Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma dona de casa 2.0

... à beira de um colapso

28
Jan13

Repescando 2005 - #1

Fátima Bento

Aqui há uma mão cheia de anos, publiquei num post um mail que tinha recebido e que me fez 'rir a bandeiras despregadas'... actredito que já toda a gente conheça, mas não resisto a voltar a publicar esta pérola...

 

« Como manter um certo nível de insanidade:

  • No teu horário de almoço, senta-te no teu carro estacionado, põe os óculos escuros e aponta um secador de cabelos para os carros que passam. Vê se eles diminuem a velocidade. 
  • Sempre que alguém te pedir para fazer alguma coisa, pergunta se quer batatas fritas a acompanhar. 
  • Encoraja os teus colegas de sala a fazer uma dança de cadeiras sincronizada contigo. 
  • Coloca a tua lata de lixo sobre a mesa e escreve nela "Entrada"! 
  • Desenvolve um estranho medo de agrafadores. 
  • Põe café descafeinado na maquina de café por três semanas. Quando todos tiverem perdido o vicio da cafeína, muda para café expresso. 
  • No verso de todos os teus cheques escreve "Referente a suborno". 
  • Sempre que alguém te disser alguma coisa, responde com "isso é o que tu pensas!". 
  • Termina todas as tuas frases com "de acordo com a profecia". 
  • Ajusta o brilho do teu monitor para que o nível dele ilumine toda a área de trabalho. Insiste com os outros que gostas assim. 
  • Não uses pontuações. 
  • Sempre que possível, pula em vez de andar. 
  • Pergunta as pessoas de que sexo são. Ri histericamente depois delas responderem. 
  • Canta na opera com os actores. 
  • Manda e-mails para o resto da empresa para dizer o que é que estás a fazer. Por exemplo: Se alguém precisar de mim, estou na casa de banho,3a porta à esquerda. 
  • Dispõe uma rede de mosquitos ao redor da tua secretaria. Põe um CD com sons da floresta durante o dia inteiro. 
  • Quando sair dinheiro da caixa automática, grita. 
  • Ao sair do jardim zoológico, corre na direcção do parque de estacionamento, gritando "Salve-se quem puder, eles estão soltos!". 
  • À hora do jantar, anuncia aos teus filhos: devido a nossa situação económica, teremos de mandar um de vocês embora. 
  • Todas as vezes que vires uma vassoura, grita "Amor, a tua mãe chegou!". 

Publicado a 17/02/2005

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D