionei o corcel em frente ao prédio - eram 15:15h! - descarreguei a bagageira para o hall da escada, trouxe dois sacos e uma palete de leite para cima, e o marido trouxe o resto.

Agora a 2ª volta será, provávelmente, amanhã, Continente, trazer com os €18 que estão no cartão+o talão viceversa, mais Yoggis [4+2 €2,24-0,30 (vale do fornecedor, boa sorte para encontrar...) = 1,94, isto é, 0,33 cêntimos/unidade], e aquelas pequenas coisas tipo polpa de tomate, feijão enlatado, cogumelos etc, que não vieram hoje.

Prontx.

Agora, "morridinha" da silva, restam-me duas opções: ou me deito um bcadinho (assim uma hora e meia, estã a ver?) ou vou ali à cozinha e tiro um café. É que ainda não tinha dito, mas

HOJE É O DIA MUNDIAL DO CAFÉ!

13
Abr12

Setúbal ida e volta...

Fátima Bento

Começo pelo fim: voltei pela auto estrada, que tinha o carro a entrar na reserva, e paguei €1,65 de portagem! UM EURO E SESSENTA E CINCO cêntimos!

[Ok, eu admito que ando a ficar um bocadinho apardalada, e a contar as moedinhas todas-todas, qu'isto três pessoas a viverem do income de um funcionário público "pequenininho" no ranking dos FP, é mesmo obra, e eu ando a ficar apanhadinha. Mas UM EURO E SESSENTA E CINCO cêntimos! SERÁ que poupei 0,9 (aprox.) l de gasolina ao vir por lá?]

Bom, mas esta sexta-feira 13 foi um papelinho.

Desde ligarem para o telemóvel a propor uma consulta para amanhã, quando o puto tinha consulta hoje - que confusão que para ali ia! - indo nós a meio do caminho, até à p*t@ da chuva, e eu que logo hoje me deu para descobrir um caminho novo, e perdi-me, e o puto começou-se a passar (ÓY, qu'isto de estar perdido é um eufemismo, estava no concelho de Palmela e faltava hora e meia para a consulta, as estradas vão todas dar a algum lado, n'é? Qu'a coisa...), lá nos 'encontrámos', não sem antes ter de fazer duas inversões de marcha debaixo daquela chuva, sem ver quase nada...

... eargh, fiquei com uma dor de cabeça que ainda aqui está, 1g de paracetamol e 15 minutos depois da toma.

Chegámos ao Hospital cedo, fomos para o bar e o Tomás desce um ou dois minutos antes das cinco - hora da consulta. Ato contínuo,  ligam-me para saber se ele estava no Hospital! Se tínhamos feito a inscrição - e pago! - era porque estava, duh! Deve estar no elevador, disse eu. Desliguei com um WTF - que no português que usei diz-se p'amor de deus!? - e olhei para o relógio. 20 minutos depois o meu filho aparece. Fiquei passada: 20 MINUTOS DE CONSULTA? Depois lá percebi que se fosse mais tempo a coisa tornava-se contraproducente.

 

Depois voltámos. Cai uma carga d'água quando nos dirigimos para o carro, ao qual chegámos dois pintos, que se intensificou mal dei à chave. Esperámos um bocadito, e fizemo-nos à (auto)estrada, tendo chegado ao nosso destino, sãos e salvos.

Ou seja, eu, condutora destemida, e coiso, 'tou aqui toda 'arrebentada'. Deitava-me já, e só acordava amanhã!

Fónix!

09
Abr12

A parte final do desafio

Fátima Bento

Partindo do desafio que fez parte dos dois posts anteriores, eis a última parte: as minhas 11 perguntas e os blgues/bloggers a quem as atiro.

Ora então aqui vão as minhas 11 perguntas - que não são exatamente perguntas... a ideia é dizer a primeira coisa que lhe venha à cabeça, relacionada com o item apresentado. Idealmente deveria acrescentar "...porque," e completar a frase...

São eles:

  1. um filme;
  2. um livro;
  3. uma musica;
  4. uma emoção;
  5. um país;
  6. uma cidade;
  7. um programa de televisão;
  8. um sítio no net;
  9. um blogue.
Blogues desafiados:
  • RAIOZINHO (o karma é 'ma coisa tramada, muahahahah)
  • MOMENTOS DISPARATADOS (é tipo boomerang, vai-e-volta) 
  • Angela (eu sei que já fizeste o desafio, por isso faz só as minhas 11)
  • Diana
  • Droky
  • e faltam seis. Podem passar e levar, XIIIIIMMMMM???????
- Para quem ainda  não fez este desafio completo, as instruções estão aqui
Ciao belli!

