Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

19
Dez09

A família aumentou, de seis elementos para sete

Fátima Bento

Ontem, ia eu comprar um franguito para o meu jantar e do Tomás, vem ter comigo uma caganita de gato. Yá, uma caganita de gato, de tão pequenino. E estava tão maltratado, rameloso, sem uma vista, sujo-sujo-sujo, que peguei no bichinho e pensei: vais comigo para cima!, enquanto lhe dizia: - Olha! És um presente de Natal?

 

E foi.

 

Mal entrados em casa, apresentei-o às outras duas que bufaram o resto da noite, e fechei-me com ele, que afinal parece que é uma ela (espero bem que sim) na casa-de-banho, água morna no lavatório e banhinho, que estás imunda. Pois que não gostou, mas foi uma valente! Depois foi secá-la em frente ao aquecedor, para evitar a hipotermia, e lavar-lhe os dois olhinhos com soro fisiológico.

 

 

Agora, o animal, além do olhinho estropiado, também estava (e está) com uma constipação de dar dó, e quando espirrava, levantava o focinho, e espirrava para o ar (blerrgh, era chuva de ranhoca!), e quando sentia ranhito no nariz, abanava a cabeça com força - a minha camisola está para lavar, e com uma temperatura alta, pf! - e lá vai ranhoca para todo o lado...

 

 

Nesta atura do campeonato, a Mia já tinha amarrado o burro, e a Blimunda não descolava os olhos do meu colo onde, em meio a um ninho feito com o meu robe (que sim, também está para lavar, lol), espreitava de vez em quando a pequenitates.

 

 

Entretanto chegou a minha filha, e eu mostro-lhe a piolhinha. Ela rende-se na hora, é minha, é minha, se for preciso não me dão mesada, um gato neste estado ninguém adopta - e porque é que achas que eu o trouxe, duh! - e tutti quanti. Atraca-se à gatinha, e estão agarradas até agora - a Inês nem dormiu.

 

 

Entretanto, a Mia lá veio para o meu colo, sem tirar os olhos da poltrona onde estava a Inês, de ninho ao colo, bufando quando a pequenina se mexia. E de noite, lá dormiu dentro da cama - à terceira tentativa de eu a convencer - estando hoje meiguinha como de costume - mas ainda não viu a outra, que continua no quarto da pikena.

 

Isto foi o que eu encontrei à bocado quando entrei no quarto da Inês:

 

 

Ou seja, eu não ficava bem com a minha consciência se deixasse o animal na rua, já que, no estado em que estava, não sobrevivia de todo. Com miminhos e calor, já não está tão constipada, e o olhinho regenerou-se, de ontem para hoje, nítidamente, tendo ontem um cheiro fétido, que hoje já quase não se nota . E está feliz, feliz, embora ainda não coma - porventura ainda estaria a ser amamentada?  Penso que seja já muito grande para isso, terá à volta de dois meses - ou não consegue comer porque até respira de boca aberta?

 

Agora será tudo uma questão de tempo... a sua regeneração total, e a aceitação das duas cá de casa - que é o que vai demorar mais tempo.

 

A minha filha está tão feliz que diz que queria o telemóvel, mas prefere a gata.

 

E pronto, uma estória com final feiz. A Inês está encantada, e à Audrey - sim, a Inês já lhe deu nome - saiu a lotaria, o euromilhões, o totoloto, o totobola e o joker, tudo no mesmo dia!

 

Estou feliz e em paz, com este desfecho.

 

E aqui se comprova que a Mia já fez as pazes comigo, por isso estou a teclar com uma mão só...

 

 

B'jinhos,

 

Fátima

  

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Fátima Bento 21.12.2009

    Obrigada querida, mas como eu disse atrás, não tinha grande alternativa, era uma questão de consciência. Deixar aquela coisinha que cabe na palma da minha mão à sua sorta seria desumano!

    B'jinhos
  • Imagem de perfil

    angelasoeiro 21.12.2009

    Eu sei... a minha cadela rafeira veio ter cá a casa assim... Depois agradeceu comendo-me o gato a malvada! lol


     
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Follow on Bloglovin

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

    Arquivo

    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2013
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2012
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2011
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2010
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2009
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2008
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2007
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2006
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2005
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D