Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

19
Dez09

A família aumentou, de seis elementos para sete

Fátima Bento

Ontem, ia eu comprar um franguito para o meu jantar e do Tomás, vem ter comigo uma caganita de gato. Yá, uma caganita de gato, de tão pequenino. E estava tão maltratado, rameloso, sem uma vista, sujo-sujo-sujo, que peguei no bichinho e pensei: vais comigo para cima!, enquanto lhe dizia: - Olha! És um presente de Natal?

 

E foi.

 

Mal entrados em casa, apresentei-o às outras duas que bufaram o resto da noite, e fechei-me com ele, que afinal parece que é uma ela (espero bem que sim) na casa-de-banho, água morna no lavatório e banhinho, que estás imunda. Pois que não gostou, mas foi uma valente! Depois foi secá-la em frente ao aquecedor, para evitar a hipotermia, e lavar-lhe os dois olhinhos com soro fisiológico.

 

 

Agora, o animal, além do olhinho estropiado, também estava (e está) com uma constipação de dar dó, e quando espirrava, levantava o focinho, e espirrava para o ar (blerrgh, era chuva de ranhoca!), e quando sentia ranhito no nariz, abanava a cabeça com força - a minha camisola está para lavar, e com uma temperatura alta, pf! - e lá vai ranhoca para todo o lado...

 

 

Nesta atura do campeonato, a Mia já tinha amarrado o burro, e a Blimunda não descolava os olhos do meu colo onde, em meio a um ninho feito com o meu robe (que sim, também está para lavar, lol), espreitava de vez em quando a pequenitates.

 

 

Entretanto chegou a minha filha, e eu mostro-lhe a piolhinha. Ela rende-se na hora, é minha, é minha, se for preciso não me dão mesada, um gato neste estado ninguém adopta - e porque é que achas que eu o trouxe, duh! - e tutti quanti. Atraca-se à gatinha, e estão agarradas até agora - a Inês nem dormiu.

 

 

Entretanto, a Mia lá veio para o meu colo, sem tirar os olhos da poltrona onde estava a Inês, de ninho ao colo, bufando quando a pequenina se mexia. E de noite, lá dormiu dentro da cama - à terceira tentativa de eu a convencer - estando hoje meiguinha como de costume - mas ainda não viu a outra, que continua no quarto da pikena.

 

Isto foi o que eu encontrei à bocado quando entrei no quarto da Inês:

 

 

Ou seja, eu não ficava bem com a minha consciência se deixasse o animal na rua, já que, no estado em que estava, não sobrevivia de todo. Com miminhos e calor, já não está tão constipada, e o olhinho regenerou-se, de ontem para hoje, nítidamente, tendo ontem um cheiro fétido, que hoje já quase não se nota . E está feliz, feliz, embora ainda não coma - porventura ainda estaria a ser amamentada?  Penso que seja já muito grande para isso, terá à volta de dois meses - ou não consegue comer porque até respira de boca aberta?

 

Agora será tudo uma questão de tempo... a sua regeneração total, e a aceitação das duas cá de casa - que é o que vai demorar mais tempo.

 

A minha filha está tão feliz que diz que queria o telemóvel, mas prefere a gata.

 

E pronto, uma estória com final feiz. A Inês está encantada, e à Audrey - sim, a Inês já lhe deu nome - saiu a lotaria, o euromilhões, o totoloto, o totobola e o joker, tudo no mesmo dia!

 

Estou feliz e em paz, com este desfecho.

 

E aqui se comprova que a Mia já fez as pazes comigo, por isso estou a teclar com uma mão só...

 

 

B'jinhos,

 

Fátima

  

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Fátima Bento 21.12.2009

    Ai que querido! Obrigado, mas não fiz mais e que devia!

    Tem uma conjuntivite, sim. Mas já está melhor, à conta das litradas de soro com que o tenho limpo... e está bem melhor, a vista vazada já está praticamente sarada, continua é constipado, e com um cheiro pestilento... amanhã vai à senhora doutora.

    B'jinhos e Feliz Natal para ti também!
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Follow on Bloglovin

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

    Arquivo

    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2013
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2012
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2011
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2010
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2009
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2008
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2007
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2006
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2005
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D