Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

30
Set12

Na terra das musas e na minha o fuso horário não é o mesmo

Fátima Bento

Acordei às 5:33h. Pelo menos eram precisamente 5:33h quando as minhas vistas direita e esquerda concordaram que no mostrador do despertador estavam 3 digítos e apenas isso, e resolveram focá-los.

Estava numa sala confortável, de luz quente, indireta, sentada confortávelmente numa poltrona com uma revista (não vi a capa, mas tenho a certeza, que era a Máxima) aberta nas mãos. E li, não sei se excerto de livro, se conto, umas paginas de uma narrativa fabulosa. Acordei com aquela sensaçãa que temos quando fechamos um livro que nos encheu a alma, bolas, há gente que nasceu mesmo para escrever.

Durante uns poucos minutos, podia ter repetido cada palavra, a forma como estavam encadeadas. A trama era de somenos, embora fosse igualmente cuidadada, desenrolando-se na era vitoriana, ou por ali perto. Fechava com uma nota, em caixa, que misturava infomação com um humor mordaz e irónico pegando numa caracteristica vincada da epoca, que faria o leitor rir, não estivessemos a falar da personagem central, então já cadáver. E desse pomenor, estou a tentar não me esquecer.

5:33h

bolas, há gente que nasceu mesmo para escrever

Bom, podia ter-se ouvido o golpe disferido pelo taco de basebol, não fora àquela hora toda a gente estar a dormir profundamente.

Abanei a cabeça para afasta a tontura provocada pelo golpe, e quando os passarinhos pararam de rodar à minha volta, encarei a minha musa, muito zangada, de mãos na anca, prontinha a descalçar as sapatilhas e a calçar a chinela...

- Ó minha idiota, podia ter-me berrado a plenos pulmões, então não vês que esse conto que bolas, há gente que nasceu mesmo para escrever foi criado por ti, por essa cabecinha de cocó insegura? É bom, não é? Então porque é que é preciso estares a dormir para me deixares fazer o 'meu trabalho'? F@d@-...!, e foi-se embora muito zangada.

5:33h

bolas, há gente que nasceu mesmo para escrever

A memória esbateu-se. Não voltei a conciliar o sono.

A musa diria, e muito a propósito:

-parva!

... há gente que nasceu mesmo para escrever...

 

29
Set12

Hors Concours

Fátima Bento

A minha filha enviou este video via Skype:

Com a legenda, "adivinha?"

E foi ver a Fátima abrir a torneira.

Presente de anos e Natal adiantado. Chega dia 27 de dezembro, e podem ser só 48 horas, mas tinha de me dar  uma alegria, depois de tanto cocó.

Valeu a pena. 

Tenho um cavaleiro de armadura brilhante e os melhores filhos do mundo!

Ninguém tem mais sorte que eu. 

N-I-N-G-U-É-M.

29
Set12

É hoje (apelo da minha pessoa...)

Fátima Bento

Por razões de saúde, não posso ir - perdi quatro quilos esta semana, e até agora ando a ver se encontro o meu centro de gravidade (se viram 'ma bimba no Continente às comprar de Red Bull na mão, era eu, que se não fosse isso tinha para lá ficado estendida no chão, a cause dos valores da tensão, e coiso), mas estarei representada - até o meu filho e os amigos vão!  E terei uma panorâmica mais ampla do sofá da sala.

NÃO É A MESMA COISA

mas vir para casa de ambulância também não tinha piada nenhuma...

Por isso, vá lá, vão por mim! Tirem muitas fotos, partilhem comigo para o meu mail, e tudo e tudo! Hoje dobramos dos 500 mil para o milhão, boa? - e para a próxima, podem contar comigo, nem que tenha de andar uma semana a espinafres!

28
Set12

Balão de oxigénio #3 - As duas gajas cá de casa

Fátima Bento

Tenho para mim que a minha ´Bicho ruim' já ultrapassou toda e qualquer razoabilidade nos ciúmes que tem da 'Ranhosa' 

(esta seria a parte em que a primeira me diria que os ciúmes são precisamente caracterizados pela ausência de Razão...)

Então hoje foi assim (o que eu gosto desta expressão...):

Levantei-me e fui dar a saqueta às renhaus, o 50/50 do costume. Maquina de café ligada, resolvo carregar a maquina da roupa enquanto espero que a primeira aqueça (ai U, U...).  

A Mia - vulgo Ranhosa, segundo a sobrinha - é arraçada de siamês, pelo que têm um nózorro de meter respeito na ponta da cauda (o que a torna ridiculamente curta, mas adiante, coitado do animal...). Ora quando me viro, piso-lhe a cauda, mesmo em cheio no nó.

O bicho grita.

A outra assusta-se.

Eu peço desculpa.

A ruiva foge para baixo da mesa.

Faço-lhe festinhas, ela faz tenção de voltar para a malga mas berra e vira-se para trás: a-mái-pikena espetara-lhe aquelas ganfias todas de fora (a minha alcunha para ela, de Mary-naifas, vem de algum lado) no flanco. A pequena não faz um som só lhe lança um gélido-olhar-só-com-um-olho com a legenda 'e-levas-mais!'

Entre um olhar de desespero da primeira para mim e segunda investida da 'bicho ruim', passam décimos de segundo.

A Mia foge, com a Piccolina na peugada, pegam-se, fazem uma barulheira tremenda, e a ruiva desaparece durante um quarto de hora, enquanto a pequena reentra na cozinha, cauda esticada de orgulho, pontinha a abanar suavemente, como se tivesse prestado um valioso serviço publico à Humanidade, vai até à malga DA OUTRA e termina a refeição (mas deixa o conteúdo da sua).

