Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

23
Abr05

Ainda João Paulo II

Fátima Bento

Pronto, se fosse um yogurte, já estava fora de prazo, mas como não é, e revista em questão andou perdida cá em casa, desde que a li, agora que a encontrei, tem mesmo de ser. Senão leiam lá o textozito que esta senhora, Isabel Silva de Lisboa, escreveu para a secção "Do Leitor" da (minha) habitual revista Sábado. Data de 6 de Abril.

 Sabado JPII.jpg

Como a letra tá pequenina, e nem todos têm lupas à mão, eu vou transcrever a parte mais... ãhn... relevante...

"Para começar quero dizer que sou cristã, mas que não pertenço a qualquer igreja ou seita religiosa (...). O destaque que os média, e não apenas os de tutela católica, têm dado à doença [e a seguir à morte] do Papa João Paulo II suscita-me algumas considerações . Bem sei que a Igreja Católica Romana diz que o Papa (...)deu um exemplo de preseverança e coragem perante o sofrimento causado pela doença que o afectou. Isto é muito bonito de se dizer, mas no fundo são palavras ocas que revelam uma grande hipocrisia, quando o que estava em causa era o apego ao poder de um homem que deixou de ter condições para exercer as funções (...)."

COMO DISSE???

Eu acho muito dificil que alguêm leia isto se ficar a ferver por dentro. É que é assim (e vou i-n-e-v-i-t-á-v-e-l-m-e-n-t-e repetir-me...) :

Sou ateia (como todos os que me leem já sabem...), o que faz com que eu, como a senhora acima, não tenha ligação a qualquer religião ou seita religiosa. Mas ao afirmar a respeito do Papa que o "exemplo de preseverança e coragem perante o sofrimento causado pela doença que o afectou" foi empolado pelos media e pela Igreja Católica Romana, e que tal mascarou "o apego ao poder de um homem que deixou de ter condições para exercer as funções" não é sequer heresia

É estupidez.

Primeiro: abstenhamo-nos de ver o visado como João Paulo II. Olhemos para ele como sendo um qualquer dignatário de um qualquer governo de um qualquer país. E agora, em consciencia, e com algum discernimento, atentemos se seria alguma vez possivel que esse homem tivesse um poder tão total e absoluto, sem conselheiros, sem um grupo de pessoas que, ao vê-lo perder faculdades, decidiriam por ele: ACABOU. Voltando ao facto real em si, em que o país em questão é o Vaticano, vamos de facto acreditar que o Papa tem um poder acima de qualquer um, põe e dispõe sem dar cavaco a ninguém? Até numa situação extrema como a recente?

Como é possivel que alguém tenha visto João Paulo II  assomar-se à janela para dar a benção "Urbi et Orbi" da Páscoa, e ao invés de testemunhar o sofrimento e frustração de abrir a boca e não emitir um som, e espelhar a frustração e tristeza daí resultantes, tenha achado que se tratava de uma contrariedade para alguém àvido do poder de ver as massas aos seus pés... E frisemos, agora, que era João Paulo II, aquele que beijava o chão dos países que pisava, que foi sempre humilde, doce, e, enfim, a antítese daquilo que a leitora da Sábado, Isabel Silva apresenta nas suas considerações.

Ou seja, já sei qual a explicação:

Estamos a falar de pessoas e situações diferentes.

Só pode.

Fátima

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D