Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

21
Mai10

Eu não aprendo!!!!! - parte 2, ou "o dia seguinte..."

Fátima Bento

Acho que há uma coisa que ainda não foi compreendida por que frequenta a blogosfera: os blogues são PESSOAIS e expõem, como tal, opiniões do "dono". No meu blogue eu escrevo o que quero, quando quero e porque quero. Tenho por princípio (a menos que esteja extremamente revoltada, como aconteceu já, pelo menos uma vez, numa questão familiar), proteger a privacidade das pessoas sobre quem falo. A menos que sejam figuras públicas, ou que se tenham chegado à frente e dado a cara.

 

Escrevi ontem sobre o que se tem passado na AP a que pertenço. Não mencionei qual a escola, qual a AP, nem os nomes dos envolvidos. Desabafei, porque também é para isso que um blogue serve. O meu blogue, para os meus desabafos.

 

No entanto, tal não foi entendido por uma colega, que fez copy-paste do post e o divulgou no mail aberto da Associação. Com um comentário em jeito de apresentação:

 

"Caros colegas, muito indignada fiquei ao visitar o blog da nossa colega,pelo texto nele inserido,que julgo sendo do interesse e sobre toda a associação,deveria ter sido exposto no mail da Associação e não, só no blog para informação ao publico em geral.
Porque não gosto de lidar com egocentrismos excessivos e porque adoro a transparência e sinceridade e detesto situações que me façam sentir pena de algem em vez de compreensão,faço disso meu lema de vida.Além de que errar é humano e se alguém erra, deverá ser-lhe dada a hipótese de se defender, e não condenar pelas costas. 
Dado que todos nós estávamos presentes achei por bem,todos termos conhecimento do mesmo texto,daí este meu envio nesta hora.
Desculpa Fátima, mas em minha opinião, não ficaste nada bem na fotografia que  fizeste de ti mesma, no teu  texto."

Obviamente, não vou citar o seu nome. 

 

Vou no entanto clarificar dois ou três pontos que penso ser mais que justo fazer, já que não devemos tomar a floresta pela árvore. Neste caso, árvores.

 

Quando referi "mal começou a reunião, abriu, novamente a caça ao pato - sendo o pato, neste caso, eu. Aliás como vem sendo hábito. Parece que as pessoas - não são todas, mas algumas - estão mais interessadas em pintar de preto as minhas sugestões de que em contribuir positivamente com outras", deveria ter sido mais clara; no universo desta Associação são dois os elementos a que me refiro.

 

Posso ter erradamente dado a ideia de que seriam mais, e tenho de assinalar que os restantes colegas se têm manifestado de forma muito positiva. E essa forma positiva pode perfeitamente ser discordar dos meus pontos de vista - não há nada como uma boa e saudável discussão! Não considero, no entanto, aceitável, que essa discordância seja manifestada sob a forma de ironias ou sarcasmos, que só servem para magoar o visado, não tendo qualquer propósito positivo. Ou os paternalistas "está bem, vamos acabar com isto, quando é a próxima reunião?"...

 

Qual a atitude a tomar, nestas circunstâncias? Ou me faço de parva e finjo que não noto, ou respondo à letra e passamos de uma reunião a uma batalha campal. Tenho preferido a primeira opção, já que existe de facto uma maioria de membros interessada em mostrar e fazer trabalho. Sei, por experiência anterior, que se desiquilibramos os pratos da balança, quem se empenha em fazer algo de positivo, se afasta. Haverão com certeza, diferentes razões para integrar uma Associação de Pais, mas nenhuma será entrar em conflito directo: para isso existem outros mecanismos. Por isso, passar por parva tem-me parecido uma decisão perfeitamente lógica. Até que acabei por ficar cheia, e transbordei para aqui. Como já o fiz tantas vezes, a respeito de tantas coisas.

 

Pois como dizia ontem, eu não aprendo. Eu acredito sempre que é possível, e que desta vez vai ser diferente...

 

 Não tenho por hábito deixar projectos a meio, e não o vou fazer. Deixo no entanto a informação de que a destituição do cargo que ocupo pode ser decidida pela Assembleia Geral, e apresentada pelo seu presidente. No que me cabe dizer, até Setembro tenciono manter-me no meu lugar, com respeito para os restantes colegas, que sem dúvida mo merecem, e para com a escola. Em Outubro, "passarei a pasta", a quem estiver apto a fazer melhor, e mais eficaz trabalho.

 

Acho lamentável, este assunto ter chegado a este ponto. Mas, como dizia um grande amigo meu, "só faz sentido trabalhares nesse campo, enquanto não saires de uma reunião a sentir-te pior de que quando entraste".

 

Nem mais nem menos

 

Tenho a minha vida, que não será nem mais nem menos complicada de que a de toda a gente, e não vejo razão para complicá-la mais.

 

Pedindo desde já desculpa aos restantes colegas se eventualmente se sentiram afectados e incluídos no que escrevi ontem - embora pense que todos saibam ao que e a quem me refiro - quer reafirmar o excelente trabalho que os mesmos têm feito.

 

Sem mais, (isto vai mesmo em jeito de carta aberta...)

 

Fátima 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D