Passados os 15 minutos, a sénior reaparece a pedir miminhos, com uma pinta de sangue fresco junto à vista (where else?)

Limpo-lhe o sangue, dou-lhe um beijinho no cocuruto, e a outra aparece, qual ameaça (muito pouco) sub-reptícia, mas tudo regressa à normalidade.

Neste momento, em que me preparo para clicar no botão publicar, a Mia está deitada numa almofada sobre a mesa de centro, junto aos meus joelhos, e a outra na outra ponta do corredor, sem desviar o olho (com certeza a arquitetar um segundo round de 'tarda-mas-não-falha).

E prontx:

...bom dia pessoal!

Se eu podia viver sem estas duas? Podia, mas... vocês sabem o resto, e nem sequer consigo pensar nisso!
27
Set12

Balão de oxigénio #2 - O meu despertador

Fátima Bento

Quando preparo  despertador para o dia seguinte, verifico se está estabilizado numa estação que me permita acordar, e não sair espavorida da cama ao fim de meia hora de estatica... para garantir que não calha estar sintonizado mas o som estar baixo, e não sair espavorida da cama ao fim de meia hora de silêncio falso, mesmo depois de ativar a bolinha, levanto o botão de volume.

Esta noite, o gajo caíu da mesa-de-cabeceira e aterrou ao lado da minha almofada, de pernas para o ar. Sendo o mesmo mais antigo que a minha televisão, que já deve uns aninhos à cova (ela que me não oiça qu'inda vai dando jeito...), o som sai por trás, em mono, e por isso, digamos que fiquei com o altifalante encostado a o ouvido.

Como hoje o infante entra uma hora mais tarde, eram 08:11h quando a Sara Tavares começou a berrar-me li-te-ral-men-te ao ouvido que havia de me amar ou de chorar por mim, ai a gaita, que começamos mal. Gosto tanto de Gift como the next guy, mas era

- demasiado perto;

- demasiado alto;

- num tom demasiado grave

para eu abrir um sorriso e dizer 'bom dia, dia!'

Puz o dito na ordem, isto é, diminuí o volume e recoloquei-o no sítio, acendendo o candeeiro para não correr grandes riscos, e voltei a fazer-me numa bola e a puxar da deixa 'só mais cinco minutos', desta vez trazendo como atrelado, 'a ver se isto faz um reboot decente'.

Menos de cinco minutos depois 'acordei' à gargalhada. 

Daqui a mais um bocado entro em modo-post-garcia-de-orta-a-ver-se-desentalo-o-resto-e-sigo-em-frente-em-vez-de-andar-engasgada, mas por agora vou manter-me em modo-bebégel-e-aeroOm.

Obrigado 'Café da Manhã!'

Bem hajam e um bons programas!

25
Set12

Balão de oxigénio

Fátima Bento

Escrever esta odisseia - presumo que isso seja obvio - tem sido muito doloroso.  Os posts estão a ser publicados com estes valentes intrevalos de tempo, numa tentativa de 'recuperação' entre cada um deles.

O último que escrevi, esta manhã, comecei às 6:45h e acabei às 9:00h. Daí em diante foi revisto um milhão de vezes, remodelando expressões, imagem, destaques, bolds e sublinhados mais itálicos à mistura. 

Relê-los em busca de omnipresentes gralhas - deve ser uma virose manhosa, eu corrijo aqui, volto a ler e encontro outra quatro ou cinco palavras à frente - é reviver toda a história uma e outra vez.

Por isso, para quem esteja a aguardar o final do episódio, lamentávelmente vai ter de esperar até amanhã. 

Espero que ao inicio da tarde.

Porque estou mesmo a precisar de parar a roda livre em que a minha cabeça se encontra - ou pelo menos tentar fazê-lo.

Amanhã, quarta, continuamos.

À demain...

19
Set12

Conversa de gajas

Fátima Bento

Ora e porque já chega de desgraças, e sonhar ainda não paga imposto, vamos falar de... trapos.

Comecei agora a abrir as revistas com as antevisões da próxima estação, que o marido já se queixa da altura da pilha, e cheguei assim a uma ou duas conclusões:

As "novas" sabrinas, muito 2012/13 - roubadas aos homens dos anos 40:

 Ellos para La Redoute, €17,90

Também, para já, na wish list:

Saia bi-matéria, La Redoute, em promo agora, €17,90 (preço regular, €24,99)

Segue-se, na lista de compras, uma camisa em jeans. Para essa, vou começa a espiolhar lojas de chineses, e vou dar um pulo à Primark.

Mais: perdi-me d'amores por este casaco:

Mango, €29,95

De resto não faço ideia. Neste momento agradam-me estas peças. SEI que vou comprar a saia, e vou tentar comprar o casaco Mango. O resto se verá.

 

NOTA:  em qualquer dos casos ao clicar na foto será redirecionada para a pagina referida

13
Set12

Entrevista de Pedro Passos Coelho...

Fátima Bento

Pergunta: Será que entendi corretamente que a redução da TSU tem por fito que, ao diminuir os descontos que o patronato faz, isso leve à alavancagem da economia nacional, sendo a parte mais visível e simples, a criação criação de emprego, certo?

 

Então porque é que o senhor Primeiro Ministro disse (parafraseio, que a minha memória não é assim tão boa...):

O senhor Belmiro de Azevedo está com receio que baixe o volume de vendas, devido à redução no poder de compra dos portugueses... então é uma excelente oportunidade para usar o que vai poupar com os empregados e baixar os preços!

 

Whatti????

Say again?

Então a baixa da TSU era

para QUÊ?

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D