06
Abr12

Desafio #2/2 partes

Fátima Bento

Paralelamente ao convite para o desafio que a Raiozinho me fez, a querida blogger do 'Momentos Disparatados' bisou o convite. Ora aqui a Fátima não vai rebuscar mais onze factos sobre a sua pessoa, mas responde de bom grado às suas igualmente onze questões.

1-Filme preferido?

Esta é uma pergunta que até me faz tremer... pior só mesmo "qual o filme da tua vida", que teria de se contentar com um 'não sabe/não responde'. Agora o favorito... ai são tantos... vou pelo que vejo mais vezes: O 'Love Actually'. É um filme que não me cansa.

2-Que ideia tem dos Lares de Idosos?

Quando for velhinha quero ir para as "Casas da Cidade", do grupo Espírito Santo (os meus filhos têm de ser milionários, para dizer o mínimo...). A ideia que eu tenho é que a maioria dos lares de idosos são depósitos de velhotes à espera de morrer, assim mais ou menos bem/mal tratados, consoante quem lá trabalha. Peço desculpa se estou a fazer um mau juízo.

3-Se tivesse de sair de Portugal para onde gostarias de ir viver?

Uiuiui... para Londres, claro, mais que não seja ficava perto dos netos que, a seu tempo, hão-de nascer. Mas não me façam sair deste clima, puliiizzzeeee! Eu adoro Londres e gosto muito de lá ir; mas não quero lá ficar!

4-O que é que te tira o sono?

Quando acaba o Cymerion, não consigo dormir, e fico com palpitações - mas eu sei que a pergunta não é essa. Injustiças aos que me são próximos, problemas de saúde dos mesmos. E o dinheiro que não tenho.

5-Se encontrasses uma mala cheia de dinheiro e se soubesses que esse dinheiro era de alguém muito rico, mas de origem duvidosa o que fazias?

O mais bonito é dizer que devolvia não é? Mas não o digo, porque não sei. Uma decisão dessas depende muito da situação em que nos encontramos no exato momento em que nos deparamos com ela.

6-Uma imagem da infância?

No post "hoje, renasço" que é um dos dois melhores que escrevi até hoje, vem uma descrição vívida de uma imagem da minha infância. É uma delicia de ler, espreitem (não devo nada à modéstia, mas vão ver que, neste caso, tenho razão)

7-Uma situação embaraçosa que tenha vivido?

Ah apanhei duas valentes tosgas durante toda a minha vida, e não tenho DE TODO, QUALQUER intenção de apanhar terceira. A primeira foi há meia dúzia de anos e a segunda, no ano passado. Se aquando da primeira não tive ressaca (mas uma branca que durou quase uma semana), da segunda lembro-me de tudinho mas tive uma ressaca dos diabos. Jurei nunca mais, porque é um desperdício, o dia da ressaca. 

É claro que em ambas as vezes, as figuras que fiz foram tristes e algo embaraçosas... 

8- Serão as mulheres complicadas?

Ná. Os homens é que complicam tudo o que dizemos, fazemos ou pensamos. Ó gentinha!!!!!!

9-O que te faz rir?

Muita, muita coisa. Eu própria. O meu filho, as coisas que me conta e mostra. As coisas que a Inês me conta. A Piccolina a brincar com o ratito-de-brincar no corredor. As tonterias do marido. Recordações. Alguns posts mais antigos do blogue.

10-Se soubesses que amanhã ia acabar o mundo o que farias?

Apanhávamos todos, gatas incluídas, um avião para Londres, para acabarmos todos juntos.

11-Como seriam as férias de sonho?

Sem dinheiro - ou seja tudo já pago. Num hotel-spa em Bali, ou qualquer sítio onde a água seja transparente e morna. Ou num ashram na Índia. Depende da fase que estivesse a ultrapassar.

05
Abr12

Desafio #1/2 partes

Fátima Bento

Ok.

A Raio-de-Luar do blogue Instantes desafiou-me há umas duas semanas, ou assim, e eu fiz uma bela "declaração de princípios" e coiso, e depois meti os pés pelas mãos e o PC fez-me um manguito (pois, se o office estivesse instalado não tinha feito, bad, bad husband...) e kaput, foi tudo à viola.

Depois mudei de personalidade, mas agora já consigo falar de mim outra vez sem incorrer no risco de ter o juízo toldado... eu estou uma bolinha, mas o juízo está bem e recomenda-se.

Ora as regras do desafio são as seguintes:

 

"1. Escrever onze factos sobre mim - Okeedokee 

 2. Responder às perguntas que me foram propostas - certíssimo;

 3. Escolher os voluntários à força para responderem a este desafio - ah mas já toda a gente fez este!... 

 4. Fazer onze perguntas para os ditos voluntários responderem - ok, mas vou eviar-tas de volta e tens de responder!... 

(fim de citação)

Ok, 11 coisitas sobre mim, que não sejam óbvias, tipo 'gosto de gatos', que toda a gente sabe (ora espreitam a minha cronologia no facebook, para verem o que os meus amigos partilham comigo...)

