Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

Diário de uma "dona de casa" 2.0

... à beira de um colapso

04
Mai12

Recuso-me a escrever sobre o Pingo Doce.

Fátima Bento

Já li de tudo, já ouvi de tudo, já vi de tudo. Já chega.

 

P'ó caraças com tanta polémica em volta de uma coisa tão simples... uma cadeia de supermercados aproveita um feriado no inicio do mês - quando o pessoal ainda tem algum dinheiro no bolso e é altura de abastecer a despensa - e põe, durante algumas horas - até rutura de stock - a maior parte do seu recheio a 50%. 

As pessoas aglomeraram-se, esperaram horas e mais horas para lhes ser dado o rush de adrenalina e entrar no SÍTIO,  estar in loco no local de que toda a gente fala, e trazer umas coisas por um preço que dá um jeitaço.

E DAÍ?

Não me venham é falar dos coitadinhos dos portugueses, já que há muito português que adora ser coitadinho, e não é por aí. Nem me venham falar de fome, que quem passa as passas do Algarve que tantos portugueses estão a passar não tem, nem mesmo num dia um, um mínimo de €100 para gastar 'de tacada'. Pensem, por favor.

Uma coisa é certa: muitos dos que por ali se amontoaram são os mesmos que entopem o transito quando há um acidente, reduzindo a velocidade do seu bólide quase até à marcha atrás, para perscrutar a cena em busca de sangue, de um cadáver, de uma parte de corpo decepada.

Porque muito mais de que um 'país de pobrezinhos', somos um país de gente poucochinha, que comenta, sorri ao colega/parceiro/amigo, e não exita em lhe espetar uma faca nas costas à primeira oportunidade em que disso tire lucro. Venha este sob a forma que vier. Gente que se apresenta sob uma camada de verniz sem falhas, que cobre God knows what...

Terça-feira foi dia de arejar a alpercata que estava escondida mas que ainda servia a muita gente que deixou o verniz estalar epicamente.

E, já agora: qualquer multa por dumping está mais que paga pela fartíssima publicidade que o golpe de génio gerou.  Há por ai muita gente a esconder-se atrás do acusatório dedo apontado enquanto pensa: mas porque é que eu não pensei nisto primeiro?

Ah, pois é...

Mais sobre mim

foto do autor

Follow on Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D