  • Não sei andar de bicicleta (a minha mãe tinha medo que eu ficasse debaixo de um carro, e nunca me comprou uma...)
  • Só tirei a carta de condução aos 42 anos porque (vá todos em coro: a minha mãe tinha medo que eu batesse com o carro e não deixou, e depois eu não tinha hipót€$€$, e... prontx)
  • Adooooooooooooooooro conduzir - e conduzo bem, obrigado.
  • Se tivesse tomates metia-me a escrever um livro. Como não tenho, corro o risco de se tornar num eterno what if... (não se baseiem no blog para avaliar a qualidade da minha escrita, sim?)
  • Gosto (muito) de ler, e - esta é do domínio público - venero Lobo Antunes.
  • Sou cegueta como uma toupeira, e tenho meia dúzia de óculos-lupa para ler, só para não ter de andar à procura durante muito tempo.
  • Adoro cinema. Gosto de cinema europeu em colaboração com os americanos. Fica mesmo, mesmo qb, e pouco blockbuster. Atentem no novo filme do Sean Penn, que vai estrear, acho que para o mês que vem, para perceberem melhor o que quero dizer.
  • Não sou grande fã de televisão, mas vejo algumas séries com muito gosto: neste momento, 'Touch', 'Once Upon a Time', e 'Castle'. E descobri e vi (quase de uma enfiada) os 12 episódios de American Horror Story, que é inigualável. Os 8.3/10 que o IMDb lhe deu são pouco.
  • Na minha box vão estando todos os episódios do F Word*, e do Auction Hunters** - é claro que depois de ver, apago, duh!
  • Leio livros de Psicologia Positiva e de Desenvolvimento Pessoal e tenho muito orgulho nisso!
  • Tenho a auto-estima de uma alforreca na desova (que é uma coisa que eu não sei se as alforrecas fazem, mas se fazem deve ser um bocadinho deprimente)

 

E agora as perguntas da Raiozinho:

 

A melhor memória de infância.

Os Natais. Deitávamo-nos (eu e a minha irmã), e quando estávamos a dormir, a minha mãe acordava-nos e ia-mos até à cozinha. Na chaminé estavam sempre montes de caixas e caixinhas. Lembro-me de tremer tanto de expectativa que até os dentes chocalhavam... e no final havia sempre um postal do Pai Natal dirigido a mim, e eu ficava toda vaidosa... mas a letra era estranhamente parecida com a da minha mãe...

O ídolo da adolescência.

Simon Le Bon, dos Duran Duran (eargh, wtf?)

Primeiro amor não se esquece? Ou é mito?

Esquecer, a gente não esquece. Mas ultrapassa-se. 

Um cheiro/perfume que te defina.

Be delicious, de DKNY - mas o verde, o primeiro que apareceu, não gosto de misturas e alterações. 

Sítio de sonho para morar?

Aqui. Por alguma razão disse ao Vítor, antes de casarmos, que não saía do concelho.

Filosofia de vida.

Já foi uma coisa de cada vez, um dia de cada vez.... Agora é uma hora de cada vez.

Momento da tua vida que vejas como "tesourinho deprimente".

Ai, tantos... alguns estarão por aqui no blogue. Gosto muito de rir de mim própria. Mas  pior, são mesmo s trocadilhos insossos que faço volta e meia. Mesmo, mesmo deprimente - eu farto-me de rir, mas a Inês só dizia - não acredito que disseste isso!, e o Tomás diz: ih mãe! Qu'a seco! Não me lembro de nenhum para exemplificar, mas são do tipo 'no tempo em que não haviam consolas, as máquinas de jogos consolavam os jogadores' (esta ouvi na SIC)...

Descreve uma fotografia tua antiga que ao olhares para ela só pensas: WTF?!

Ah. Devia estar com uns 90 kg (o máximo que tive foram 93- hipotiróidismo) e estou num casamento, foto de família com os noivos: vestido roxo de malha de algodão, bainha assimétrica, barriga descomunal... até parece que não sei what not to wear... vergooooooooonha!

O teu pecado capital.

Pergunta: quantas Fátimas Bento são precisas para trocar uma lâmpada?

Resposta: está-se tão bem às escuras...

É a preguiça, mais por exclusão de partes de que pela piada acima, que não o sou assim tanto...

Raiozinho convidava-te para jantar. Onde gostarias de ir e o que escolherias para jantar?

Local: casa da raiozinho.

Refeição: a seu contento =)

O resto, eu faço, assim que responder às 11 questões que me puseram na parte dois deste desafio, e que segue já a seguir.

 

* na SicRadical

**no Discovery 

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D